News

A Gamescom 2017, um dos grandes eventos anuais de games que acontecem na Europa, está chegando. Entre os dias 22 e 26 de agosto, a cidade...

A Gamescom 2017, um dos grandes eventos anuais de games que acontecem na Europa, está chegando. Entre os dias 22 e 26 de agosto, a cidade de Colônia, na Alemanha, receberá visitantes, desenvolvedores e expositores de vários países do mundo para acompanhar as principais novidades do mercado de games.
Algumas empresas ficarão de fora do line-up de apresentações da Gamescom 2017 -- a Sony, por exemplo, decidiu levar informações quentinhas do PlayStation para a Paris Game Week, que acontecerá em novembro. No entanto, é esperado que a Microsoft, Eletronic Arts e Nintendo divulguem novidades sobre games e hardware em suas conferências. Neste texto, separamos tudo o que você precisa e pode esperar da Gamescom 2017.

Microsoft e Nintendo

Após uma conferência cheia de novidades na E3 2017, a Microsoft também prometeu estar em peso na Gamescom 2017 -- no entanto, não espere muitos anúncios, e sim novidades sobre o que já foi relevado.
A empresa marcou uma apresentação no YouTube para o domingo (20), às 16h no Horário de Brasília, em que deve exibir games como Forza Motorsport 7 e Sea of Thieves, além de demonstrações e detalhes de pré-venda do Xbox One X. Haverá também uma transmissão, no mesmo horário da segunda-feira (21), para comemorar os 20 anos da franquia Age of Empires.
A Nintendo também não ficará de fora, com transmissões ao vivo em seu canal oficial para destacar dois de seus maiores games que estão por vir. Mais gameplay de Super Mario Odyssey, assim como comentários do produtor Yoshiaki Koizumi, serão exibidos na quarta-feira (23), às 10h (horário de Brasília).
No dia seguinte, às 7h (horário de Brasília), Metroid: Samus Returns será o destaque, com a presença do produtor Yoshio Sakamoto e do diretor criativo da MercurySteam, José Luis Márquez. Transmissões adicionais vão acontecer durante o evento, mostrando novidades de títulos como Xenoblade Chronicles 2 e Fire Emblem Warriors.

Electronic Arts

Os lançamentos do segundo semestre de 2017 incluem muitos games da Electronic Arts, entre eles Star Wars Battlefront 2, FIFA 18 e Need for Speed Payback. Todos eles estarão na Gamescom, além do evento ao vivo que a empresa vai transmitir na segunda-feira (21), às 13h30. Não há muito detalhes sobre o que exatamente será apresentando, mas, segundo a EA, os fãs podem esperar "gameplays, partidas ao vivo e outras surpresas".

Bethesda, Ubisoft, Square Enix e mais

A Bethesda é uma das desenvolvedores que confirmou presença na Gamescom 2017, mas não especificou revelará algo por lá. As expectativas é que a empresa divulgue conteúdo inédito de seus próximos lançamentos, que inclui The Evil Within 2 e Wolfenstein II: The New Colossus.
Enquanto isso, a Ubisoft levará para o publico do evento games como Far Cry 5, For Honor, Assassin's Creed Origins, Mario + Rabbids: Kingdom Battle, Just Dance 2017, The Crew 2 e South Park: A Fenda que Abunda Força. Entusiastas de eSports poderão acompanhar a final da Pro League de Rainbow Six no sábado (26).


A CD Projekt Red terá novidades sobre Gwent: The Witcher Card Game, além de uma competição do jogo de cartas com premiação em US$ 25 mil. A Blizzard já confirmou que deve anunciar um novo mapa e curta animado para Overwatch, enquanto a Capcom revelará personagens inéditos para Marvel vs. Capcom Infinitee a Warner mostrará o segundo pacote de lutadores de Injustice 2. Fãs de Shenmue III também podem comemorar a presença do game no evento.
Por fim, a Square Enix prometeu anunciar novidades de Final Fantasy XV no evento, provavelmente sobre o novo modo multiplayer que será adicionado ao game mais recente da franquia

Fonte: IGN

A Capcom apresentou um terceiro trailer de história de Marvel vs. Capcom Infinite e parece que os responsáveis pelo jogo melhoraram a fac...

