News

GAMESCOM 2016: DLC DE FINAL FANTASY XV VAI ADEQUAR O GAMEPLAY A CADA PERSONAGEM

Dando continuidade à informação de que DLCs de Final Fantasy XV vão permitir que você controle outros membros do grupo além do protagonista...

Dando continuidade à informação de que DLCs de Final Fantasy XV vão permitir que você controle outros membros do grupo além do protagonista, a Square Enix confirmou que Gladiolus, Ignis, e Prompto terão jogabilidade completamente diferente da de Noctis em seus respectivos capítulos individuais.

Em entrevista ao IGN durante a Gamescom 2016, o diretor de Final Fantasy XV, Hajime Tabata, explicou que cada episódio que foca em um membro diferente do grupo vai adequar o gameplay de acordo com o personagem em questão, destacando seus pontos fortes e fracos.

“Por exemplo, com Gladiolus, queremos focar o aspecto de ação e ter muito mais disso para seu episódio", disse Tabata ao IGN. "A maneira que Final Fantasy é estruturado foca na ideia de personagens e níveis e, conforme você ganha níveis, você fica mais forte. Esta é a lógica por trás de tudo, você derrota inimigos mais difíceis sendo de nível maior que eles".



"Em um jogo de ação não é assim", continuou ele. "É como você joga o game, tecnicamente falando. Tudo o que precisamos fazer com o episódio de Gladiolus é ter um gameplay mais próximo a essa noção. A ideia não é ser um jogo de ação mais difícil ou complexo, mas sim dar às pessoas a oportunidade de controlar Gladiolus em um formato mais de ação".

De maneira semelhante, os episódios de Prompto e Ignis vão trazer gameplay que se alinha a seus talentos específicos.

“Para Prompto, vamos focar em como ele usa sua arma e vamos personalizar os sistemas para funcionar com isso", disse Tabata. "Quanto a Ignis, vamos focar em suas habilidades táticas e trazer um gameplay ainda mais estratégico".

Mesmo com esta ideia em mente, Tabata foi rápido em apontar que este DLC ainda está em estágios iniciais de planejamento e o desenvolvimento completo deste conteúdo ainda não começou. "Estamos obviamente nos concentrando no game base".

Final Fantasy XV chega em 29 de novembro para PlayStation 4 e Xbox One com legendas e textos em português. Ao menos no momento, uma versão PC não está em desenvolvimento.


6 comentários:

  1. Antigamente trocava de personagem no start, hoje é pelo cartão de credito.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É so falta eles venderem a intro com preço do jogo completo e retalharem todo o game para vender os pedaços como DLC tal qual a Capcom fez com Resident Evil Revelations 2.

      Excluir
  2. Talvez porque cada vez mais o controle sobre os personagens seja perdido né? Afinal, no X controlávamos todos, no XII você só controlava um mas podia trocar de personagem e criar gambits, no XIII a troca de personagens já era restrita ao Paradigma e agora não troca de jeito nenhum e o resto é tudo IA. É óbvio que pra quem gosta de controlar todos os personagens hoje seria melhor ter uma opção como a do XII do que não poder trocar de jeito nenhum.

    ResponderExcluir
  3. Quando o diretor do game era o tetsuya nomura e ainda era de ps3 vc poderia jogar com todos os personagens e as lutas eram bem mais estratégicas, agora virou devil may cry

    ResponderExcluir
  4. Putz com essa a série enumerada irá pro buraco e imagino que irão utilizar isso também para "vender" os personagens do FFVII remake. Cara não acredito que estou tendo o desgosto de ver a SE destruir a reputação da série que a tirou da falência por varias vezes. Star Ocean é um game completo e de qualidade ao contrário de Final Fantasy que pra termos ele completo precisamos desembolsar dinheiro para pagar as DLCs. Essa fusão com a Enix é um câncer pra Square pois apenas os games da Enix carregam todos os elementos tradicionais e não exigem DLCs, parece que internamente os caras da Enix querem apagar Final Fantasy e elevarem o nome da série Star Ocean.

    ResponderExcluir
  5. Isso nem é mais um jrpg, nem rpg é, ta mais pra um hack'n'slash com mapa aberto no estilo Red Dead Redemption, GTA e MSGV:PP. Pra que carros se existem os chocobos? Aeronaves? Hoverboards? É só um game de ação do estilo beat and slash com elementos de rpg. Maioria so irá comprar pela bela arte gráfica da SE e pelo game estar na moda desde a 7ª geração de consoles FF se tornou o tipo de game que você zera e larga no esquecimento. Sem graça.

    ResponderExcluir

Nos deixe saber sua opinião...