News

Rumor: PS5 Pode ser Mais Poderoso do que se pensa com GPU exclusiva

Segundo Canal Detonando Geek, fontes e vazamentos apontam que a nova Tecnologia Navi foi encomendada pela Sony para implementar no seu p...



Segundo Canal Detonando Geek, fontes e vazamentos apontam que a nova Tecnologia Navi foi encomendada pela Sony para implementar no seu próximo console. PS5 pode trazer GPU exclusiva para seu console e Ryzen esta praticamente confirmado. 


 


Fonte: Detonado Geek

0 comentários:

Nos deixe saber sua opinião...

Nintendo pede registro de novas marcas ligadas ao GameCube

A Nintendo pediu pelo registro de três novas marcas no Japão ligadas ao clássico console GameCube, lançado originalmente em 2001. Revel...

A Nintendo pediu pelo registro de três novas marcas no Japão ligadas ao clássico console GameCube, lançado originalmente em 2001.

Revelados pela Japanese Nintendo, os pedidos de registro de marca são particularmente interessantes por estarem ligados à categoria de games, responsável por software e hardware ligados a jogos eletrônicos, e não à categoria de mercadorias.



Os pedidos relacionados ao GameCube foram feito em conjunto com uma série de outras requisições, incluindo de marcas – em inglês – como Sky Skipper, Fitness Boxing, NES, Nintendo Entertainment System, Game Boy e Nintendo 3DS.

Ainda não é certo o que os pedidos significam, mas é possível que a empresa já esteja mirando em uma futura reedição do console em versão miniatura – assim como já fez como o NES e SNES Classic Edition.

Vale lembrar também a companhia recentemente reviveu os controles clássicos do GameCube para o Nintendo Switch, que poderão ser usados como controles no novo Super Smash Bros. Ultimate.

Ainda assim, tecnicamente, antes da chegada de um mini GameCube, ainda precisaríamos de um mini N64, uma vez que o console foi originalmente lançado em 1996. A Nintendo já pediu até o registro da marca no Japão.

Fonte

0 comentários:

Nos deixe saber sua opinião...

The Last of Us: Part 2 não será completamente linear

Naughty Dog confirma liberdade para tomar decisões. The Last of Us: Part 2 não será um jogo em mundo aberto em que poderás explorar liv...

Naughty Dog confirma liberdade para tomar decisões.

The Last of Us: Part 2 não será um jogo em mundo aberto em que poderás explorar livremente o horizonte, no entanto, também não será um jogo completamente linear em que não tens a oportunidade de tomar qualquer decisão.
A própria Naughty Dog confirmou-nos isto na E3 2018, depois de uma sessão privada em que assistimos novamente à demonstração gameplay de The Last of Us: Part 2, a mesma que tiveste a oportunidade de assistir durante a conferência da PlayStation na E3 2018.

O facto de assistirmos à mesma demo duas vezes, em que não houve qualquer alteração na gameplay, levou-nos a questionar a quantidade de liberdade existente no jogo. A resposta da Naughty Dog foi que tudo aquilo que tivemos a oportunidade de ver era gameplay, mas coreografado, descrevendo a experiência como "linearidade alargada".
Quanto aos limites da liberdade, ficamos curiosos se, no final da demonstração, o jogador será obrigado a matar aquele inimigo que fica de joelhos perante Ellie. A Naughty Dog afirmou que não, na versão final não terás que executar aquela personagem.
O estúdio explicou que as decisões vão depender dos momentos. Haverá situações em que terás poder de decisão e poderás até ignorar inimigos, enquanto noutras situações terás mesmo que jogar da forma que a Naughty Dog idealizou.
The Last of Us: Part 2 está em desenvolvimento para a PlayStation 4, mas ainda não tem data de lançamento definida.
(Nota: a notícia não tem exatamente as palavras ditas pela Naughty Dog devido a uma restrição que impedia a gravação de vídeo e de áudio da sessão privada.)