A Capcom apresentou um terceiro trailer de história de Marvel vs. Capcom Infinite e parece que os responsáveis pelo jogo melhoraram a face de Chun-Li, algo que os fãs pediram, após muito gozo pelo meio.

A comunidade adepta aos fighting games expressou há muito as suas preocupações com várias das faces no jogo, Chun-Li é apenas uma delas, e por toda a internet surgiram memes e críticas.
Ryan "FChamp" Ramirez, jogador profissional, foi uma das várias vozes a reparar no problema:
Agora, o novo trailer, revelado ontem, apresenta uma Chun-Li muito melhorada, o que prova que a Capcom está atenta aos fãs.
1
Adicionalmente, a Capcom confirmou que esta é a lista completa dos personagens que estarão no jogo base, 30 no total:
  • Black Panther
  • Captain America
  • Captain Marvel
  • Doctor Strange
  • Dormammu
  • Gamora
  • Ghost Rider
  • Hawkeye
  • Hulk
  • Iron Man
  • Nova
  • Rocket Raccoon
  • Spider-Man
  • Thanos
  • Thor
  • Arthur
  • Chris Redfield
  • Chun-Li
  • Dante
  • Firebrand
  • Frank West
  • Jedah
  • Mega Man X
  • Mike Haggar
  • Morrigan
  • Nemesis
  • Nathan Spencer
  • Ryu
  • Strider
  • Zero










Capcom também confirmou os modos de jogo que estarão disponíveis no jogo:
Offline:
  • Story - entra numa feroz batalha entre os heróis dos dois universos e Ultron Sigma, uma junção de dois robôs.
  • Arcade - a clássica experiência Arcada.
  • Mission - entra em missões tutoriais ou em desafios avançados.
  • Training - treina as tuas habilidades e capacidades.
  • Vs. Player 2 - enfrenta outro jogador em modo local.
  • Vs. CPU - enfrenta um adversário controlado pela CPU.
  • Collection - A Base de Dados do Dr. Light deixa-te aceder à banda sonora, a arte, cutscenes da história, informação dos lutadores e mais.
Online:

  • Ranked Match - enfrenta outros jogadores e sobe de rank.
  • Casual Match - enfrenta outros jogadores sem afectar o rank.
  • Beginners League - liga especial para jogadores abaixo do nível 14.
  • Lobby - cria ou procura por um lobby onde 8 jogadores entram em combates 1 vs 1.
  • Rankings - vê os rankings mundiais.
  • Replay Settings - configura e visualiza repetições.

Depois de estragar surpresas à Ubisoft e à Square Enix, a loja online Amazon poderá ter estragado uma surpresa à Sony, revelando a exist...


Depois de estragar surpresas à Ubisoft e à Square Enix, a loja online Amazon poderá ter estragado uma surpresa à Sony, revelando a existência e conteúdos de uma edição Deluxe de God of War.
Segundo listado pela Amazon, a Sony está a preparar uma Edição Deluxe de God of War que inclui o jogo e vários extras digitais.
1
Além da banda sonora e de um livro de arte, esta edição inclui um tema dinâmico para a PS4, uma skin "Exile's Guardian" para o escudo de Kratos, o número 0 do comic God of War, e um conjunto de armadura "Death's Vow" para Kratos e Atreus.
Esta é uma edição que ainda não foi confirmada oficialmente pela Sony, mas tendo em conta o historial da Amazon para revelar antecipadamente edições especiais ou datas, é bastante intrigante.
God of War é um exclusivo PlayStation 4 que ainda não recebeu data de lançamento, além de um vago "2018".

