News

Xbox já não está tão dedicado aos jogos como serviço, diz Aaron Greenberg

A Xbox apresentou diversos novos jogos e como certamente reparaste, existe uma incrível diversidade no catálogo que os Xbox Game Studios es...

A Xbox apresentou diversos novos jogos e como certamente reparaste, existe uma incrível diversidade no catálogo que os Xbox Game Studios estão a preparar e esse é um dos principais objetivo.

Aaron Greenberg, da equipe de Marketing na Xbox, acredita que o mais importante é apoiar as visões dos estúdios e que não faz sentido perseguir à força o conceito de jogos como um serviço.
Questionado pelo Kotaku sobre a mudança de uma Microsoft focada nos jogos como serviços no início da geração para uma Microsoft mais focada em diversificar, Greenberg diz que o processo resultou de uma aprendizagem que alberga toda a indústria.
"Sim. Escuta, penso que toda a indústria está numa espécie de jornada de aprendizagem nos jogos como serviço," diz Greenberg.
"Para nós, damos poder às equipas criativas para seguirem e criarem os jogos que querem e penso que é fantástico que a Rare queria criar Sea of Thieves e fazer algo novo com a ideia de 'jogos como um serviço', respeitamos e apoiamos totalmente para continuarem a fazer isso."
"Mas também aceitamos um jogo que tenha um início, meio e um fim e penso que The Outer Worlds e Wasteland 3 são bons exemplos disso. Continuaremos a apoiar as equipas que o querem fazer."
Greenberg diz que o feedback dos fãs é poderoso e que a indústria encontrará um ponto de maior equilíbrio, no qual o conceito de jogos como um serviço não será forçado em jogos onde não encaixa.
"É bom mostrar muitos jogos novos num evento como este e entre esses jogos novos podes ver que nem tudo é construído como um serviço. Mas dito isto, em alguns faz sentido e iremos continuar a apoiá-los e aos fãs que jogam esses jogos."

0 comentários:

Nos deixe saber sua opinião...