Fonte: Eurogamer

0 comentários:

Nos deixe saber sua opinião...

Rumor: Google atuará em três frentes contra o Xbox e PlayStation

Não é comum associar o nome do Google a videogames e, quando isso é feito, quase sempre se refere à sua plataforma de Realidade Virtual. No...

Não é comum associar o nome do Google a videogames e, quando isso é feito, quase sempre se refere à sua plataforma de Realidade Virtual. No entanto, os rumores de que ele está se preparando para dar o salto para este terreno estão cada vez mais soando. Este último até especifica que o atuará em três áreas diferentes: uma plataforma de streaming ou nuvem, um hardware (console) e um espaço para desenvolvedores.

Existem cinco fontes que fornecem informações sobre o assunto, diz Kotaku. Eles dizem que na última GDC de março, os emissários do Google participaram de várias reuniões com outras empresas para compartilhar seus planos de streaming em uma plataforma que seria chamada de momento Yeti e verificar que gerou interesse. Funcionaria de maneira semelhante à GeForce Now da Nvidia, processando jogos processados em computadores remotos.
A computação em nuvem não é novidade nos videogames e até foi integrada aos consoles tradicionais, com o Nintendo Switch como último exemplo. No entanto, a intenção do Google é reduzir ainda mais as necessidades e permitir até mesmo jogar em uma guia aberta no navegador Google Chrome instalado em um computador. Ou permitir o lançamento de um jogo com apenas um clique de um botão localizado em um vídeo do YouTube. O equipamento de hardware para venda seria um passo intermediário para quem precisa, como na Shield TV.
O boato tomou força com a E3 2018. As fontes dizem que o Google também apareceu em Los Angeles, com predisposição para delinear os seus planos e até mesmo estava negociando com as empresas para comprar estudos inteiros de desenvolvimento. O que é certo é que alguns planos têm, porque foram reforçados nos últimos meses com contratações como Phil Harrison, figura que já trabalhou para o PlayStation e Xbox no passado.

20 comentários:

Nos deixe saber sua opinião...

PHIL SPENCER GARANTE MAIS EXCLUSIVOS, FALA SOBRE PRÓXIMA GERAÇÃO E JAPÃO

A última edição da revista Famitsu, maior veículo de publicação de games do Japão, trouxe uma longa entrevista com Phil Spencer, chefe da d...

A última edição da revista Famitsu, maior veículo de publicação de games do Japão, trouxe uma longa entrevista com Phil Spencer, chefe da divisão Xbox. Na ocasião, Spencer falou sobre suas viagens ao país asiático, ressaltou a importância de manter bom relacionamento com os nipônicos e enalteceu que esse é um "trabalho em construção". O executivo também falou sobre a próxima geração e garantiu que, com a aquisição dos diversos estúdios mencionados na conferência para a E3, os donos da plataforma podem esperar por um aumento na quantidade de exclusivos.



"O jogador é o principal", diz Spencer sobre a boa performance do Xbox na referida conferência. "Atualmente, dois bilhões de pessoas no mundo jogam games em diversos dispositivos", lembra Spencer, para ressaltar que a ideia é "oferecer uma maravilhosa experiência aos usuários ao entregar o melhor e mais poderoso hardware". Ele diz que esse objetivo foi atingido com o Xbox One X, mas quer "ir além".

Na visão do líder, alguns pilares devem ser priorizados na atual geração e na próxima. Ele opina que "resolução é importante, taxa de quadros também é importante" e, mais que isso, "inteligência artificial será de grande ajuda para tornar os jogos e seus personagens mais vívidos".

Por fim, mas não menos importante, Spencer diz que "tem sido um prazer" conversar com desenvolvedores do Japão que estão dando suporte ao Xbox. Os usuários japoneses da plataforma poderão usufruir de "ainda mais conteúdo" no futuro – e isso funciona para o Ocidente também.

O que você acha das palavras de Spencer? Concorda com os pilares defendidos por ele para a próxima geração? Deixe sua visão sobre o assunto aqui embaixo, na seção de comentários.

