News

Conheça consoles antigos que foram sucesso e ainda são vendidos Brasil

Mega Drive e Master System podem ser consoles antigos, mas o Brasil ainda produz e lança novas versões destes sucessos, além de outros simi...

Mega Drive e Master System podem ser consoles antigos, mas o Brasil ainda produz e lança novas versões destes sucessos, além de outros similares. São relançamentos com visual repaginado e jogos na memória – já que é difícil encontrar cartuchos para estes modelos atualmente. Conheça alguns dos consoles antigos que ainda estão por aqui:
Lista traz curiosidades do Mega Drive que você nunca imaginou

MD Play

O MD Play é nada menos que um Mega Drive portátil. Calma, sabemos que já existiu um aparelho assim há alguns anos, lançado pela Sega no mundo todo, conhecido como Nomad. Porém, a brasileira Tec Toy trouxe esse modelo para cá, com design arrojado e jogos na memória.



O MD Play é oferecido em lojas a preços que variam entre R$ 150 a R$ 200. Ele acompanha 20 jogos na sua versão mais recente, como Sonic e Alex Kidd, tela LCD de quase três polegadas, saídas para conectar com TV e USB para carregar a bateria interna. É possível ter mais jogos com um cartão específico, mas ele não é mais comercializado pela Tec Toy.

Master System Evolution

A “evolução” do antigo Master System. Na verdade essa não é a primeira revisão do antigo console da Sega feita pela Tec Toy, é apenas a mais recente delas. Vem com 132 jogos na memória, incluindo Sonic, Alien Syndrome, Kenseiden e Hang On. O maior problema desta edição é que a maioria dos games não são famosos nem divertidos.



Ao menos o aparelho é vendido com dois joysticks, o que facilita o multiplayer, ainda que seja compatível com antigos controles do Master System. Não há entrada para cartuchos originais e nem mesmo uma forma de aumentar a capacidade de jogos.

Mega Drive 4 Guitar Idol

Na tentativa de continuar o sucesso do Mega Drive 3, a Tec Toy resolveu lançar no Brasil o Mega Drive 4, remodelado e com algumas novidades exclusivas, a começar pela cor branca. Vinha com 100 jogos, entre eles Columns e Sonic 3, além de edições originais de games que nunca haviam sido lançados no Mega Drive antes, como The Sims 2, Need for Speed Pro Street e FIFA 08.



Como isso foi possível? A Tec Toy reprogramou alguns jogos leves para celular e os adaptou para o processador do Mega Drive original, criando edições exclusivas. Mas a maior atração fica por conta de Guitar Idol, outro game inédito contido na memória. Era uma espécie de clone de Guitar Hero, com músicas de bandas brasileiras. Não por acaso este console acompanhava um controle em formato de guitarra.

Wivision

O Wivision foi um aparelho lançado pela Dynacom no Brasil há alguns anos e era uma espécie de “nova versão” do NES, da Nintendo. O videogame tem compatibilidade com cartuchos originais do Nintendinho, e por isso mesmo não acompanha nenhum jogo na memória, como seus concorrentes de mercado.



O nome, claro, era para chamar a atenção, fazendo os fãs pensarem que se tratava de uma variação do Wii. Ele também lembrava o antigo Dynavision original, que por sua vez foi uma releitura do NES para o mercado brasileiro. Apesar do visual arrojado, o console não tinha muitos pontos atrativos, apesar de acompanhar dois controles.

Master System 3 Edição Especial

Apesar do nome pomposo não dizer muita coisa, essa releitura do Master System 3 original se 
destacou no Brasil quando foi lançado graças ao acabamento moderno e a um desenho bem feito do Sonic em sua carcaça. Para colecionadores ele acabou virando item de desejo graças à sua beleza.



Contudo, o conteúdo interno não era tão diferente do Master System Evolution. O aparelho chegou em 2008 e acompanhava 131 jogos na memória, sem a possibilidade de expansão, e dois controles. Apesar de antigo, ele ainda pode ser achado em algumas lojas.

Master System Handy

Esse é de 2005 e é um pouco mais raro de ser encontrado – por isso também já virou item de colecionadores, o que provavelmente elevou seu preço no mercado. Tratava-se de um Master System portátil, mas sem tela.

Todo o console ficava na mão do jogador, que por sua vez também tinha o controle no mesmo compartimento. Para jogar era preciso ligar o aparelho na TV, mas multiplayer não era possível pela falta de uma entrada extra.

0 comentários:

Nos deixe saber sua opinião...