News

Final Fantasy VII Remake | Confira aqui entrevista com o produtor do jogo[+infos sobre a produção]

Em uma serie de informações cobrindo Final Fantasy XV e o remake de Final Fantasy VII a revista Game Informer publicou uma pequena entrevis...

Em uma serie de informações cobrindo Final Fantasy XV e o remake de Final Fantasy VII a revista Game Informer publicou uma pequena entrevista com o produtor do Remake de Final Fantasy VII ,Yoshinori Kitase, do qual discute sobre o jogo de uma forma mais aberta, sobre sua escala, potencial, mudanças, e mais.


Maior que serie do Final Fantasy XIII: Comparado com a serie Final Fantasy XIII (que tem 3 jogos de 30h/40h em média), Final Final Fantasy VII Remake "talvez seja do mesmo tamanho ou até maior," de acordo com Kitase.

Escala: "Vai ser essencialmente um jogo de escala completa para cada "parte" do jogo," segundo o produtor. Aonde a cada entrada de um novo jogo na série Final Fantasy XIII contou a história de uma perspectiva diferente," Nós já temos uma história que já conhecemos certo (se referindo ao FF 7 original) então não faria sentido se esta historia não fosse englobada em uma serie de várias partes, e também não faria sentido se o remake não tivesse toda esta história englobada, ou seja, toda a historia do jogo. Em relação a capacidade de HD e o volume do jogo, que decidimos que não iriamos englobar toda a historia do jogo em um só volume. Então, se estamos olhando esses volumes separadamente, podemos afirmar que cada um tem a escala de Final Fantasy XIII".

Em quantas partes o jogo irá se dividir? :Square Enix "tem uma ideia" em termos de quantas partes/volumes o jogo irá consistir, mas ainda não pode ser revelado. O cenário e as historias estão atualmente em desenvolvimento, então "o plano pode mudar no caminho", disse Kitase,mas reiterou, "nós temos uma ideia já de quantas partes irá compor o jogo".

Compilação do Final Fantasy VII (ou seja o universo do jogo com um todo) :"Se houver áreas do universo do jogo, que originalmente não foram contadas no primeiro jogo da saga do qual podemos usar os personagens ou a ambientação, nós queremos encorporar para dar a sensação de vastidão e completeza para mostrar que estas historias realmente existiram", disse Kitase. "Mas, claro que será difícil seguir todo o universo com clareza. Então talvez possa ter alguns personagens que apareçam e outros que não. Então em relação aos termos e personagens que permanecem na memoria dos fãs, faremos o possível para integrar de tudo no mundodo jogo".

Ação: O jogo é baseado na ação(action-rpg, mas não totalmente segundo o produtor),porque, de acordo com o diretor Tetsuya Nomura, "Final Fantasy (em termos de ação) é melhor representado na serie Dissidia." Kitase adiciona, "Em termos do sistema de batalha, que é onde estamos focando. Não vai ser tão focado na ação como Dissidia, mas claro, que o visual e o modo da jogabilidade será inspirado nele(ou seja algo como Kingdom Hearts, mas com estrategia).

Mudanças: "Tenho certeza que haverão áreas que nosso fãs irão querer ver como mudaram, e áreas que não querem mudadas. A opinião deles em relação a isto dividiu muitos elementos, então mostrando isto de um ponto de desenvolvimento, queremos conciliar este paradigma de "velho vs novo".Além disso, queremos manter eles animado mostrando como a historia foi melhorada, e um pouco mudada".


Surpresas:"Se for só pela nostalgia, é só uma questão de seguir a história fielmente e não haveria surpresas. Então, queremos manter algumas coisas e trocar algumas, para eventuais surpresas".

Equipe e Direitos:"Eu, junto com Nomura-san and [Kazushige] Nojima-san – do qual estamos envolvidos no remake – também estávamos envolvidos no jogo original (Nomura criou os personagens, Kitase também produziu).Então pensamos que nada é intocável. Só para afirmar, isto não quer dizer que vamos trocar tudo! Mas é claro, que dentro da própria Square, e pessoas no mundo todo, acham que o jogo está em uma escala sagrada. Mas acredite que nós sabemos o que devemos ou não mexer, para o agrado de todo na medida do possivel.

Lembrando que o jogo sairá primeiramente para Playstation 4, com a data ainda a ser confirmada.

Um comentário:

  1. Espero que esse viado não seja burro de arruinar FFVII, mal começou a trabalhar no projeto e ja planejou sequencias alegando que o game possui muito conteúdo para um unico jogo. Quando se trata de game incompleto para justificar as sequencias, a SE é campeã no que faz.

    ResponderExcluir

Nos deixe saber sua opinião...