Shadows: Awakening é um novo RPG de perspectiva isométrica com combates estratégicos em tempo real, anunciado hoje para a PlayStation 4, Xb...

Shadows: Awakening é um novo RPG de perspectiva isométrica com combates estratégicos em tempo real, anunciado hoje para a PlayStation 4, Xbox One e PC pela Kalypso Media.
Para celebrar o anúncio, foi preparado um trailer de revelação, no qual podes ver alguns dos principais argumentos deste Shadows: Awakening para te entusiasmar.
O jogo contará com um sistema de combates em tempo real, uma campanha para um jogador que dura mais de 40 horas, quebra-cabeças desafiantes, sistemas de loot e craft, e ainda um sistema party diferente do habitual.










Shadows: Awakening será lançado em 2018.

Marvel vs Capcom Infinite está quase a chegar às lojas e a Capcom decidiu partilhar um novo trailer dedicado à história do jogo, um dos mod...

Marvel vs Capcom Infinite está quase a chegar às lojas e a Capcom decidiu partilhar um novo trailer dedicado à história do jogo, um dos modos que mais entusiasmo está a despertar.
Se pensas que Ultron Sigma é o único vilão que os heróis dos dois universos vão encontrar, prepara-te para Jedah e para os seus planos sinistros. O personagem da Capcom tem algo a dizer e promete mexer com os dois mundos.










Marvel vs Capcom Infinite será lançado a 19 de Setembro na Xbox One, PC e PS4.

O adiamento de  Crackdown 3  para 2018 apanhou a grande maioria dos fãs desprevenidos, mas a Microsoft afirma que foi a medida acertada par...

O adiamento de Crackdown 3 para 2018 apanhou a grande maioria dos fãs desprevenidos, mas a Microsoft afirma que foi a medida acertada para que o jogo alcance todo o seu potencial, com a qualidade que todos merecem.


Phil Spencer, patrão da divisão Xbox da Microsoft, reforçou essas palavras através das redes sociais, onde comentou com os fãs o adiamento do exclusivo Xbox One e Windows 10.
"É sempre uma desilusão adiar uma data. Estamos altamente empenhados em lançar Crackdown 3 com o nível de qualidade que os fãs merecem," disse Spencer sobre o adiamento.
It's always disappointing to move a date. We are very committed to shipping @Crackdown 3 to the level of quality the fans deserve.

Depois do cancelamento de Scalebound e Fable Legends, estas não são as notícias que os fãs queriam ouvir e agora as atenções viram-se para a Gamescom, onde são esperadas boas novidades da Microsoft.

Uncharted 4: O Final de um Ladrão deveria ter sido o ponto final para a saga, pelo menos no que toca à Naughty Dog, mas o estúdio ainda não...

Uncharted 4: O Final de um Ladrão deveria ter sido o ponto final para a saga, pelo menos no que toca à Naughty Dog, mas o estúdio ainda não estava completamente preparado para dizer o adeus. A prova disso é Uncharted: O Legado Perdido, uma expansão standalone construída em cima dos alicerces que o estúdio criou para Uncharted 4. A expansão sempre esteve nos planos da Naughty Dog, só que inicialmente não tinha esta escala e não passada de um conteúdo adicional. Todavia, a equipa acabou por criar algo maior do que previsto e eis que agora temos uma expansão que, apesar de ser menor do que Uncharted 4, tem uma longevidade e escala de um jogo inteiro.
Quanto a vocês não sei, mas depois de cinco jogos (a contar com o da PlayStation Vita), já estava cansado de Nathan Drake. Não é uma má personagem, longe disso, mas já tinha dado à série tudo o que tinha para dar. Ainda bem que a Naughty Dog escolheu outra personagem para protagonista em O Legado Perdido. Essa personagem é Chloe, que não aparecia desde Uncharted 3. Na realidade, a expansão tem basicamente duas personagens principais. Para além de Chloe, também ficamos a saber mais de Nadine, a poderosa mulher que em Uncharted 4 tratou de saúde aos irmãos Drake, contudo, só podemos controlar diretamente Chloe, embora Nadine esteja praticamente sempre ao nosso lado.
O novo capítulo de Uncharted leva-nos até à Índia em busca da Presa de Ganesh, um antigo artefacto que até agora nunca ninguém conseguiu encontrar. Chloe e Nadine juntam esforços para encontrar este tesouro antes do Asav, um médico que virou mercenário e lunático com a ambição de iniciar uma guerra civil para purificar a Índia (ou seja, uma espécie de Hitler indiano). Em Uncharted, descobrir um tesouro que nunca ninguém conseguiu encontrar é sinónimo de explorar ruínas antigas em locais exóticos, resolver quebra-cabeças e escapar constantemente ao perigo e adversidades. No fundo, é mais Uncharted, só que agora com personagens diferentes. Para muitos, é mais do que suficiente.
 Publicidade 










