News

Pachter estima que a Nintendo Switch venderá 6 a 7 milhões no primeiro ano

Michael Pachter, o analista mais infame da indústria dos videojogos, foi entrevistado no Gamertag Radio, e conversou sobre a Nintendo Switc...

Michael Pachter, o analista mais infame da indústria dos videojogos, foi entrevistado no Gamertag Radio, e conversou sobre a Nintendo Switch, o próximo console da Nintendo, que chegará às lojas a 3 de Março e custará €329 na Europa.
Ao contrário de muitos, Pachter elogia o alinhamento de lançamento, referindo que é melhor do que esperava e com bons títulos da Nintendo, no entanto os títulos third-party não são assim tantos, e o preço da consola é superior ao esperado, enquanto o preço dos acessórios também é superior ao esperado.
Para o analista, serão os adeptos mais acérrimos da Nintendo que encontrarão interesse no console no lançamento devido aos conteúdos Nintendo anunciados, mas as famílias que querem comprar um console vão pensar primeiro no tipo de jogos disponíveis, muito escasso além dos jogos da Nintnedo.
Pachter acredita que $299 seria o preço certo em 2013, quando o PS4 custava $400 e o Xbox One $500, mas em 2017, este preço da Nintendo Switch não é o preço mais adequado, uma vez que as outros consoles estão mais baratas. O analista não acredita que a Nintendo será capaz de convencer alguém que a Switch é uma boa consola primária quando o PS4 e o Xbox One já apresentam largas centenas de jogos.
A grande maioria das pessoas que compra um console quer jogar Grand Theft Auto e Call of Duty, grandes sucessos que não estão na Switch, e uma vez que o console é mais caro do que desejado, dificilmente os jogadores dedicados a vão comprar como console alternativo para jogar os jogos da Nintendo, algo que aconteceu com a Wii a $200.
 Publicidade 










Pachter elogia o lançamento em Março, considerando-o de altamente inteligente, pois permite à Nintendo satisfazer a procura pelos jogadores, e permite criar expectativa pelo alinhamento Natalício, que entra nas equações dos consumidores quando vão à loja comprar a console da Nintendo.
Uma vez que a concorrência está mais barata, Pachter acredita que a Switch venderá entre 6 a 7 milhões de unidades no primeiro ano, talvez 8 milhões, graças aos fantásticos jogo da Nintendo para a consola, mas estima que venderia muito mais se o preço fosse mais adequado à realidade do mercado.
O conhecido analista disse que o primeiro ano está bem composto, em termos de títulos da Nintendo, e o pior é mesmo o apoio third-party em 2018, e que sem nomes como Red Dead Redemption 2, é difícil prever que a Switch tenha o sucesso que a companhia quer.
Quanto ao novo serviço online pago da Nintendo, Pachter confessou estar confuso e sem perceber esta decisão da Nintendo, e acredita que o constante desejo da Nintendo em ser diferente, e a postura que diferente é melhor, nem sempre é benéfica para a companhia. Um exemplo disso é a necessidade de mudar o comando tradicional, que a própria inventou.

0 comentários:

Nos deixe saber sua opinião...