News

Digital Foundry - Nova tecnologia Xbox One pode poupar espaço no disco e reduzir tempos de carregamento

A Microsoft está a planear uma revolução silenciosa na forma como funciona o stream e instalação de jogos na Xbox One e Xbox One X. O novo ...

A Microsoft está a planear uma revolução silenciosa na forma como funciona o stream e instalação de jogos na Xbox One e Xbox One X. O novo sistema - conhecido internamente como Intelligent Delivery - tenta poupar espaço no disco e reduzir os tempos de carregamento ao permitir que os utilizadores descarreguem apenas os assets que precisam, ao invés de todo o jogo. A Microsoft diz que já deu algumas dicas sobre esta funcionalidade, confirmando que os jogadores Xbox One não vão precisar de descarregar os assets 4K da Xbox One X, mas vai além disso, sendo flexível o suficiente para suportar jogos em vários discos - algo que ainda não é suportado pelo Xbox One.
Baseado nos documentos vistos pelo Digital Foundry, o Intelligent Delivery foi inicialmente revelado aos estúdios no evento Microsoft's XFest e a sua execução exige uma adaptação na forma como os estúdios preparam os jogos. Basicamente, o conceito envolve dividir o conteúdo do jogo em 'pedaços' de dados e adicionar etiquetas. Várias etiquetas podem ser atribuídas a um pedaço e podem ser específicas por dispositivo ou língua, por exemplo. No caso deste último, isso significa áudio ou cutscenes em línguas não relevantes que não precisam ser descarregadas - o Intelligent Delivery pode, na teoria, instalar apenas os assets aplicáveis à tua região, as outras línguas são opcionais e acessíveis através do menu da consola.
O impacto das instalações de línguas específicas, o espaço poupado no disco - sem falar nos tempos de carregamento - varia de jogo para jogo. No entanto, a Microsoft diz que pedaços específicos terão especial relevância em jogos de desporto, onde os assets de áudio podem ocupar a maioria da instalação do jogo. A Microsoft diz que poderás poupar um espaço incrível.
 Publicidade 
As aplicações e funcionalidades do Intelligent Delivery.











Em termos de conteúdos específicos por aparelho, a Intelligent Delivery permite aos programadores separar arte para a Xbox One ou a X, a consola apenas apresenta os assets que são exigidos para esse hardware. A quantidade de espaço poupada é considerável - como exemplo, o pacote de texturas HD de Far Cry Primal no PC são 6GB adicionais. Para quem vai passar para a X, a Intelligent Delivery cuida do utilizado a nível do sistema. Por exemplo, se tens um jogo Xbox One num disco externo que depois é ligado a uma consola Xbox One X, o utilizado será notificado para descarregar dados específicos da X. Se o espaço no disco, o utilizado pode apagar dados utilizados somente pela Xbox One mais antiga, apagando aquela porção na dashboard.
Além da localização e etiquetas, os programadores também podem especificar porções específicas por conteúdos. Os jogos de acção na primeira pessoa são bons candidatos aqui, jogos como Battlefield e Call of Duty. Com o sistem Intelligent Delivery, as partes single e multi podem ser divididas, permitindo ao utilizador apagar qualquer uma das componentes se não as usar. Componentes adicionais que não sejam cruciais para o jogo podem ser etiquetadas pelo estúdio como instalações opcionais, que podem até ser apagadas mais tarde - editores de níveis, por exemplo.
Com o conteúdo dividido por porções contextualizadas, poderá ser possível abrir a porta a jogos que apenas podem ser entregues em mais do que um disco Blu-ray. Os dados essenciais ficam no primeiro disco e são instalados em primeiro lugar, o software da Xbox One notifica o utilizado para inserir mais discos consoante instala os dados.
Porções opcionais podem ser incluídas nos discos adicionais, o utilizador poderá especificar quais os conteúdos ou línguas que querem instalar. Mais, os estúdios podem enviar um projecto completo para a Microsoft aprovar, mas atribuir diferentes porções a diferentes discos, usando o mesmo projecto para criar vários SKUs. Imagina o suporte para Japonês como uma porção opcional nas versões Ocidentais - uma transferência extra ou colocada num disco secundário - enquanto no Japão fariam parte dos dados obrigatórios.
Jogos como Forza 7 ocupam muito espaço no disco para tirar o máximo proveito da RAM extra na Xbox One X. Os jogadores Xbox One não terão de descarregar os bens 4K específicos da X.












Em termos do funcionamento do suporte multi-disco, os dados são instalados em sequência e o sistema pede para trocar o Blu-ray quando necessário. No entanto, para o gameplay, o primeiro disco tem de estar na drive, agindo como uma espécie de verificação de licença. Baseado nos documentos que vimos, apesar do programa suportar múltiplos Blu-rays até 15 discos, a Microsoft suporta um máximo de dois de momento. Tudo o que seja superior a isso poderá necessitar de um trabalho personalizado.
Baseado no que sabemos até agora, o Intelligent Delivery parece uma solução robusta e bem pensada para vários problemas. Principalmente com a chegada da Xbox One X e as suas texturas 4K que não devem complicar a vida dos donos do modelo mais antigo - muitos podem ainda ter discos de 500GB. O que é impressionante aqui é que o sistema de pedaços e etiquetas desenhado para abordar este problema foi expandido para oferecer poupanças de espaço para muitos outros cenários não relacionados com a chegada da nova consola. Os relatórios da Microsoft até indicam que a Intelligent Delivery pode tornar-se compatível com jogos já existentes, apesar do processo ser recomendado apenas para futuros jogos.
É uma nova e útil ferramenta, mas apesar de ser esperada a sua total implementação nos exclusivos Microsoft, nada garante que os outros estúdios usem o sistema em pleno - podem até existir boas razões para certos aspectos do sistema não poderem ser utilizados. Um FPS pode ter muito em comum entre a campanha e multi-jogador, dificultando a sua separação. Segundo sabemos, não existem equivalente na PlayStation,significando que é um esforço adicional para os estúdios, que apenas beneficiará uma plataforma.
No entanto, podemos pelo menos esperar ver o sistema de etiquetas a ser usado de forma extensiva, assegurando que os jogadores Xbox One não precisarão de descarregar os assets 4K da X. Mas a fundação foi estabelecida e a conclusão é que o Intelligent Delivery é uma nova e poderosa ferramenta disponíveis para os programadores, com o potencial para reduzir os tempos de carregamento e tirar maior proveito do teu armazenamento - isso é bom.

0 comentários:

Nos deixe saber sua opinião...