News

Nintendo explica a importância de continuar a criar consoles

Numa entrevista ao canal do YouTube  The Game Theorists , Reggie Fils-Aime, presidente da Nintendo of America, explicou porque é que é impo...

Numa entrevista ao canal do YouTube The Game Theorists, Reggie Fils-Aime, presidente da Nintendo of America, explicou porque é que é importante para a Nintendo e para a indústria continuar a criar consoles.

"O que a Nintendo faz para a indústria é importante. É disso que nos orgulhamos," disse ele em referência ao papel da Nintendo como empresa inovadora dentro do mundo dos videojogos. "Inovar no mundo dos videojogos, empurrar a indústria para a frente... O exemplo melhor e mais óbvio disso é a Wii, que introduziu um sistema de controlo por movimentos e fez com que os jogos fossem mais do que pressionar botões".
"Fizemos isto a um preço que a maioria das famílias podiam comportar. Ao tomar este risco a Nintendo foi capaz de introduzir uma nova forma de jogar".
Ele referiu também outros exemplos de inovações por parte da Nintendo na indústria, como o D-Pad, os sticks analógicos, os botões "start" e "select", guardar partida, as consolas portáteis, a vibração, os comandos sem fios, os botões superiores (l,R), o uso de ecrã táctil nos jogos, os jogos em 3D, a realidade aumentada e o jogo assimétrico. Ele até mencionou o Virtual Boy como um conceito muito à frente do seu tempo, referindo-se à realidade virtual.
Para além da inovação, Fils-Aime assinalou que a Nintendo também se preocupou sempre em criar um ambiente de jogo seguro, divertido e salutar para aqueles jogadores mais jovens e para as famílias.
 Publicidade 










No que diz respeito o Nintendo Switch, o presidente da Nintendo of America resume a nova consola como se tratando de um sistema que vai permitir aos jogadores desfrutarem tanto dos jogos da Nintendo como de terceiros a um preço "baixo", para permitir que os jogadores continuem a ter acesso aos jogos.
Ele acrescentou ainda que a Nintendo está comprometida em oferecer uma linha de jogos variados com a ajuda das third party.
"Reconhecemos que a entrega de um amplo catálogo das principais companhias third party é essencial para a criação de uma consola competitiva no mercado de hoje," comentou Fils-Aime.
Quanto à preocupação sobre como funcionará no mercado a nova consola da Nintendo, ele assinalou que a Nintendo já está cá há "mais de cem anos" e que, embora gostem de saber que os jogadores estão preocupados, não têm que temer pelas finanças da companhia.
"Temos o privilégio de poder trazer grandes experiências aos jogadores de todo o mundo com o lançamento da Nintendo Switch. Mal podemos esperar".

Um comentário:

  1. O Switch possui dois aspectos positivos, ser um aparelho 2 em 1 e o joystick padrão que pode se dividir em dois mini joyticks.
    Vou comprar o console pela diversão e variedade de jogos que ele terá.

    ResponderExcluir

Nos deixe saber sua opinião...