News

Sony e Nintendo ocupam o maior espaço na E3 2017

A Entertainment Software Association revelou a organização e distribuição de companhias da E3 2017. Como tem sido habitual em anos ante...

A Entertainment Software Association revelou a organização e distribuição de companhias da E3 2017. Como tem sido habitual em anos anteriores, a E3 está dividida em dois pavilhões.


Este ano a Sony e a Nintendo são as companhias que ocupam mais espaço. A Nintendo terá até dois espaços separados, um ao lado do outro. É uma organização semelhante ao ano passado, em que o grande espaço foi dedicado na totalidade a The Legend of Zelda: Breath of the Wild.

A Sony também terá dois espaços. Uma será para a divisão americana, enquanto o outro será para a divisão europeia. Confere em baixo como está organizada a E3 2017.
a
b
A Sony e a Nintendo estarão lado a lado, enquanto a Microsoft estará noutro pavilhão com outras companhias como a Ubisoft, Activision, Bethesda e Bandai Namco.
Para a próxima semana estamos de partida para a E3 2017. 

0 comentários:

Nos deixe saber sua opinião...

Conferência de imprensa da Bethesda na E3 2017 será mais tarde

Há umas semanas a Bethesda tinha anunciado que a sua conferência de imprensa para a E3 2017 iria decorrer no dia 12 de Junho pelas 03h00 ...

Há umas semanas a Bethesda tinha anunciado que a sua conferência de imprensa para a E3 2017 iria decorrer no dia 12 de Junho pelas 03h00 de Portugal Continental, no entanto na verdade parece que irá realizar-se umas horas mais tarde do que o esperado.

site da Bethesda informou que a transmissão ao vivo da sua conferência da E3 2017 vai ter início às 05h00 da manhã de Portugal continental (01h00 da manhã no Brasil). Como sabes vais poder seguir a conferência a partir dos canais da Bethesda no YouTube e no Twitch.
É importante referir que não se tratou de um erro no site da Bethesda, uma vez que Gary Steinman, diretor de conteúdos da Bethesda, já veio confirmar no seu Twitter que o evento irá decorrer mesmo àquela hora.
Para já ainda não há muitos detalhes sobre aquilo que vamos ver na conferência da Bethesda na E3 2017. É um facto que está nos planos da companhia apresentar Fallout 4 VR, mas também há pistas que apontam para que sejam apresentados projectos que ainda não foram anunciados.

1 comentários:

Nos deixe saber sua opinião...

Naughty Dog ficou muito impressionada com Crash Bandicoot N. Sane Trilogy

Estamos a um mês do lançamento de Crash Bandicoot N. Sane Trilogy, remasterização dos três primeiros jogos do famoso personagem criado pe...

Estamos a um mês do lançamento de Crash Bandicoot N. Sane Trilogy, remasterização dos três primeiros jogos do famoso personagem criado pela Naughty Dog.

O que dirá a Naughty Dog em relação a esta remasterização? Kara Massie, produtora da Vicarious Vision, disse em entrevista com o Metro que o estúdio criador da licença está impressionado pelo trabalho realizado.
"Pessoalmente a nossa equipa de produção não contactou com a Naughty Dog, mas através da Sony sabemos que eles viram e jogaram os jogos nas suas diferentes fases de desenvolvimento e ficaram impressionados. Estão muito impressionados e isso é um bom sinal para nós, significa que fizemos as coisas bem," explicou ela.










O jogo será lançado oficialmente no dia 30 de Junho e contará com todos os níveis da primeira trilogia de Crash Bandicoot. Para além dos gráficos renovados, haverá outras novidades como uma grande quantidade de troféus para serem desbloqueados na PlayStation 4.

0 comentários:

Nos deixe saber sua opinião...

Criadores de I am Setsuna anunciam Lost Sphear

A Tokyo RPG Factory anunciou Lost Sphear, um RPG para a PlayStation 4, Nintendo Switch e PC que será lançado no início do próximo ano. A ...

A Tokyo RPG Factory anunciou Lost Sphear, um RPG para a PlayStation 4, Nintendo Switch e PC que será lançado no início do próximo ano.

A aventura começa com o jovem Kanata, que descobre que a sua cidade natal desapareceu. Para evitar a total evaporação do mundo, Kanata e os seus amigos terão que reconstruir o planeta com o poder da memória, manifestando pensamentos na matéria. Em baixo podes ver o primeiro trailer.