Fonte: Voxel

1 comentários:

Nos deixe saber sua opinião...

Também para os haters, Microsoft fará um anúncio hoje

A  Microsoft  possui uma legião incrível de  haters , pessoas que disseminam ódio contra seus produtos, e isso não é de hoje,  e claro que ...

Microsoft possui uma legião incrível de haters, pessoas que disseminam ódio contra seus produtos, e isso não é de hoje,  e claro que com o Xbox One não seria diferente. Os jogos do Xbox são o alvo, principalmente State of Decay 2 que foi o jogo mais vendido do mês de maio de acordo com os dados do NPD. Foi incrível ver isso, pois o jogo está disponível no Xbox Game Pass e foi muito criticado pela mídia, e ainda assim, bateu exclusivos renomados de outras plataformas e jogos multiplataforma de peso.

Contudo,  Mat Piscatella da NPD Group, afirmou no Twitter que muitos youtubers estão dizendo que esses dados são fakes, e estão desmerecendo State of Decay 2 e o próprio instituto NPD Group.
Piscatella afirmou:
Youtubers aleatórios afirmam que o fato de State of Decay 2 ocupar o primeiro lugar nos dados de maio como sendo “fake news”.
O homem de 2018 é estúpido.
Aaron Greenberg, chefe do marketing do Xbox, respondeu ao tweet da seguinte forma:
Eles vão amar nosso anúncio hoje …

Random youtubers claiming State of Decay 2 taking the top sales spot in May data as being "fake news".


Man 2018 is stupid.
Obviamente, Greenberg foi irônico ao dizer que eles vão “amar” o anúncio que a Microsoft fará hoje. Contudo, possivelmente, a Microsoft deverá relevar números sobre State of Decay 2 como também uma forma de “calar a boca” de quem ainda desmerece o jogo.

State of Decay 2 está disponível para Xbox One e PC, inclusive via Xbox Game Pass.


1 comentários:

Nos deixe saber sua opinião...

Novos detalhes de The Last of Us Parte 2 sugerem um novo personagem jogável

The Last of Us Parte 2 poderá ter mais de um personagem jogável The Last of Us Parte 2 ganhou novidades interessantes há alguns dias, n...

The Last of Us Parte 2 poderá ter mais de um personagem jogável

The Last of Us Parte 2 ganhou novidades interessantes há alguns dias, na E3 2018. Vimos um pouco do gameplay brutal que o jogo propõe, bem como algumas pequenas partes da história. Depois de alguns dias, vimos a Neil Druckman trazendo informações interessantes e uma delas é que jogaríamos na totalidade com a garota Ellie. Parece que alguma coisa pode ainda estar no escuro, ou é mais um dos mistérios da ND.



Uma recente entrevista em vídeo com a designer co-líder do jogo, Emilia Schatz, trouxe uma ideia diferente. Schatz – que trabalha na Naughty Dog desde 2010 (Uncharted 3, The Last of Us e Uncharted 4) – conversou com o veículo Jeux Actu para falar sobre os elementos de desenvolvimento de TLOU Pt2. Durante a entrevista foi perguntado sobre a redução da quantidade de personagens jogáveis, Schatz disse:

“Bem, a esta altura, estamos prontos para mostrar a Ellie como personagem jogável. Isso pode mudar no futuro, mas ainda não estamos prontos para falar sobre isso, então acho que há muito sobre o jogo que ainda não foi revelado.”

Obviamente não há nenhuma confirmação, mas claramente há uma sugestão de que Ellie pode não ser a única personagem que controlaremos.

Estaria a ND despistando os fãs? Não seria a primeira vez que eles fazem isso, porém nada é concreto nesse momento. Será que, em momentos chave do game, assim como no primeiro que controlamos Ellie, haverá algo parecido nesse. E sendo dessa maneira, pouco tempo de jogo, eles talvez não considerariam como personagem jogável? É uma suposição bem chula, mas é a única coisa que poderia significar essas declarações contraditórias.

