News

PlayStation diz que a E3 perdeu impacto e precisa mudar

Quando a PlayStation anunciou que ficaria de fora da E3 2019, a notícia gerou alguma estranheza e confusão por parte dos jogadores, que que...

Quando a PlayStation anunciou que ficaria de fora da E3 2019, a notícia gerou alguma estranheza e confusão por parte dos jogadores, que querem saber mais sobre os títulos da companhia.

Enquanto outras companhias, como a Microsoft, reforçaram o seu apoio ao evento e confirmaram a sua presença na edição deste ano, a PlayStation passará ao lado e ficam dúvidas sobre o porquê e como teremos notícias sobre os mais aguardados exclusivos PlayStation 4.



Na mesma entrevista onde afirmou que não existe interesse em aderir a modas, Shawn Layden, responsável pelos estúdios internos da PlayStation, foi questionado sobre a ausência da E3 2019 e o porquê de terem tomado esta decisão.

Layden diz que o evento perdeu o seu impacto e que precisa rapidamente encontrar um novo fulgor.

Segundo diz, quando a PlayStation aderiu à E3, o evento servia para unir a companhia aos jornalistas e aos vendedores, numa altura sem internet em que um evento neste moldes era necessário, algo que mudou drasticamente ao longo dos anos.


"Agora temos um evento em Fevereiro, chamado Destination PlayStation, onde reunimos todos os vendedores e parceiras third-party para ouvir a história do ano. Estão a discutir compras em Fevereiro. Actualmente, Junho é simplesmente tardio para discutir sobre o Natal com os vendedores."

Layden diz ainda que o mundo mudou, mas a E3 não e actualmente, temos a internet com notícias todos os dias da semana, a qualquer hora, o que afecta os jornalistas e tira impacto ao evento.

"Com a nossa decisão de fazer menos jogos - jogos maiores - durante períodos de tempo mais longos, chegamos a um ponto em que Junho de 2019 não era o momento para termos algo novo a dizer."

"Sentimos que e tocarmos o sino e as pessoas surgirem em força, terão uma expectativa, 'oh, vão dizer-nos algo'."

Para Layden, é preciso discutir como evoluir a E3 para a tornar mais relevante, tornando-a num festival de videojogos para os fãs.

"Estamos a progredir nas conversas sobre como transformar a E3 em algo mais relevante? Pode a E3 transitar para um festival de videojogos para fãs, onde não vamos lá para largar a nova bomba? Não pode simplesmente ser uma celebração de jogos e ter apresentações onde os criadores de jogos se aproximam dos fãs?"

0 comentários:

Nos deixe saber sua opinião...