Lost Sphear vai usar um sistema de combate melhorado ATB que permite uma maior estratégia que I am Setsuna, e estará disponível em formato físico para consolas, pelo menos é o que indica a loja online da Square Enix.

0 comentários:

Nos deixe saber sua opinião...

Intel anuncia Core i9 Extreme com 18 núcleos

A marca de processadores Intel revelou hoje a sua nova linha Core X Series. O processador topo de gama desta linha é o Intel Core I9-7980XE...

A marca de processadores Intel revelou hoje a sua nova linha Core X Series. O processador topo de gama desta linha é o Intel Core I9-7980XE Extreme Edition, que tem 18 núcleos, 36 threads e vai custar $1,999.

Todos os detalhes da nova linha já estão disponíveis no site oficial da marca. Na base da X-Series está o processador Core i5 7640X, com 4 núcleos e 4 threads. A frequência base do processador é de 4.00 GHz, mas pode ir até 4.20 GHz na frequência Max Turbo.
A X-Series também introduz novos processadores Core i7. O menos potente é o Core i7-7740X, com 4 núcleos, 8 threads e uma frequência base de 4.30 GHz, no entanto, no topo dos Core i7 está agora o i7-6950X Extreme Edition com 10 núcleos, 20 threads
Mas o destaque da X-Series estão nos novos processadores i9. Como já referimos inicialmente, o Core I9-7980XE Extreme Edition será o mais potente e o mais caro, no entanto, haverá modelos abaixo. Entre a nova linha i9 os consumidores poderão optar por versões com 12, 14 e 16 núcleos.
A série i9 tem como alvo os jogadores mais exigentes e os profissionais de edição de vídeo. A série i9, bem como os restantes processadores da X-Series, estarão disponíveis no segundo trimestre de 2017.

0 comentários:

Nos deixe saber sua opinião...

Sony pode estar a preparar um PS4 Slim de 1TB dourado

A duas semanas da E3 2017 continuam a surgir as habituais fugas de informação antes do evento. Agora chegou a vez de falarmos sobre uma sup...

A duas semanas da E3 2017 continuam a surgir as habituais fugas de informação antes do evento. Agora chegou a vez de falarmos sobre uma suposta nova versão da PlayStation 4 Slim que estaria a caminho e que apresenta cores douradas, quer na console quer no comando.

Esta PS4 Slim oferecerá um disco de 1TB e será vendida dias antes do evento norte-americano. A imagem desta nova versão do console foi compartilhada no Reddit por um utilizador que a associa à cadeia de lojas Target.
a
Já não é a primeira vez que vemos um PS4 dourado nas lojas. Há uns anos a companhia fez uma parceria com a cadeia de comida rápida Taco Bell para oferecer aos seus clientes um console dourado do primeiro modelo que foi lançado em 2013.

0 comentários:

Nos deixe saber sua opinião...

STREET FIGHTER V: JAPONÊS 'NEMO" VENCE O RED BULL KUMITE 2017

O jogador japonês Naoki "Nemo" Nemoto foi o grande vencedor do campeonato Red Bull Kumite 2017, que aconteceu sábado (27) e domin...

O jogador japonês Naoki "Nemo" Nemoto foi o grande vencedor do campeonato Red Bull Kumite 2017, que aconteceu sábado (27) e domingo (28) em Paris, França. O brasileiro Keoma participou do torneio no ano passado, obtendo destaque na competição.










Naoki "Nemo" Nemoto é o campeão do Red Bull Kumite 2017, mantendo a hegemonia japonesa (Divulgação/Red Bull)
"Nemo" venceu o jogador Kanamorl "Gachikun" Tsunehor utilizando o lutador Urien após voltar para a competição por meio da repescagem, zerando a tabela. O pro player ganhou como prêmio um notebook Acer Predator.
Mantendo o que parece ter se tornado uma tradição, esta é a terceira vez consecutiva que jogadores japoneses vencem o campeonato. Boncham venceu em 2015 e Tokido em 2016.

O ranking dos oito melhores jogadores da competição foi:

1. Naoki "Nemo" Nemoto (Urien)
2. Kanamori "Gachikun" Tsunehori (Rashid)
3. DC "Infexious" Coleman (Necalli, Zangief)
4. Daigo Umehara (Guile)
5./6. Masato "Bonchan" Takahashi (Karin) e Lee "Infiltration" Seon-woo (Nash)
7. / 8. Arman "Phenom" Hanjani (Birdie) e Lee "XYZZY" Hanbyul (Necalli)

0 comentários:

Nos deixe saber sua opinião...