E aí, o que você acharam? Jogaremos com mais de um personagem? Se sim, quem será? Joel ou mãe de Ellie?

Fonte: Combo Infinito

0 comentários:

Nos deixe saber sua opinião...

Sony diz que tem o catálogo melhor e mais diverso

Qual é a companhia de videojogos que neste momento tem o melhor e mais diverso catálogo? Para Michael Denny, o responsável pelos Worldwide ...

Qual é a companhia de videojogos que neste momento tem o melhor e mais diverso catálogo? Para Michael Denny, o responsável pelos Worldwide Studios da Sony na Europa, não há dúvidas, afirmando durante a E3 2018 que é a PlayStation.



Durante uma entrevista com o GameReactor, Michael Denny disse que "quando olhas para os lançamentos atuais e para os próximos, acredito que não temos apenas o melhor alinhamento, mas também o alinhamento mais diverso de jogos".

Embora na sua conferência da E3 2018 e PlayStation só tenha mostrado quatro jogos - The Last of Us: Part 2, Ghost of Tsushima, Death Stranding e Spider-Man - havia mais para experimentar na feira, nomeadamente Dreams, Days Gone, Concrete Genie e outros.

"Queremos ser inclusivos, queremos ter jogos para todos os jogadores. Claro que os títulos triple AAA centrais vão existir sempre, mas fazer coisas como o Playlink é importante para nós para termos algo para os amigos e família da nossa audiência PlayStation. Os jogos podem mesmo apelar a um mercado das massas."

A razão para haver tanta diversidade e qualidade nos títulos da PlayStation deve-se, de acordo Michael Denny, à liberdade criativa que a equipa de gestão dá a todos os estúdios da companhia.

"Ultimamente, queremos ter os melhores jogos possíveis. Para ter os melhores possíveis, confiamos e damos poder aos nossos criadores, equipas e estúdios. Penso que o nosso papel numa equipe de gestão executiva é facilitar e permitir fluir a criatividade para que os jogadores e fãs recebem os melhores jogos possíveis."

Concordas com as palavras de Michael Denny?

Fonte:Eurogamer

0 comentários:

Nos deixe saber sua opinião...

PlayStation Plus: Jogos Gratuitos de Julho de 2018

Heavy Rain e Absolver lideram os jogos de julho para assinantes PlayStation Plus. Aproveite! ulho está quase aqui, com ele e o an...

Heavy Rain e Absolver lideram os jogos de julho para assinantes PlayStation Plus. Aproveite!



ulho está quase aqui, com ele e o ano já passou da metade! Vamos dar uma olhada nos títulos de julho para membros PS Plus.
Mas, antes de começarmos, você assistiu à E3 showcase? Caso não tenha visto, membros PS Plus podem baixar Call of Duty: Black Ops 3 agora mesmo como parte de sua assinatura. Estamos comemorando o lançamento futuro de Call of Duty: Black Ops 4, e o título estará disponível até o dia 11 de julho.
Agora, vamos para os jogos de julho!
PS Plus July 2018
Primeiro, temos Heavy Rain. Viva este tenso thriller psicológico, cheio de reviravoltas. Durante quatro dias, persiga um assassino conhecido apenas como o Origami Killer – devido às pistas que deixa nas cenas de seus crimes. Quatro personagens, cada um seguindo seus próprios instintos e motivações, participam de uma tentativa desesperada de prevenir que uma próxima vítima seja levada. Como a história termina é dever seu decidir.
PS Plus July 2018
Agora temos o intenso jogo de pancadaria, Absolver. Veja por trás da máscara deste jogo de ação e combate com artes marciais altamente customizável. Você pode combinar golpes, desvios, bloqueios e fintas para criar seu próprio estilo de luta, tudo num mundo dinâmico, com áreas dedicadas ao PvP e PvE.
Os títulos PlayStation Plus deste mês também incluem:
E aí está. Nos vemos no próximo mês, fãs PlayStation!

