News

Tudo o que sabemos sobre o Nintendo Switch

Depois de uma introdução do conceito da Nintendo Switch em Outubro, hoje a Nintendo finalmente revelou todos os detalhes acerca da seu nov...


Depois de uma introdução do conceito da Nintendo Switch em Outubro, hoje a Nintendo finalmente revelou todos os detalhes acerca da seu novo console, apresentando novos jogos, a data de lançamento, o preço e outros detalhes importantes. Neste artigo vais encontrar todas as informações essenciais acerca da Nintendo Switch.

Data de Lançamento, Preço e Online Pago

A Nintendo Switch chegará às lojas a 3 de Março. Esta data é válida para os "grandes territórios europeus" (incluindo Portugal), América do Norte, Japão, Hong Kong e outros territórios. O preço anunciado é 299 dólares para a América do Norte e 279 libras para o Reino Unido. Espera-se que o preço para os países do euro seja 299 euros, no entanto, a Gamestop Italiana está a aceitar reservas da consola por 329 euros. A Amazon Francesa está a vender a console por 349 euros.Semelhante ao esquema do PlayStation 4 e Xbox One, a Nintendo Switch também terá um serviço online pago. O serviço, cujo preço ainda está por revelar, só estará disponível no Outono, mas será necessário para jogar online e usufruir de funcionalidades como Lobbies Online e à aplicação de Voice Chat. O serviço também vai oferecer um jogo por mês da NES ou SNES aos subscritores e dará acesso a descontos exclusivos na eShop.

Bateria, Ecrã e Resolução

De acordo com a Nintendo, a bateria da Switch pode durar mais de 6 horas, mas depende do jogo. Por exemplo, The Legend of Zelda: Breath of the Wild, que será um título de lançamento da Switch, gasta a bateria em cerca de três horas. Fora de casa, a bateria da consola poderá ser carregada através de um adaptador (que vem incluído com a consola) para a entrada USB Type-C da Nintendo Switch.
 Publicidade 
b
A Nintendo Switch será um híbrido entre console portátil e caseiro. A transformação em console caseiro ocorre através de uma dock que é ligado à televisão e converte o sinal de áudio e vídeo. Através desta dock a Nintendo Switch é capaz de rodar jogos a 1080p, no entanto, a resolução do ecrã do console, que serve para o modo portátil, é de 720p. O ecrã da console tem 6.2 polegadas, não sendo muito maior do que os smartphones actuais, e tem suporte para multi-touch.

Armazenamento e Formato dos Jogos

O Nintendo Switch terá 32 GB de armazenamento interno (mas algum deste espaço deverá estar reservado para o sistema operativo, tal como acontece em todos os dispositivos modernos). Ainda não sabemos quanto espaço vai ocupar cada jogo da Nintendo Switch. O tamanho de cada jogo certamente vai variar, mas por exemplo, Skyrim Special Edition, um dos jogos confirmados para a Switch, ocupa 30.2 GB na PlayStation 4. Pelo lado positivo, a Nintendo confirmou que será possível expandir o armazenamento da console através de cartões microSDXC ou microSDHC.
c
Os jogos da Nintendo Switch estarão disponíveis em cartuchos. Ainda existem incógnitas relativas a este formato, nomeadamente a capacidade de cada cartucho, e se teremos que fazer algum tipo de instalação antes de jogar, tal como acontece hoje em dia na PlayStation 4 e Xbox One. Quanto ao preço de cada jogo, as lojas norte-americanas estão a listar os jogos da console por 59.99 dólares, o preço habitual de cada título para um console caseiro.

Acessórios Oficiais

Juntamente com o Switch, a Nintendo revelou os acessórios oficiais do console e os preços. O Pro Controller da Nintendo Switch, o comando com um formato tradicional, muito parecido com o Pro Controller da Wii e Wii U, custará 69.99 dólares. Um conjunto de dois Joy-Con Wheel, um acessório em formato de volante para jogar Mario Kart 8 Deluxe, custará 14.99 euros.
A Nintendo também revelou uma bateria para os Joy-Con, os comandos de encaixe da Switch. Denominado de Charging Grip, este acessório carrega os Joy-Con e ajuda a poupar a bateria da consola. O preço será 29.99 dólares. O preço de cada Joy-Con (esquerdo ou direito) será 49.99 dólares, mas será possível comprar um conjunto de dois Joy-Con por 79.99 dólares.
a
O acessório mais caro da Nintendo Switch é o Dock Set. Este acessório já vem incluído na caixa da Switch, mas se quiserem ter vários Dock Set espalhados pela casa, terão que pagar 89.99 dólares por cada um. O Dock Set vem com um carregador e também com um cabo HDMI para a televisão.