CONFERÊNCIA DA SONY NA E3 2017 SERÁ TRANSMITIDA NOS CINEMAS BRASILEIROS

A Sony anunciou que vai transmitir sua conferência da E3 2017, marcada para o dia 12 de junho, em cinemas de países americanos, incluindo...

A Sony anunciou que vai transmitir sua conferência da E3 2017, marcada para o dia 12 de junho, em cinemas de países americanos, incluindo o Brasil. A informação foi confirmada em uma publicação no PlayStation Blog.

A empresa ainda não divulgou os detalhes sobre ingressos e quais cinemas vão oferecer a sessão. No evento de apresentação em 2016, a Sony distribuiu ingressos gratuitos para os fãs brasileiros, além de brindes durante a sessão.



0 comentários:

Nos deixe saber sua opinião...

Injustice 2 - Análise

Injustice 2 é atualmente a melhor referência dos jogos de luta. A Netherrealm, mais conhecida pela série Mortal Kombat, já tinha vindo ...


Injustice 2 é atualmente a melhor referência dos jogos de luta. A Netherrealm, mais conhecida pela série Mortal Kombat, já tinha vindo a mostrar uma grande perícia e experiência a criar jogos deste gênero, mas com Injustice 2 atingiu um novo patamar e criou um título exemplar no qual todos os outros produtores e estúdios devem por os olhos. De certo modo, a fórmula aqui usada é a mesma de Mortal Kombat X (já explico o porquê), todavia, há novidades e pequenos pormenores que o tornam num dos mais completos na categoria dos jogos de luta.

Antes de mais, uma pequena introdução. Injustice 2 é uma sequencia direta do primeiro e junta, num jogo de luta, diversas personagens do universo DC Comics. Os jogos de luta são olhados, por vezes, como demasiado complexos, requerendo que dediquem muito tempo para dominar as mecânicas e os muitos combos de cada personagem. Embora Injustice 2 tenha também, se quiseres, esta faceta hardcore, consegue ser em simultâneo um jogo de luta acessível que agradará tanto aos fãs do gênero como àqueles que procuram apenas desfrutar da história e de lutar com personagens populares como o Batman e Superman.
"A melhor referência dos jogos de luta"
Algumas das mecânicas serão familiares para quem jogou o Mortal Kombat X, principalmente no que toca à movimentação e animação das personagens, que transmitem a mesma sensação. Um dos elementos mais importantes de Injustice 2 é o Meter Burn, que é essencial para tirar proveito máximo do sistema de combate. Cada personagem tem combos pré-definidos e ataques especiais, e nenhum deles é particularmente difícil de executar, no entanto, se quiserem fazer combos maiores (daqueles que o oponente anda a voar de um lado para o outro e a ser espancado no ar), vão precisar do Meter Burn, uma barra dividida em quatro partes.
Esta barra vai enchendo à medida causam e sofrem dano, e pode ser usada para quebrar combos dos adversários, cancelar a animação para preparar um combo maior, e executar variações mais poderosas dos ataques especiais. Quando está completamente cheia, a barra também serve para executar os Super Moves, que são ataques poderosos e cinemáticos. A Meter Burn serve ainda para criar os momentos de embate entre os dois lutadores, em que ambos trocam palavras acesas enquanto medem forças. Nestes momentos têm que apostar uma ou várias partes da Meter Burn, e se vencerem, vão receber até 33 porcento da vida ou causar 33 porcento de dano ao adversário, dependendo se estão a atacar ou a defender.
 Publicidade 










