News

Phil Spencer admite não ter feito o melhor trabalho na produção de First Party

Phil Spencer, agora chefe de tudo relacionado a jogos da Microsoft, foi recentemente entrevistado pela revista Fortune. Ao longo do Q &...

Phil Spencer, agora chefe de tudo relacionado a jogos da Microsoft, foi recentemente entrevistado pela revista Fortune. Ao longo do Q & A (perguntas e respostas) de 1-para-1 , Spencer admitiu francamente as lutas que a Microsoft lidera com seu catálogo de jogos First Party nos últimos anos e prometeu fazer melhor através de uma variedade de melhorias.





''E eu acho que o poder do conteúdo, eu vejo todos os dias, as coisas que fazem pessoas virem para o Xbox. Poucas pessoas ligam seu Xbox para ficar olhando para a Dashbord. As pessoas ligam seu Xbox para jogar, e acho que ter um Xbox forte em jogos First Party significa que, quando penso em Xbox, vou pensar em jogos de qualidade. Temos trabalho para fazer lá. Não fizemos nosso melhor trabalho nos últimos anos com nossa produção de First Party.


Fizemos um esforço consciente para investir em nossos jogos. Eu acho que parte disso está quando subimos no palco e anunciamos a aquisição de estúdios, outro é a contratação que estamos fazendo nos estúdios que já temos. Algumas delas garantem que temos a quantidade certa de tempo e podemos nos concentrar. Parte disso é apenas, você sabe, a autonomia que tenho na organização dos jogos, agora sob o Satya (diretor executivo da Microsoft) que nos permite olhar para o desenvolvimento do jogo pelo que ele é. É essa mistura estranha de tecnologia e arte também. E nem sempre é fácil agendar essas coisas e garantir que tenhamos tempo para acertar as coisas. E isso nem sempre foi verdade na organização, mas me sinto bem com isso. Eu sei que nossos fãs querem nos ver fazendo melhor e as equipes estão completamente alinhadas por trás desse desejo.''



Outro destaque desta entrevista fez com que Spencer ligasse a importância crescente dos jogos como um serviço á infraestrutura de nuvem que permitisse aos jogadores continuarem jogando esses títulos através de gerações e dispositivos.



''Se você for para o outro extremo das antigas gerações de consoles, você teria um console, todos os jogos seriam executados apenas naquele console. Quando o próximo console saísse, você coloca todas as coisas antigas em uma caixa, no armário, e tudo é novo, certo? E você diz, ok, esse não é um cenário que ajuda os jogos a crescer. O que ele faz é que alguém que estava em seu último console terem que ir comprar todos os novos jogos na nova plataforma, queremos criar uma diferenciação real, houve alguma facilidade de desenvolvimento. Mas agora, quando você olha para os jogos que estão por aí, a Blizzard acaba de lançar o 15º aniversário do WoW. São jogos que têm mais de uma década de vida e ainda há coisas interessantes para as pessoas fazerem nesses jogos. E eu acho que o nosso papel como indústria de jogos, é se você quer investir seu tempo e seu dinheiro nessas grandes franquias, devemos fazê-los viver o maior tempo possível. Não temos o momento final de muitos desses jogos, esses são jogos que vão querer persistir. É por isso que o foco está na infraestrutura de nuvem, que permite que esses jogos passem de um dispositivo para outro ou, pelo menos, do seu estado no jogo, mesmo que o jogo tenha um tempo de execução local. No entanto, quando faço login no Xbox Live no meu smartphone Android, estou no mesmo Xbox Live do que em um console Xbox, o que é realmente importante. Mas o dispositivo de "tudo vai viver apenas neste dispositivo e o tipo de começo, meio e fim do conteúdo, as experiências de jogo só acontecem nesse único dispositivo" não é onde os maiores jogos do mundo estão hoje.''



No final do bate papo Phill Spencer continuou dizendo que a Microsoft está tomando seu tempo para garantir que tudo esteja bem com o Projeto xCloud antes de lançar os testes públicos do serviço de streaming e, além disso, o xCloud está sendo construído para a próxima década, já que não irá substituir os consoles e PCs muito em breve. Ainda assim, o Project xCloud deverá estar disponível para testes públicos antes do final do ano.
Fonte: Wccftech

0 comentários:

Nos deixe saber sua opinião...