Interface

A Nintendo não deu destaque à interface da Switch, mas uma das imagens oficiais do novo console revela um pouco do esperar. A interface da Switch parece minimalista. Os botões na Interface indicam que a consola terá um Sleep Mode, uma aplicação com notícias de videojogos, acesso à Nintendo eShop e um álbum.
d

Desempenho e Especificações

A Nintendo refere que a Switch será capaz de rodar os jogos 1080p no modo TV, mas aparentemente, nem todos os jogos terão esta resolução. Um representante da Nintendo referiu que The Legend of Zelda: Breath of the Wild corre a 900p na Switch no modo TV, ou seja, fica atrás do padrão dos 1080p. Até agora não temos informações acerca do desempenho de outros jogos na Switch.
Quanto às especificações, está confirmado oficialmente que a Nintendo Switch é alimentada por um processador Nvidia Tegra personalizado. Este é o mesmo processador usado pela Nvidia nos seus produtos da linha Shield.

Jogos Anunciados (em atualização)

  • The Legend of Zelda: Breath of the Wild
  • Super Mario Odyssey
  • Mario Kart 8 Deluxe
  • Splatoon 2
  • Xenoblade Chronicles 2
  • 1-2 Switch
  • The Elder Scrolls V: Skyrim
  • Fire Emblem Warriors
  • Dragon Ball Xenoverse 2
  • Disgaea 5 Complete
  • Dragon Quest Heroes
  • FIFA 18
  • Novo No More Heroes
  • Novo RPG da Square Enix
  • ARMS
  • Sonic Mania
  • Ultra Street Fighter II
  • Just Dance 2017
  • Rayman Legends: Definitive Edtion
  • Steep
  • Super Bomberman R
  • Fast RMX
  • NBA 2K17

12 comentários:

  1. A única coisa que salvou foi Zelda, e pretendo jogar no meu Wii U. Parece-e que este será o último falhanço da Nintendo antes de tomar o rumo da Sega.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olha cara deste mal a Nintendo esta fora pois ela não tem uma M$Lixo para arruinar sua vida. Lembra que o Dreamcast foi o calcanhar de Aquiles da Sega por conta do Windows lixo que permitia jogar games piratas através de hack. A Nintendo é mais uma "Apple do mundo dos video-games" sempre inovando e sendo a única e legítima empresa totalmente voltada aos video-games do mundo. É dificil ela tombar e chegar a falência pois tem forte apoio do governo japonês.

      Excluir
  2. Fiquei desiludida com esta apresentação mais detalhada. Antes, pensava que a switch ia ser uma console caseiro que se transformava num portátil, agora, fiquei com a ideia de que a switch é uma console portátil que dá para ligar à TV de casa através de um monte de acessórios muito caros.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A visão que tive é o Switch será ambos e o joystick padrão pode se tornar 2 mini joysticks para disputas em tela dividida. O kit para o 2° joystick é muito caro, por aqui não deverá chegar por menos de R$400,00.
      O console é fascinante une o útil ao agradável, permite jogar em qualquer lugar ou na televisão. Não liguei para a baixa resolução da maioria dos games. O switch é mais poderoso que o X1 e menos potente que o PS4 Pro, ele pode bater de frente com as rivais.
      A lista de games me agradou, ter games do Mario Bros, Zelda logo no lançamento é praticamente obrigatório para todo console da Nintendo, gostei também dos anúncios de Skyrim, a Bethesda aterrisando nos consoles da Big N e a sequência de Xenoblade Chronicles. Até a E3 a lista só tende à aumentar, é torcer para a arquitetura do Switch seja facil para programação de games e o limitado armazenamento do Switch seja utilizado apenas para salvar games, caso os cartuchos não salvem os games na memória. O problema é essa onda de add-ons, os 30 gb não darão disso. Poderiam ao menos incluir como opção o uso de um HD externo, pois cartões Micro SD não são tão baratos assim, ainda mais se falando dos cartões com maior capacidade.

      Excluir
  3. Gostei do que vi, poderia ter mostrado mais alguns jogos, porém os que mostraram são muito interessantes e pelo visto irão anunciando mais conforme o tempo até o lançamento, nessa semana já irão fazer um direct focado em Fire Emblem por exemplo. Um jogo que gostei muito de ver foi o retorno de Bomberman (quem sabe mais IPs engavetadas voltem com tudo), esse sim será uma sequência digna da franquia, não aquela coisa bizarra que fizeram na geração passada pro Xbox 360. Também estou muito interessado no novo Shin Megami Tensei, Xenoblade 2, aquele projeto novo da Square e Mario Odyssei. Tenho boas expetativas pro Switch, a proposta de jogar em qualquer lugar é muito tentadora, sempre quis um console nesse estilo híbrido. E já vir com o fantástico Zelda como título de lançamento, vai ser de grande ajuda (tanto que as pré vendas já estão sendo esgotadas em várias lojas).