A Naughty Dog aperfeiçoou ao longo dos anos a fórmula mágica de Uncharted e O Legado Perdido tira proveito máximo de tudo o que o estúdio aprendeu até agora, mas não é diferente do que encontraste em Uncharted 4. O Legado Perdido é uma expansão e não uma sequela. Apesar de ser uma expansão isolada, usa praticamente todos os recursos e truques de Uncharted 4 e foram diversos os momentos em que tive a sensação de dejá-vu. Há uma perseguição de carros todo o terreno e de motas parecida com a de Madagáscar, enquanto uma cena alucinante presta homenagem a Uncharted 2. Também existe um capítulo em semi-mundo aberto com uma escala impressionante.
De certa forma, O Legado Perdido é uma compilação ou best of de Uncharted, recordando o que a série tem de melhor. Não é de estranhar. Depois desta expansão, não me parece que a Naughty Dog volte a pegar em Uncharted tão cedo e, portanto, quis entregar aos fãs um presente de despedida especial. Apesar de ter ficado um desiludido com certas coisas (já explico), não tenham dúvidas, O Legado Perdido é especial. É raro termos uma expansão desta envergadura e com padrões de produção tão elevados. Aliás, expansão talvez não seja o termo mais apropriado, O Legado Perdido tem mais para oferecer do que jogos inteiros.
Quanto à minha desilusão, gostava que a Naughty Dog tivesse sido mais arrojada e não se cingisse tanto à fórmula de Uncharted 4. Chloe é uma personagem diferente de Nathan Drake e fala, comporta-se e move-se de forma diferente, contudo, tem exactamente as mesmas habilidades, excluindo a pequena e nova mecânica de abrir fechaduras. O problema aqui é que, embora à primeira vista Chloe seja distinta, quando estamos a jogar é praticamente indiferente. Pode tornar-se um pouco aborrecido para quem já jogou o último capítulo e está em busca de algo ligeiramente diferente. Não estava à espera de uma revolução, mas a adição de algumas novidades não era má ideia, até porque este é o primeiro jogo em que Nathan Drake está fora dos holofotes.