0 comentários:

Nos deixe saber sua opinião...

Criador de Crackdown não trabalha mais em Crackdown 3

Dave Jones deixou projeto quando sua empresa de tecnologia em nuvem foi adquirida pela Epic Dave Jones, o criador de Crackdown, não está ...

Dave Jones deixou projeto quando sua empresa de tecnologia em nuvem foi adquirida pela Epic

Dave Jones, o criador de Crackdown, não está mais trabalhando em Crackdown 3. A informação vem de uma reportagem do Polygon sobre o estado da Reagent Games, o estúdio que desenvolve o game de Xbox One.



Jones, que criou o primeiro Crackdown em 2007 e não trabalhou no segundo game, retornou à franquia com suas duas empresas: o estúdio Reagent e a Cloudgine, uma companhia de tecnologia em serviços de nuvem que seria responsável pelas bases dos ambiente completamente destrutíveis do game.

Entretanto, a Cloudgine foi adquirida em janeiro pela Epic Games, de Fortnite. Com a aquisição, Jones passou a trabalhar como diretor de estratégias de eSports e nuvem na Epic.

Além disso, a reportagem do Polygon também constatou que a Sumo Digital é o único estúdio a desenvolver Crackdown 3 no momento. Já o estado da Reagent permanece um mistério. Vários de seus integrantes deixaram a empresa, e seu site oficial está fora do ar.

A troca de estúdios pode ser uma das explicações para os diversos adiamentos de Crackdown 3, que foi anunciado em 2014 e agora tem data de lançamento prevista para fevereiro de 2019.

Fonte: The Enemy

0 comentários:

Nos deixe saber sua opinião...

“Não existem planos para downgrade”, diz desenvolvedora de The Last of Us 2

The Last of Us Part 2  foi um dos jogos mais graficamente inacreditáveis da E3 2018. O próprio CEO da Eidos Montreal chegou a duvidar das a...

The Last of Us Part 2 foi um dos jogos mais graficamente inacreditáveis da E3 2018. O próprio CEO da Eidos Montreal chegou a duvidar das animações do jogo, alegando que elas seriam falsas. Mas, segundo a desenvolvedora Naughty Dog, tudo ali é real e estava rodando em um PlayStation 4 Pro.
Em uma entrevista ao JeuxVideoGame, a designer de jogo, Emilia Schatz, diz que a empresa espera entregar exatamente aquele visual na versão final do título. Ela diz:


Estava rodando em um PS4 Pro. Não temos planos para fazer downgradeno jogo. Aquilo ali é exatamente como esperamos que o jogo chegará pra vocês.
Downgrade nada mais é do que uma simplificação gráfica feita pelos estúdios no momento de otimização do jogo em consoles. Em feiras e eventos, as desenvolvedoras demonstram jogos ainda longe de estarem finalizados, então, normalmente, vemos os gráficos que a empresa pretende colocar no jogo — e não necessariamente o gráfico final. O caso de Watch Dogs é muito famoso, onde essa simplificação foi drástica e mudou completamente o visual do título.
A entrevista completa pode ser conferida abaixo:


Poucos detalhes do jogo foram divulgados por enquanto, mas sabemos que desta vez os jogadores controlarão Ellie, que parece estar em uma jornada para conseguir vingança, embora não tenha sido revelado o motivo da sua fúria. Além disso, o tema dessa vez será “ódio”, ao contrário do primeiro jogo, que era “amor”.

  • 1 de 16

  • 2 de 16

  • 3 de 16

  • 4 de 16

  • 5 de 16

  • 6 de 16

  • 7 de 16

  • 8 de 16

  • 9 de 16

  • 10 de 16

  • 11 de 16

  • 12 de 16

  • 13 de 16

  • 14 de 16

  • 15 de 16
  • 16 de 16

The Last of Us Part II será lançado exclusivamente para PlayStation 4 e ainda não tem data de lançamento.

Fonte: Jovem Nerd

1 comentários:

Nos deixe saber sua opinião...