Se isto vos parece muito complicado, não se preocupem, há um tutorial extenso que vos explica todas as mecânicas de Injustice 2. Há também um modo de treino onde podem colocar no ecrã as combinações dos combos e ataques especiais, e consultar a frame-data dos ataques (o que deverá agradar aos mais dedicados). Para além de ser um jogo acessível, mas também profundo e complexo, oferece exatamente aquilo do que estávamos à procura: confrontos épicos entre super-heróis. É um jogo de luta extremamente bem conseguido, com muita diversidade de personagens, e todas elas com uma adaptação de alta qualidade.
O modo história é um dos melhores que podem encontrar nos jogos de luta. Há jogos de luta que se limitam a ter um modo arcade com um pequeno vídeo ou cinemática no fim para cada personagem, todavia, Injustice 2 oferece um verdadeiro modo história com princípio, meio e fim. A história é continuação do anterior, pelo que se não jogaram, ficarão sem saber alguns detalhes, contudo, é fácil de perceber o que aconteceu anteriormente. Na sequela o grande vilão é Braniac, uma personagem bem conhecida para quem acompanha as bandas desenhadas do Superman. Braniac, um coleccionador de mundos, chegou à terra e quer encolher as nossas cidades para as adicionar à sua colecção, e durante esse processo, absorver todo conhecimento dos humanos.
1
Gorila Grodd é um dos novos lutadores da sequela.
Com uma divisão em vários capítulos, o modo história dá-nos a oportunidade de escolher em cada um deles uma de duas personagens Se quiserem desfrutar de tudo, inclusive conhecer os dois finais diferentes, terão que repetir a história duas vezes. A história é fantástica para quem adora super-heróis, e para ser completamente directo, é muito melhor do que as adaptações ao cinema como Batman vs Superman: Dawn of Justice e Suicide Squad. Há que elogiar os actores de voz pelo seu trabalho fenomenal, um elemento que ajuda imenso na caracterização das personagens, e nas sequências cienmáticas que ligam os momentos de luta. A Netherrealm criou um modo história digna de um blockbuster e que aproveita bem o universo da DC Comics.
"A Netherrealm criou um modo história digna de um blockbuster e que aproveita bem o universo da DC Comics."
Mas o modo história é apenas uma das coisas que Injustice 2 tem para oferecer. O Multiverso e o sistema de gear / loot dão a Injustice 2 uma longevidade praticamente infinita. O multiverso é um sistema parecido às living towers de Mortal Kombat. No multiverso há novos desafios diários com diferentes requisitos e dificuldades. Os desafios são muito variados, por exemplo, num dos desafios caíam mísseis do céu se qualquer personagem estivesse parada durante alguns segundos. Noutro desafio choviam esporadicamente corações, o que permitia ganhar vida. Estes desafios são os mais acessíveis, porque se quiserem enfrentar os mais complicados, têm que evoluir uma personagem até nível 20 e equipar-lhe bom equipamento.
A Netherrealm adoptou em Injustice 2 um sistema nunca antes visto num jogo deste género. Ao completarmos o modo história, desafios do multiverse e ao subir de nível com as personagens, ganhámos as Mother Boxes, que são basicamente caixas com peças de equipamento. Existem Mother Boxes de diferentes categorias, do bronze ao diamante, e como seria de esperar, as de diamante são as que contêm melhor equipamento. Devido à grande quantidade de personagens, é incomum o equipamento que queremos para a personagem que mais usámos, mas é um sistema viciante e que, surpreendentemente, funciona bem em Injustice 2. As peças de equipamento, além de aumentarem as estatísticas das personagens, modificam a sua aparência. Até podemos equipar shaders para alterar a coloração da armadura e manter as estatísticas de uma peça e trocar o seu visual por outro.
2
O sistema de equipamento permite alterar drasticamente o visual das personagem.
Além da grande longevidade que os modos a solo oferecem, podem testar no modo online as vossas capacidades contra outros jogadores. Se quiserem competir a sério, há o modo Ranked, mas se por outro lado preferem algo mais relaxado e casual, têm o modo Unranked. Sempre que vão enfrentar um oponente, podem ver a qualidade da sua ligação e também as vossas probabilidades de vencer. Se não gostarem das probabilidades ou da qualidade da ligação, podem recuar e tentar encontrar outro adversário. Não se aventurem no online até saberem jogar bem com pelo menos uma personagem, ou arriscam-se a ser "carne para canhão".
"Em conteúdos é extremamente completo, graças ao modo história surpreendente e ao multiverse, que prolonga a longevidade por muitas horas"
Quanto mais jogamos Injustice 2, mais nos apercebermos da atenção que a Netherrealm prestou às pequenas coisas. É um jogo de luxo que tem mais do que seria de esperar para um jogo do gênero. Em conteúdos é extremamente completo, graças ao modo história surpreendente e ao multiverse, que prolonga a longevidade por muitas horas. Visualmente, é arrebatador e, em certos momentos, é quase como se estivéssemos a ver um filme no cinema. Os cenários têm pormenores que saltam à vista e podemos interagir com alguns deles, usando-os como armas contra o nosso adversário. Em cada cenário também podemos mandar o adversário para fora dos limites, iniciando um momento espetacular e cinemático.
Injustice 2 não é apenas um excelente jogo de super-heróis, é igualmente um dos jogos de luta mais competentes da atualidade. Em termos de conteúdos para um jogador, simplesmente não tem rival. O sistema de combate é acessível, mas também consegue ser complexo e equilibrado. Em simultâneo, introduz com sucesso um sistema de equipamentos e de personalização das personagens que até agora era impensável no gênero, mas que funciona surpreendentemente bem. Injustice 2 é faz tantas coisas e de forma tão competente que é difícil pensar de que forma é que poderia ser melhor. A Netherrealm fez mais do que seria de esperar e o resultado é um jogo sobe ao pódio do gênero.

