News

Não é preciso jogar para saber que The Last Guardian é especial

Segundo Kazutoki Kono, existem videojogos que nem precisam ser jogados para sabermos que são verdadeiramente especiais, e The Last Guardian...

Segundo Kazutoki Kono, existem videojogos que nem precisam ser jogados para sabermos que são verdadeiramente especiais, e The Last Guardian da Sony é um desses exemplos.
Em declarações à GameInformer, Kono revelou que ainda não jogou o mais recente exclusivo PlayStation 4, mas não tem quaisquer dúvidas em considerá-lo como um dos seus jogos do ano de 2016.
Numa lista onde apresenta jogos como Dark Souls III, Life is Strange, Rez Infinite, e Pokémon GO, Kono acrescenta The Last Guardian dizendo que, "Ainda não o joguei, mas este jogo está num campeonato à parte, e sei que posso contar com ele."
Uma frase muito arrojada mas que revela o respeito que os criadores Japoneses têm por Fumito Ueda, que anteriormente imaginou clássicos como ICO e The Shadow of the Colossus.









Neil Druckmann, da Naughty Dog, também elegeu The Last Guardian como o jogo do ano, mas no seu caso, o produtor de Uncharted 4 jogou mesmo a aventura de Trico e do rapaz.
Druckmann diz que, "É o meu GOTY. Outro belo conto sobre uma ligação criada através da interacção da Team Ico/genDESIGN. Trico é uma lição sobre a criação de uma criatura credível e viva. Pelo fim da jornada estava a limpar as lágrimas - a primeira vez que isso me aconteceu num videojogo."

0 comentários:

Nos deixe saber sua opinião...