News

Recent Posts

A criação do mundo aberto imersivo em Horizon Forbidden West

  Em mais um publicação   blog oficial do PlayStation , a Guerrilla Games traz até nós mais alguns pormenores do processo de desenvolvimento...

 Em mais um publicação blog oficial do PlayStation, a Guerrilla Games traz até nós mais alguns pormenores do processo de desenvolvimento de seu AAA de alto calibre Horizon Forbidden West.



Já tivemos pormenores interessantes sobre as habilidades de Aloy bem como alguns dos segredos por detrás das máquinas de Horizon Forbidden West.

Neste novo artigo a Guerrilla Games "revela como correu o processo de criação de um mundo aberto imersivo, autêntico, e repleto de aventura, cultura e oportunidade, para a sequela de Horizon Zero Dawn."

É revelada a importância dada à sintonia entre as equipas que estão debruçadas sobre a sequela, capazes de criar um mundo em que todos os aspetos envolventes façam sentido e, sobretudo, que passem a sensação de realismo e que pertencem ao vasto mundo que estão a criar.

"A colaboração entre as suas equipes é essencial para que todos os aspetos presentes no jogo façam sentido, pareçam autênticos, reais, e transmitam a sensação de pertença ao local, apesar da dificuldade em transformar a narrativa em visuais integrados no mundo de Horizon Forbidden West."

A construção deste mundo aberto em constante evolução, onde cada tribo possui os seus próprios costumes, foi um dos grandes desafios.

"O objetivo passa por garantir que cada localização do jogo parece autêntica, para que o jogador encontre um mundo mais vivo e real que nunca, sobretudo tendo em conta que Aloy depende das várias povoações e dos seus NPCs para se sustentar e equipar."

"Todos os NPCs que não interagem em forma de combate fazem parte de um sistema onde foram criadas regras, tais como reações. Foi ainda criado um sistema de atitude que determina a personalidade, o que significa que podem ser criadas pessoas únicas que se comportam como indivíduos dentro do mundo. É ainda possível distinguir visualmente cada tribo através dos seus comportamentos, e animações."

Para além dos pormenores relacionados com o mundo de Horizon Forbidden West, sejam os NPCs e até os diversos ambientes de cada zona, é referida a importância dada ao que o jogador irá sentir ao jogar pela primeira vez a sequela.

"O equilíbrio da progressão do jogo é um dos principais focos, garantindo que cada jogador é facilmente capaz de adquirir um conjunto de equipamentos que o mantém poderosos o suficiente para enfrentar todos os desafios ao longo do jogo. Desta forma, foi criado um ecossistema que recompensa o jogador por interagir de forma mais profunda com o mundo de Horizon Forbidden West, enquanto permanece amigável para quem pretenda manter-se focado na narrativa principal."


"As armas e os fatos são agora mais potentes e elegantes, sendo que vão não só proporcionar resistência aos diversos tipos de danos que Aloy irá enfrentar, como também irão acumular bónus às habilidades, ou seja, com um determinado traje a impulsionar as habilidades certas as possibilidades são incontáveis. Ainda, Aloy poderá transportar até seis armas ao mesmo tempo, bem como trocar de arma e traje em movimento, permitindo que o jogador altere a sua abordagem a qualquer momento."

Horizon Forbidden West chega os consoles PlayStation 5 e PlayStation 4 a 18 de fevereiro de 2022,

0 comentários:

Nos deixe saber sua opinião...