0 comentários:

Nos deixe saber sua opinião...

Square Enix vai estar sozinha na produção de Final Fantasy VII Remake

Com a apresentação de Final Fantasy VII Remake ao mundo, os fãs da série ficaram a saber que a Square Enix estava a trabalhar neste proje...

Com a apresentação de Final Fantasy VII Remake ao mundo, os fãs da série ficaram a saber que a Square Enix estava a trabalhar neste projeto com a CyberConnect2. Agora sabemos que esta parceria chegou ao fim.

A revelação foi feita pelo designer japonês Naoki Hamaguchi, que até agora trabalhava como chefe de projeto de Mobius: Final Fantasy, e que a partir de agora assumirá um novo papel na produção do esperado remake. Hamaguchi explicou que a produção do jogo passa agora a ser exclusiva da Square Enix.
A companhia vai tomar controlo absoluto de todas as fases de produção e do processo de controlo de qualidade, segundo Hamaguchi, que trabalhou noutros jogos da série como Final Fantasy XII, a trilogia Final Fantasy XIII e o citado jogo para smartphones.










Os motivos pelos quais a Square Enix decidiu deixar de trabalhar com a CyberConnect2 para a produção de Final Fantasy VII Remake não foram tornados públicos, mas servem para entender porque é que a companhia japonesa está a contratar novos profissionais para trabalhar neste ambicioso projeto que de momento ainda não tem uma data de lançamento.

4 comentários:

Nos deixe saber sua opinião...

Rumor: Xbox Scorpio não será lançada antes de Outubro

A Microsoft não deverá lançar para o mercado a sua Project Scorpio antes de Outubro de 2017. Isto segundo Jez Cordon, editor sênior do Wi...

A Microsoft não deverá lançar para o mercado a sua Project Scorpio antes de Outubro de 2017. Isto segundo Jez Cordon, editor sênior do Windows Central.

Recentes rumores indicavam que a nova consola da Microsoft seria lançada em Agosto ou até ainda mais cedo, mas Cordon veio a público dizer que isso não seria possível visto que é necessário um processo de certificação no kit de desenvolvimento para os jogos da consola que não deverá acontecer antes de Outubro.
The rumors of Scorpio hitting in August or even earlier are false. Launch games require cert against October 2017 XDK.
A Microsoft ainda não confirmou a data de lançamento desta poderosa consola. Sabemos apenas que chegará antes do final deste ano.

Na E3 2017 a companhia norte-americana irá contar todos os detalhes sobre a Project Scorpio e é muito provável que revele mais concretamente a sua data de lançamento.

1 comentários:

Nos deixe saber sua opinião...

Foco da Square Enix vai estar na criação dos grandes jogos

Yosuke Matsuda, presidente da Square Enix, explicou que a companhia vai estar focada no desenvolvimento internos dos grandes jogos da com...

Yosuke Matsuda, presidente da Square Enix, explicou que a companhia vai estar focada no desenvolvimento internos dos grandes jogos da companhia e contratar estúdios externos para os jogos de pequeno e médio tamanho.

Matsuda explicou aos investidores da Square Enix, depois do sucesso de Nier: Automata que rendeu comercialmente acima das previsões da companhia, que "em termos de equilíbrio entre os nossos desenvolvimentos internos e a subcontratação externa, o nosso objectivo é desenvolver principalmente os nossos maiores títulos a nível interno e dar a terceiros os jogos de tamanho médio".
a
Para o presidente da companhia "é importante criar novos jogos, e por essa razão também estamos a pensar em como criar laços com companhias externas que nos ajudem a equilibrar os resultados".