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é e ainda tem gente que acha defeito. A proposta da Nintendo é inovadora, também pudera toda geração ela inova ai vem Sony e M$ clonando os produtos. Jogo no PS3 e PS4 e sou capaz de reconhecer as inovações que a Nintendo traz toda geração. O tal Patcher, os Pcistas filhos da puta, caixistas e sonystas, sabem nada do que falam quando apedrejam a Nintendo desejando que ela vá a falência e vomitando previsões totalmente imbecis sobre o rumo da Big N. Sendo a "única" empresa de games, ela tradicionalmente oferece produtos da maior qualidade, games realmente divertidos não apenas voltados a 1 jogador, mas para serem jogados por familiares e amigos. Eu penso em comprar o Switch, mas não agora com essa crise no Brasil. O Switch venderá como água, a versatilidade e praticidade somados ao custoxbenefício, são tudo que os gamers querem. Agora some isto tudo a diversão que só os games para os consoles da Big N trazem. Na minha opinião o X1 ficará na lama mesmo com o Scorpio a caminho(tomará que a M$ cairá fora do mercado de videogames na próxima geração, lixo de empresa sem noção alguma de como atrair gamers e incentivar as produtoras a desenvolverem games inovadores para seu console, torra milhões pra nada, assim como fizeram com Scalebound recentemente), o Switch baterá de frente com o PS4 e não duvido que ele acabe à frente de suas rivais, pois nas vendas de consoles a Nintendo sempre ocupou as primeiras posições, se mantendo em 1º lugar.

      Excluir
    2. Pois é Luiz, já vi muitos comentários de que a Nintendo deveria ser mais como as outras, fazer mais o básico, mas não concordo, essa característica de tentar trazer algo de novo é sempre louvável, é a única que realmente sai da zona de conforto para apostar em algo diferente, assim dando uma injetada de ar fresco na indústria. Também planejo comprar o Switch mais pra frente e torço para o sucesso do mesmo, exclusivos excelentes a Nintendo tem, se conciliá-los com um apoio third party mais constante, esse será o único cenário possível. Quanto ao Scorpio, tudo vai depender do preço, embora eu não tenha a mínima vontade de adquiri-lo, o que aconteceu com Scalebound foi uma tremenda bola fora.

      Excluir
  4. Tudo bem mas todo o hardware e periféricos parecem feitos de material barato. 32GB de memória interna é ridículo em 2017. PS4 Pro traz 1TB.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O console utilizará cartuchos e não discos. Logo é possivel que reservem um espaço para os saves dos games, assim como os mesmos não dependerão de instalação, rodarão direto, ou seja, loadings rápidos. Os 32 gb para armazenar, talvez os saves, os themas, atualizações e as dlcs é baixo sim, mas é possivel expandir a capacidade com cartões micro SD de maior capacidade e ai fica a cargo de cada jogador.

      Excluir
    2. A meu ver o produto é resistente e duravel, o console só irá danificar se você for um cara desajeitado e muito relaxado. Neste caso velho, não há produtos que resistam a danos.
      Pra quê 1tb se o console vai utilizar cartuchos? A Nintendo deve estar incentivando as desenvolvedoras a lançar games completos, livres de erros como ocorre no PS4 e Xbox one em que as desenvolvedoras lançam os games as pressas e corrigem os erros gradativamente por meio de patchs que podem ter alguns mb até varios gb. 32 gb para as add-ons e até atualizações, são mais que suficiente. E um cartão micro SD é bem mais em conta do que um HD.

      Excluir
    3. @ Carlos - O cartão Micro SD é muito mais caro que um HD normal e um HD Externo. Faz-se necessário o uso de HDs externos como opção para armazenar dados de jogos, atualizações e add-ons. 500 gb são mais que suficientes no caso do Switch, o problema é que os cartões Micro SD desta capacidade estão em torno de R$700,00 o que é uma facada se compararmos o preço de um HD externo de 2tb da Seagate que sai em torno de R380,00.
      Já em relação ao chassi do Switch e periféricos, sim, o sujeito tem que ser muito otário para destruit o console, Até parace que uma empresa de games não se preocupa com a durabilidade e resistência do chassi usado para proteção das peças eletronicas de seus produtos.
      O Dualshock é um exemplo, aparentemente parece frágil mas ele suporta impactos e o plástico não quebra com facilidade. Só jogando com força ou esmurrando o controle para o casco do mesmo se quebrar. Por mais fino e compacto que seja o aparelho, o chassi do Switch é muito resistente e óbvio que o console irá danificar se um mané deixa-lo cair.

      Excluir
  5. Eu quero comprar este console, até porque quero uma portátil com qualidade semelhante à minha experiência com o XO. O problema é que só compro com um preço justo e com um catálogo já vasto e aliciante, de momento não há nenhum dos 2. Provavelmente a minha compra este ano vai mesmo ser a ps4 slim lá para a black friday. Vai estar super barata, com promoções, e visto que não tive a ps3 e os seus melhores jogos exclusivos têm remasters, posso jogar uma vasta biblioteca que me alicia.

    ResponderExcluir

Nos deixe saber sua opinião...