News

NOBUO UEMATSU PODE ESTAR TRABALHANDO EM FINAL FANTASY VII REMAKE

Nobuo Uematsu, o responsável pela trilha sonora de alguns dos games mais conhecidos da série Final Fantasy, está trabalhando em Final Fanta...

Nobuo Uematsu, o responsável pela trilha sonora de alguns dos games mais conhecidos da série Final Fantasy, está trabalhando em Final Fantasy VII Remake, de acordo com o produtor Yoshinori Kitase.

"Trabalhei em vários títulos com Uematsu-san", disse em entrevista durante um evento no Japão (via Siliconera). "Embora eu esteja envolvido ccom a produção de Final Fantasy VII Remake, trabalho diretamente com Uematsu-San desde Final Fantasy X. Quando pedi para ele ajudar nas músicas para o remake, pensei que ele fosse dizer não já que tinha deixado a Square Enix e encontrado sucesso".
Leia mais: Profissionais estão sendo contratados para "aumento de qualidade" do remake de Final Fantasy VII
Compositor da trilha sonora do Final Fantasy VII original, Uematsu deixou a Square Enix em 2004, mas contribuiu para algumas faixas de outros games da franquia desde então. De acordo com a empresa, a ideia com o remake é superar a primeira versão do jogo.

8 comentários:

  1. Este "clássico" seguirá o mesmo rumo de FFXV, venderá milhões nas primeiras semanas e depois de 6 meses cairá no esquecimento.
    Ao invés de fazer tanto hype em cima do remake de um título velho, deveriam trabalhar em novos projetos para tentar salvar a franquia Final Fantasy que há anos esta no fundo do poço.
    Franquias novas como Dark Souls, The Witcher tomaram o lugar de Final Fantasy há muitos anos e praticamente reinam entre a 7ª e 8ª geração.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Uma velhinha arrogante de certo blog irá fazer o "detonado" deste e do KH3 sem dúvidas.

      Excluir
    2. Que seja cara, não tenho paciência para falar de lixo que pirateia guias oficiais para se passar por uma "guru" e que faz parte da "modinha" que só começou a jogar games após os gráficos ficarem "bonitinhos" em 3D.

      Excluir
  2. Como vai haver a conferencia da Square Enix, é provável que apareça alguma FF ao menos em inicio de desenvolvimento!

    ResponderExcluir
  3. Há diferenças entre o FF VII de 1997 e o FF VII remake em desenvolvimento. Em 97 FF VII foi inovador pois era o 1° Final Fantasy em 3D o que na época, fez os olhos dos fãs da franquia brilhar. Hoje o remake adotando o jeitão dos hack and slash vai precisar ter muita dinâmica no sistema de batalha, não poderá se assimilar ao sistema de batalha de KH e FF XV, além de não poder ser um rpg paradão e com sistema de batalha lixo como o fracassado FF XII e FF XIII e sequências.
    Eu não vejo FF VII fazendo tanto sucesso na geração atual por ser um game velho reaproveitado e se um game ultrapassado faz sucesso é sinal que a oferta de IPs novos capazes de entreter os gamers é limitada. Será igual à Resident Evil Remake, Metal Gear Solid Twin Snakes e Shadow of the Colossus que tiveram um hype tremendo na época do seu desenvolvimento e após isto não foram ou não estão sendo campeões de vendas, o máximo que conseguem são vendas normais. FF VII pode até vender milhões mas não deve superar o atual FF XV em vendas e será outro jrpg da série que o pessoal irá comprar e jogar por 3 meses pra nunca mais.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Havia grande escassez de bons títulos também, a dificuldade para desenvolver bons games em 3D de ação e outro estilos naqueles tempos tornaram os jrpgs uma febre mundial.

      Excluir
    2. Pior que o Nutella Fantasy XV não deve ser este Nutella Fantasy VII, vai saber.
      Enquanto Final Fantasy perde toda sua tradição, do outro lado Star Ocean mantêm sua tradição e parece ser o "game intocável" da SE posto que deveria ser de Final Fantasy.
      Esta fusão ou melhor dizendo, aquisição da Squaresoft pela Enix destriu praticamente FF, marcou a saída de Sakaguchi que foi totalmente contrário à quebra da tradição em FF para adoção de um estilo de jogo mais dinâmico.
      A verdade é que FF não é mais o rpg top do mundo, ele perdeu posto há muito tempo, na 6ª geração a partir do FF X-2, após o FFX nenhum outro da série enumerada fez tanto sucesso. As versões online não contam assim como não deviam fazer parte da série enumerada, mas venderam bem por conta da fanbase ou fanboybase.

      Excluir
  4. Este jogo é totalmente focado no sistema de batalha, assim como FFXV. Bem ao estilo God of War. Lixo, destruíram a relíquia de diamante dos fanboys.
    Por vezes me pergunto, por que a SE não readaptou os rpgs de turno para a geração atual, assim como a Capcom fez com Street Fighter que precisava daquela "polida", a Eidos também fez este "reboot" na franquia Tomb Raider. World of Final Fantasy é um rpg de turnos muito divertido, focado na história e no enredo, coisas que faltam nos FF atuais incluindo FFXV. Não é impossível fazer o remake do FFVII e atualizar o sistema de turnos mas os nutellas amam os beat and up da vida, fazer o que né?
    Ao menos que este fanatismo imbecil dos fanboys de FF VII acabe após o lançamento desta bomba.

    ResponderExcluir

Nos deixe saber sua opinião...