0 comentários:

Nos deixe saber sua opinião...

E3 2017 - O que esperar da Sony

Estamos aqui para falar da Sony. Apesar do bom momento vivido pela Sony na divisão PlayStation, a Sony não se pode dar ao luxo de adormec...

Estamos aqui para falar da Sony. Apesar do bom momento vivido pela Sony na divisão PlayStation, a Sony não se pode dar ao luxo de adormecer ao volante e existem muitas mensagens que os consumidores querem receber neste grande evento que se avizinha. A PlayStation 4 desfruta de uma fantástica popularidade, é líder de mercado, mas a PlayStation 4 Pro ainda não recebeu o tipo de apoio que a grande maioria dos seus compradores esperava. Por outro lado, o PlayStation VR ainda procura uma cadência mais fluída de lançamentos para justificar o preço e o serviço PlayStation Plus precisa renovar a imagem altamente negativa.

Existem grandes jogos já anunciados e será de prever que a Sony concentre a sua apresentação na preparação e promoção dos títulos que já revelou. No entanto, existem imensos estúdios nos seus quadros e propriedades intelectuais altamente ricas, deixando espaço para imaginar surpresas e eventuais anúncios. Apesar da sensação que já conhecemos os próximos 20 meses da Sony, não evitamos sentir a necessidade por novidades. Algo particularmente importante quando falamos da E3.

God of War

A imponente apresentação do exclusivo PlayStation 4 na conferência E3 2016 foi bem representativa da importância e significado da série God of War na família PlayStation. Kratos é mais do que um poderoso protagonista com uma personalidade forte e envolvente, é um dos nomes mais fortes desta indústria e a face de uma franquia que procura evoluir. Além da presença do seu filho Atrius como parte do gameplay, o novo God of War mudou a perspectiva da câmara e apresenta diversas novidades (Kratos ganha XP ao cumprir tarefas). O primeiro trailer parecia querer enganar-nos e sugerir que o nome era God of War: The Last of Kratos.
Tivemos apenas um pequeno vislumbre do que a Sony Santa Monica está a preparar e agora é hora do vídeo gameplay mais indicativo do produto final. Queremos ver o jogo a correr de uma forma que esteja ao nível da experiência que terás nas lojas. A data de lançamento, antes de abril de 2018, e mais momentos violentos e marcantes.
 Publicidade 

Spider-Man

A Insomniac Games tem nas mãos o regresso do Homem-Aranha ao mundo dos videojogos, num exclusivo PlayStation 4 em mundo aberto. Depois de jogos como o mais recente Ratchet and Clank e Sunset Overdrive, ninguém na indústria dos videojogos duvida do talento incrível da Insomniac para criar jogos bem humorados, com gráficos espectaculares e um gameplay divertido. Sunset Overdrive é dos jogos mais divertidos que jogamos nesta geração de consolas, enquanto o mais recente Ratchet and Clank deslumbra com a sua personalidade e qualidade gráfica.
Spider-Man da Insomniac Games terá de se apresentar como uma evolução dos aclamados conceitos e valores do estúdio. Capaz de deslumbrar com os seus gráficos, com um humor e personalidade que captam a essência das desventuras de Peter Parker, e um gameplay em mundo aberto capaz de nos amarrar horas a fio. A sua presença na E3 é aguardada com especial entusiasmo.

Days Gone

O título da Sony Bend será provavelmente um dos maiores nomes da Sony para a sua conferência na E3. Depois da revelação no ano passado, pouco mais se viu sobre o jogo e a Sony está a tratá-lo com muito secretismo. Recentemente, o actor que dá voz ao protagonista disse que Days Gone vai estar em grande na E3 e assim o esperamos. Mais gameplay, revelação das principais mecânicas, e acima de tudo a apresentação de um jogo com a sua personalidade própria é o que mais desejamos ver.
Perante nomes como Spider-Man, The Last of Us: Parte 2 ou God of War, uma nova propriedade intelectual facilmente fica para segundo plano mas acreditamos que a Sony saberá dar o merecido tempo ao jogo. O potencial está lá, agora queremos descobrir o que foi feito com ele.

