News

E3 2018: FINAL FANTASY 7 REMAKE ENTRA EM FASE DE DESENVOLVIMENTO

Final Fantasy 7 Remake, da Square Enix, foi uma das maiores ausências na E3 2018, e pode estar longe do lançamento oficial. Entretanto, Tet...

Final Fantasy 7 Remake, da Square Enix, foi uma das maiores ausências na E3 2018, e pode estar longe do lançamento oficial. Entretanto, Tetsuya Nomura, diretor do game, deu um pouco de esperança aos fãs, dizendo que o remake deixou para trás a fase conceitual e entrou na fase de desenvolvimento. Ao IGN, Nomura falou que o título está sendo desenvolvido junto com Kingdom Hearts 3, game que também está dirigindo.


O diretor complementa, dizendo que está completamente investido em Final Fantasy 7 Remake -- isso é, quando não está trabalhando em Kingdom Hearts 3. "Não está apenas nas fases conceituais iniciais. Estamos em desenvolvimento. Então agora, eu estou 100% investido em Kingdom Hearts, 100% investido em Final Fantasy 7 e 100% investido em Kingdom Hearts e isso vai e volta."


Ele está dedicando horas no escritório para fazer isso, mas não é um incômodo a Nomura. Inclusive, ele prefere trabalhar horas extras a ter tempo de lazer para passar com outras pessoas.

"Eu não fico exausto por causa disso", explica. "É realmente divertido para mim. Eu não gosto de relacionamentos humanos mais do que trabalho, então eu só quero focar em trabalho e criar coisas para não ter que lidar com relacionamentos humanos. É até um pouco mais fácil para mim."
Ter tantos fãs o auxilia. Além de permitir que ele tenha uma carreira fazendo games, os fãs também o mantém investido no trabalho. "Eu preciso dos fãs para jogar meus games, para poder criá-los, e fãs são um fator que me motiva a continuar", disse.


Kingdom Hearts 3 será lançado em 29 de janeiro de 2019 para PlayStation 4 e Xbox One, e pode contar com uma eventual expansão. Até lá, Nomura não dará outros detalhes sobre o game, embora tenha comentado o que o game significa para Sora

5 comentários:

  1. Depois disso Alex, provavelmente na Next Gen, é que veremos esse jogo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pode ser o último rpg da franquia para os consoles da geração atual, assim como game de entrada para a próxima geração.
      É evidente que KH se tornou o carro-chefe da SE, tomando lugar de FF.

      Excluir
  2. O erro da SE e de outras desenvolvedoras é permitir que as opiniões dos fanboys tenham peso na produção de um game, mesmo um remake.
    Muita gente mete a faca na SE mas se esquecem que FFX-2, XII, XIII, XIV e XV foram desenvolvidos com base nas opiniões dos fanboys que exigiam mais dinamica, facilidade nos combates, e todas as merdas que a SE colocou em FF para agradar os fanboys, acabaram criando merda. Fanboys não trabalham nos jogos e filmes, quando os fanboys se metem onde não é chamado temos um lixo, como foi com Star Wars, Final Fantasy, Assassin's Creed entre outros.
    Agora os fanboys querem ter a voz da razão em TLOU parte II e espero que a Naughty Dog não ouça os otários, pois toda vez que uma empresa deu ouvidos aos fanboys o que saiu pro mercado foi merda.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Justamente a pura e dura verdade, a merda todinha são os FãBoy, geração Nutella acabou com os RPgs raiz, geração mimimi. Complicado demais a situação. Square só tem feito bonba!

      Excluir
    2. A Santa Monica já entrou nesta onda e fez um GOW em mundo aberto, não fossem as opiniões ridículas dos fanboys, o novo GOW teria seguido o antigo padrão que fez mais sucesso. A Naughty Dog também entrou na onda de ouvir os fãs, U4 e Lost Legacy, são lineares mas tem áres em mundo aberto para exploração. Odeio mundo aberto em games cujo ponto forte é a ação frenética, sem muita enrolação na exploração do cenário. Os games atuais são bons sim, mas estão perdendo a originalidade.

      Excluir

Nos deixe saber sua opinião...