News

Phil Spencer diz que a Microsoft continuará a correr riscos

Phil Spencer, patrão da divisão Xbox da Microsoft, está actualmente debaixo de fogo dos fãs que ficaram desiludidos com o cancelamento de S...

Phil Spencer, patrão da divisão Xbox da Microsoft, está actualmente debaixo de fogo dos fãs que ficaram desiludidos com o cancelamento de Scalebound, jogo que estava a ser desenvolvido pela Platinum Games, e apesar de lamentar o que aconteceu, afirma que a companhia não deixará de correr riscos e criar projetos com estúdios independentes.

"Também me custou, e peço desculpas à comunidade. Quero que tudo o que começamos dê em algo fantástico, correr riscos, criar diversidade," disse Spencer ainda sobre o cancelamento de Scalebound nas redes sociais. No entanto, volta a insistir que tem toda e plena confiança no catálogo de jogos para 2017.
"Penso que é fantástico que Crackdown, Sea of Thieves e State of Decay estejam a despertar atenções, são oportunidades para construir novas coisas."










Spencer mantém o discurso de confiança, mas muitos fãs temem que o cancelamento de Scalebound seja um sinal do futuro da Microsoft, mas o patrão da Xbox reforça que não vão deixar de correr riscos e apostar em novas propriedades intelectuais. Compreendendo que neste momento é difícil acreditar nas suas palavras, o homem da Xbox afirma que vão continuar a trabalhar com estúdios independentes.
"Sim, começar algo novo é fundamental. Pensarei mais sobre quando iremos mostrar coisas novas, é uma boa lição para mim," respondeu Spencer a um fã, antes de confirmar que a divisão Xbox continuará a apostar num forte alinhamento desenvolvido pelos estúdios internos, que pertencem à Microsoft.
Spencer relembra que existem mais estúdios além da 343 Industries, Turn 10, ou The Coalition, dando o exemplo da Mojang, capazes de criar algo inovador e fresco. Ainda assim, Spencer vê com bons olhos a possibilidade de ressuscitar propriedades intelectuais da Xbox original que entretanto ficaram adormecidas.

0 comentários:

Nos deixe saber sua opinião...