The Last of Us: Parte 2

É quase impossível pensar na E3 2017 sem imaginar que este título esteja presente. A aguardada sequela da Naughty Dog é um dos mais aguardados jogos desta indústria e pelo menos um trailer com a data "2018" terá de aparecer. Depois dos anos de rumores, enquanto a remasterização do primeiro era preparada, depois do trailer de revelação na PlayStation Experience 2016, o mundo precisa ver Ellie e Joel novamente. Nem que seja num trailer que revele momentos gameplay que podem ser transformados em gloriosos gifs.
Faz parte do respeitável catálogo de exclusivos da Sony e é impensável imaginar a E3 2017 sem este The Last of Us: Parte 2. Talvez seja muito cedo para lhe deitar as mãos e o experimentar, mas nunca é cedo demais para mais imagens e vídeos. Ficaremos a aguardar impacientemente.

Horizon Zero Dawn - Expansão

Horizon Zero Dawn é um fascinante jogo de acção e aventura que pode durar até 60 horas de jogo. No entanto, assim que terminas a épica jornada de Aloy imaginada pela talentosa Guerrilla Games, quase certamente que ficas a pedir mais. O mundo de jogo e o cenário pós-apocalíptico apresentado pelos Holandeses tem imenso potencial e não acreditamos que a Sony o vá deixar a dormir durante os próximos dois anos. Pelo contrário, acreditamos que a Sony e a Guerrilla vão tentar capitalizar com o sucesso desta nova propriedade intelectual e explorar este Horizon Zero Dawn de formas mais expansivas.
A Guerrilla já confirmou que está a trabalhar em novos conteúdos de história e acreditamos que serão apresentados na E3 2017. Mais do que isso, acreditamos que seguirá o exemplo da Naughty Dog com Uncharted: Lost Legacy e apresentar uma expansão em separado. Talvez possa aproveitar esta expansão para aprofundar o mundo de Horizon Zero Dawn e contar o passado de Rost, explorando os Nora e as suas misteriosas tradições. Depois do sucesso do jogo, não acreditamos que a Guerrilla vá seguir pela maneira mais fácil.

Bloodborne 2

Este é mais um dos jogos que tem sido alvo de vários rumores e uma sequela que os jogadores com uma PlayStation 4 adorariam ter. O primeiro é considerado uma referência no catálogo de exclusivos da consola e uma amostra do talento da From Software, mas até ao momento nem a Sony ou o estúdio Japonês fez qualquer menção ao jogo. Poderá ser uma surpresa bem guardada e preparada para uma revelação de grande impacto, mas até ao momento é apenas isso, rumor e especulação.
Agora que a From Software se despediu da série Dark Souls, muitos temem passar demasiado tempo sem um novo jogo do género, e apesar de surgirem derivados (como o sensacional NiOh), a mestria de Hidetaka Miyazaki fez a diferença no gótico e aterrador Bloodborne. Será que a sequela vai mesmo ser apresentada na E3? Teremos de esperar para ver.

Gran Turismo Sport

A série Gran Turismo ainda não entrou na nova geração, o que para muitos jogadores e entusiastas da Polyphony Digital poderá ser encarado como mau planeamento por parte do estúdio Japonês. Conhecido por demorar tempo no desenvolvimento dos seus jogos, a PD agendou Gran Turismo Sport para o final de 2017 depois de o adiar e agora os fãs ficam cada vez mais ansiosos e impacientes. Especialmente porque a série Gran Turismo já foi um bastião da PlayStation. Será precisa uma boa demonstração por parte de Gran Turismo Sport para que os fãs sintam que é um jogo completo e de qualidade. Especialmente quando pensam que vão ficar mais 4 ou 5 anos à espera de um possível Gran Turismo 7.
Não é à toa que muitos pedem todos os dias que Gran Turismo Sport seja um jogo completo e não uma espécie de demo/prologue para colmatar a ausência de um jogo completo. Sendo parte importante da campanha de final de ano da Sony para a PlayStation 4, está na hora de Gran Turismo Sport revelar a sua data de lançamento, de apresentar mais novidades, e até quem sabe anunciar uma demo acessível para todos os jogadores.

