News

Square Enix fala do conceito de Final Fantasy XV

Uma fantasia inspirada na realidade. Durante a GDC, Dan Inoue, responsável pela localização e escritor de Final Fantasy XV, falou s...

Uma fantasia inspirada na realidade.


Durante a GDC, Dan Inoue, responsável pela localização e escritor de Final Fantasy XV, falou sobre os principais conceitos do jogo, especialmente do desejo em criar uma fantasia inspirada na realidade.
Inoue explicou que isto não é muito habitual nesta série e que apesar de toda a ficção ser de certa forma inspirada na realidade, nunca o haviam feito desta forma.
A existência de material paralelo, como o filme ou anime, foi planeada em simultâneo com o jogo e Inoue garante que não são algo sacado à última da hora e apenas porque sim. Prova disso é o incrível esforço que representou para a equipa de localização, uma vez que o jogo foi lançado em todo o mundo no mesmo dia.
Segundo o escritor principal de Final Fantasy XV, a inspiração na realidade é visível em Altissia, inspirada em Veneza. Desde comportamentos, locais e pessoas, mais do que qualquer outro jogo da série, a jornada dos bros recebeu imensas influências do mundo em que vivemos.
Final Fantasy XV está disponível desde o dia 29 de Novembro.

9 comentários:

  1. Estou sentindo um cheirinho de continuação...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Impressão minha ou a SE está preparando terreno para um anuncio de continuação na E3, talvez a continuação com Stella.

      Excluir
  2. A "veneza" de FF XV esta mais pra um spoiler de AC II.

    Só quero saber como irão encaixar Stella numa continuação, em nenhuma parte do jogo Lunafreya nunca mencionou ter uma irmã com este nome e muito menos os demais personagens.

    ResponderExcluir
  3. Concordo,está cheirando a continuação, Stella foi removida do jogo completamente, eu preferia 10x mais a Stella do que essa Luna sem sal e açucar. Putz

    ResponderExcluir
  4. Os fãs querem uma sequência, mas já existe uma trilogia do game composto por filme, série animada e o jogo.

    Sequências não são o ponto forte da equipe de FF, X-2, XIII-2 e XIII-3 não foram nada mais do que games com histórias alternativas e voltados aos fãs destas versões. Opinião pessoal, não gostei de nenhuma sequência de FF e caso a SE planeje lançar sequência do FF XV após lançar todas as dlcs do season pass, não irei comprar. Pois a própria equipe de FF XV alegou que a história complementar do jogo estará contida nas dlcs.

    Estas palestras que a equipe da SE realiza em eventos e conferências é mais do que normal com quaisquer jogos, até hoje o Kojima da palestras a respeito da engine do MGS V.

    O que poderia ter sido feito em FF XV seria lançar o game em partes, a primeira contendo toda a trama que foi contada no filme na forma de um FF jogável, a segunda parte contendo a história da série animada e a terceira e última parte o FF XV que temos no mercado.

    ResponderExcluir
  5. Isso tudo é porque a versão para PC esta em andamento, não tem nada haver com uma sequência.

    ResponderExcluir
  6. FF XVI irá demorar mais de 20 anos para ser lançado.

    Marketing excessivo
    Spoilers até onde Judas perdeu as botas
    Um modelo japonês poser para servir de base nas ilustrações do próximo protagonista
    Tecnologia atual defasada demais para permitir a equipe de FF trabalhar no novo motor
    Sony e Microsoft anunciando FFXVI para "PS5" e "X2" e os gamers passando uma geração inteira esperando o jogo ser portado para os modelos posteriores "PS6" e "X3".

    A Square-Enix esta contaminada com a doença "FF" e "fanboys" que os impedem de dar continuidade nos próximos jogos da série e limitam a equipe de produção a focar seus esforços em sequências e remakes de games que já fizeram história ou fracasso.

    Só vejo uma empresa perdida e sem rumo há mais de 10 anos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Disse tudo... Mas pelas noticias que venho lendo aqui e em outros sites eu já cheguei a pensar que pode acontecer isso.

      Excluir
    2. Na boa, isso tudo que a SE fez desde o finado Versus XIII até o XV apenas serviu para mostrar como a administração da empresa esta desnorteada, e os diretores de produção mostrando imensa falta de criatividade.
      Em outros tempos tinhamos uma Squaresoft trabalhando a todo vapor sem a necessidade de fazer tanto marketing, ela era mais humilde e disponibilizava fotos e trailers dos jogos realizando uma bela palestra nas maiores feiras de games da época.

      Hoje temos que aguentar este marketing excessivo, modelos japas metidos que não podem sequer mudar de postura que já se tornam mito entre os fanboys. Além de toda geração a SE choramingar falando que a tecnologia dos consoles atuais é muito fraca para poderem trabalhar num próximo game da série FF.

      É lamentável mas após o FFXV, o jrpg é uma bosta mas há quem goste, teremos uma porção de remakes e remasterizações, até aquelas feitas na geração anterior. Detestei o sistema de batalha alá Kingdom Hearts do remake FFVII, se preparem pois a frustração pode ser grande.

      A única coisa que estou vendo são as rivais Cd Projekt, Blizzard e Bethesda passando a frente da SE no quesito RPG.

      O Sakaguchi tem que voltar para por a casa em ordem e as bichas do kitase e toriyama irem pra rua, dois lixos.
      E a Konami destruindo a série Metal Gear com aquela merda de MGS Survival, quando o criador da série abandona uma Third Party é triste ver IPs de grande sucesso serem destruidos por um bando de incompetentes e na SE isso é o que não falta.

      Excluir

Nos deixe saber sua opinião...