Excluindo isto, O Legado Perdido tem tudo aquilo a que a Naughty Dog nos habitou. Uma história de aventura, em que ficamos a conhecer as origens e motivações de Chloe e Nadine, sequências cinematográficas que nos enchem os olhos e nos deixam com o coração acelerado, e diversão acessível para um público abrangente. É o jogo perfeito para quem procura aventura e emoção. Como disse logo no início, não é tão longo como Uncharted 4, mas dura à vontade entre 8 a 10 horas. É uma longevidade respeitável e ideal. São nove capítulos que "escorregam bem" e sem compromissos. Mais do que isto e correria o risco de tornar-se chato.
A longevidade apenas se refere à história. Uncharted: O Legado Perdido tem a vantagem de incluir todos os conteúdos multijogador de Uncharted 4, pelo que se gostam desta vertente, têm aqui muito para se entreterem. A expansão também já traz o novo modo de sobrevivência, em que terás de cooperar com outros jogadores para sobreviver a mais de 100 ondas de inimigos, cada uma mais forte do que a outra. Normalmente, como todos os jogos custam o mesmo, o preço não entra na equação, mas é impossível não referir que O Legado Perdido custa 39.99€. Pode parecer caro para uma "expansão", mas na verdade o preço é mais do que adequado. Se tivermos em conta que inclui uma nova história e o multijogador inteiro de Uncharted 4, até é generoso.
TALVEZ POSSAS GOSTAR...
Uncharted: O Legado Perdido ocupa quase 45GB
Uncharted: O Legado Perdido está quase a chegar, brevemente estará disponível a pré-transferência, mas já foi revelado q…
O que gostei mais de O Legado Perdido foi conhecer melhor Chloe. Até agora, muitos viam-na como simplesmente uma ajudante de Nathan Drake e/ou como um antigo amor, mas em O Legado Perdido Chloe mostra quem é verdadeiramente. A Naughty Dog faz um trabalho estupendo em aproximar-nos das personagens que aparecem nos seus videojogos e este é mais um perfeito exemplo. Também descobrimos que Nadine, anteriormente conhecida como a durona de Uncharted 4, tem um lado mais sentimental e amigável. Esta dupla funciona muito bem, apesar de algumas chatices pelo meio devido à personalidade forte de cada uma. Esta expansão faz-me desejar que a série Uncharted continue, mas com novas personagens e novidades para a série.
Se és fã de Uncharted, vais adorar O Legado Perdido. Se nunca jogaste Uncharted, o efeito será provavelmente o mesmo. A expansão tem alguma bagagem, mas podes desfrutar da história sem teres jogado os anteriores. Visualmente é, juntamente com Uncharted 4, do melhor que a PlayStation 4 e a PlayStation 4 Pro têm para oferecer. A capacidade da Naughty Dog para criar cenários vibrantes com quebra-cabeças integrados não tem igual. É mais uma aventura da Naughty Dog com momentos memoráveis e espetaculares. Mesmo com os habituais clichés da série, é difícil não gostar de O Legado Perdido. Chloe e Nadine formam uma dupla perfeita em mais um capítulo que mantém a reputação de Uncharted.
Nota 9.0

Shannon Loftis, gestora geral da Microsoft Game Studios Publishing, confirmou ao  Polygon que ao contrário do que estava previsto, Crackdow...

Shannon Loftis, gestora geral da Microsoft Game Studios Publishing, confirmou ao Polygonque ao contrário do que estava previsto, Crackdown 3 não será lançado a 7 de Novembro. O jogo da Microsoft foi adiado para a Primavera de 2018.
Loftis explicou que a Microsoft está tão entusiasmada quanto os fãs em colocar Crackdown 3 nas lojas, mas precisa de mais tempo para assegurar que o jogo alcança todo o seu potencial.
"Queremos ter a certeza que entregamos o jogo certo, com a qualidade adequada, e no momento correcto."
"Crackdown 3 é um jogo altamente ambicioso e queremos ter a certeza que entregamos as experiências certas em todos os aspectos do jogo," acrescentou Loftis que diz ainda que "vai utilizar o tempo extra de desenvolvimento para assegurar isso."










Crackdown 3 foi anunciado na conferência E3 2014 da Microsoft e passou muitos meses sem dar notícias. Na E3 2017 foi finalmente confirmado para 7 de Novembro de 2017, o mesmo dia em que a Xbox One X chega às lojas e era um dos grandes destaques da companhia para o final de ano.
Loftis diz que Crackdown 3 "leva o aspecto tecnológico mais além com o seu gameplay 4K imersivo, multijogador competitivo com computação pela nuvem, e um mundo futurista expansivo."