PlayStation VR

O lançamento em Outubro de 2016 permitiu finalmente a entrada na realidade virtual da Sony, mas até ao momento ainda não foram lançados jogos capazes de tornar o capacete mais atractivo. Muitos temem pagar €400 por uma peça de tecnologia que não terá o apoio da indústria ou da própria Sony, a PS Vita ainda é recente e os jogadores não esquecem o tratamento da Sony, enquanto outros sentem simplesmente que os grandes estúdios da Sony jamais serão colocados a trabalhar em jogos VR.
Os rumores sugerem que a Sony Santa Monica está a desenvolver um jogo de alto perfil para o PSVR e a Sony terá mais de 1 milhão de consumidores que pagaram €400 à espera de novidades. A realidade virtual precisará de alguma atenção durante o evento e mais do que isso, precisará de jogos capazes de a tornar mais atractiva para os jogadores.

Sucker Punch

Se perguntarem a muitos jogadores que compraram uma PlayStation 4 em Novembro de 2013 sobre qual foi a maior desilusão na hora de caminhar para a loja, provavelmente muitos vão responder que foi "saber que inFAMOUS: Second Son foi adiado para 2014". O jogo da Sucker Punch foi o jogo que deu início a valer a esta geração na consola da Sony. O gameplay refinado e a excelente qualidade dos seus visuais maravilhou os jogadores e passados 3 anos talvez seja hora da Sucker Punch regressar.
Rumores vindos de fontes de confiança indicam que a Sucker Punch está a trabalhar naquilo que mais adora: um jogo em mundo aberto com um forte foco na qualidade gráfica. Não sabemos quando será anunciado ou se pertencer à série inFAMOUS, mas que sentimos saudades do talento e energia da Sucker Punch sentimos. Será que a grande surpresa da E3 2017 da Sony será um novo inFAMOUS?

PlayStation Plus

O serviço PlayStation Plus tem sido um dos temas mais controversos entre os consumidores PlayStation, especialmente entre os jogadores com uma PS4. A decisão da Sony em tornar obrigatória uma subscrição PlayStation Plus para aceder aos modos online nos jogos PS4 gerou uma controvérsia que já dura desde Junho de 2013. Colocou na Sony uma pressão ainda maior, no que diz respeito às ofertas mensais do serviço, mas também tornou mais exigentes os subscritores a respeito das funcionalidades e serviços pelos quais estão a pagar. Para a E3 2017, a Sony precisa dedicar alguns minutos ao serviço e apostar na melhoria da qualidade.
A Sony não pode olhar para o lado e assobiar, terá de mostrar o valor do serviço, altamente rentável diga-se, não só para incentivar mais pessoas a aderir mas especialmente para justificar o valor a quem já paga. A qualidade dos jogos é algo subjectivo, dependerá sempre dos gostos de cada um, mas existem pontos que a Sony pode abordar de uma forma geral. Mais funcionalidades, promoções melhores, incentivos mais atractivos nas pré-reservas digitais, extras mais fortes para quem for membro PS Plus e quer comprar um jogo. É preciso fazer algo para mudar a conotação negativa que existe em torno de um serviço que decidiram tornar quase imprescindível.

0 comentários:

Nos deixe saber sua opinião...

NieR: Automata excedeu as expectativas da Square Enix

A excêntrica e apaixonante jornada de Yoko Taro apresentada em NieR: Automata não só cumpriu com as expectativas da Square Enix como na r...

A excêntrica e apaixonante jornada de Yoko Taro apresentada em NieR: Automata não só cumpriu com as expectativas da Square Enix como na realidade as conseguiu exceder.

Na mais recente reunião com os investidores, a Square Enix confessou que o jogo excedeu as expectativas e afirma mesmo que "gerou vendas que superaram significativamente as novas estimativas."










O que isto significa para o futuro da companhia Japonesa é uma nova postura no que diz respeito à forma como vai tratar o desenvolvimento dos seus videojogos.
NieR: Automata foi desenvolvido em parceria com a Platinum Games e é considerado um jogo de média escala pela Square Enix. Para o futuro, a companhia vai adaptar a mesma postura, jogos de média escala serão desenvolvidos com o apoio de estúdios externos.
Os estúdios internos da Square Enix vão-se forcar no desenvolvimento de jogos de grande escala e será procurada ajuda externa para injetar nova energia em séries conhecidas.
A Square Enix disse ainda que estará mais receptiva a colaborações com outros jogos, como o fato de 2B em Gravity Rush 2 da Sony, como forma de promover os seus jogos.

0 comentários:

Nos deixe saber sua opinião...