News

Final Fantasy XV - Gameplay com os Chocobos

Que criaturas adoráveis.


Que criaturas adoráveis.


0 comentários:

Nos deixe saber sua opinião...

Revelado compositor da banda sonora de The Last Guardian

Fumito Ueda revelou que Takeshi Furukawa será o compositor de The Last Guardian. Furukawa trabalhou em Star Trek: Entreprise e Star Wars: T...

Fumito Ueda revelou que Takeshi Furukawa será o compositor de The Last Guardian. Furukawa trabalhou em Star Trek: Entreprise e Star Wars: The Clone Wars, e foi compositor de GoldenEye 007, Bhopali e NoNAMES.

"Nunca trabalhei com ele, mas ao criar The Last Guardian escolhemos umas palavras chave, algumas imagens e o título do jogo, e críamos um concurso para pedir que se fizesse uma canção com o material que tínhamos, acho que a música de Furukawa é a que mais se assemelha à minha imagem," comentou Ueda em entrevista com o IGN.


"Inicialmente, tínhamos encontros sobre a direcção e era a mesma que ICO e Shadow of the Colossus, mas queríamos que a música do jogo não fosse realmente como a música dos videojogos, e dissemos-lhe que queríamos algo que não fosse muito de videojogo ou que estivesse restringido por isso. No entanto, ele era compositor de músicas para filmes, mas por vezes essas músicas expressam emoções; isso faria a música demasiado forte nos jogos, por isso pedi para que ele suavizasse um pouco. O som foi gravado em Londres, com a London Symphony Orchestra. E estou muito contente com o resultado".

"Quanto à frequência do uso da musica, é parecido a ICO e Shadow of the Colossus. As vezes tenho comentários sobre o escasso uso da música nesses jogos, mas não sinto da mesma forma."

"Quando comparas com outros meios visuais, como os filmes e as animações, a quantidade de música não é muito diferente, é natural, e eu tento criar um equilíbrio similar. No entanto uma coisa que devo dizer é que nos filmes tens um protagonista e em que o realizador tem controlo sobre tudo, por isso é correcto ter emoções que se reflictam na música. Nos jogos quem controla o personagem é o jogador, por isso existem fortes probabilidades de haver uma espécie de discrepância nas emoções que o jogador sente, por isso não tenho muita certeza se é correcto expressar muitas emoções nos jogos, e por isso, tento manter o aspecto emocional. Mas em comparação com outros jogos, penso que temos sequências muito expressivas."

"Não tentamos que a musica esteja muito conectada ao jogo. Tentamos que ela atraia o maior número de pessoas. A existência de Trico e do mundo presente em The Last Guardian está expresso através dos gráficos, tem um estilo étnico. Quanto à música não queremos que seja muito estranha ou única. Penso que comparada com a dos outros jogos é mais tradicional, enquanto que os visuais são muito diferentes. Tentamos criar um bom equilíbrio entre os dois".


0 comentários:

Nos deixe saber sua opinião...

Revelados dois novos trailers de Kingsglaive: Final Fantasy XV

A Square Enix apresentou dois novos trailers de Kingsglaive: Final Fantasy XV, um filme criado por computador que conta os acontecim...




A Square Enix apresentou dois novos trailers de Kingsglaive: Final Fantasy XV, um filme criado por computador que conta os acontecimentos paralelos ao que irá acontecer em Final Fantasy XV.

Nestes trailers podemos ouvir as vozes da dobragem original em japonês. A versão em inglês contará com atores conhecidos como Aaron Paul (Breaking Bad), Lena Headey (Game of Thrones) e Sean Bean (Game of Thrones, The Lord of the Rings).

Kingsglaive: Final Fantasy XV vai chegar aos cinemas nipônicos no dia 9 de Junho. Está prevista uma versão em inglês em Blu-ray e para serviços de streaming.





0 comentários:

Nos deixe saber sua opinião...

Conferência E3 2016 da Sony será transmitida nos cinemas

Depois de uma primeira vez em 2014 e de uma continuação em 2015, este a Sony voltará a transmitir a sua conferência da E3 em vários cine...



Depois de uma primeira vez em 2014 e de uma continuação em 2015, este a Sony voltará a transmitir a sua conferência da E3 em vários cinemas da América do Norte para os fãs que quiserem assistir às novidades do evento em grande.

Pela primeira vez a conferência também será transmitida em alguns cinemas da América Latina. A iniciativa ainda não atravessou o Atlântico para chegar à Europa, mas compreende-se a razão. Por exemplo, no caso de Portugal, a conferência ocorre às 02h00 de 14 de Junho, o que é bastante tarde para a maioria das pessoas.

Os bilhetes serão gratuitos e quem assistir ainda terá direito a brindes, nomeadamente a um copo da PlayStation e a uma carta coleccionável.


0 comentários:

Nos deixe saber sua opinião...

Final Fantasy XV com novo Active Time Report amanhã

A Square Enix anunciou que amanhã, dia 31 de Maio, irá transmitir um novo Active Time Report dedicado a Final Fantasy XV. Evento irá decorr...

A Square Enix anunciou que amanhã, dia 31 de Maio, irá transmitir um novo Active Time Report dedicado a Final Fantasy XV. Evento irá decorrer pelas 9h:00 horário de Brasilia.

Este será um evento mais focado para a comunidade nipónica onde Hajima Tabata, director do jogo, irá responder às perguntas dos fãs.

Não está previsto qualquer tipo de anúncio, no entanto as respostas de Tabata poderão revelar mais novidades sobre o jogo. Para além de Tabata, também estarão presentes Akio Ofuji, responsável pelo marketing, e Nozomi Mitsuoka e Yuskuze Tajima, ambos responsáveis pela comunidade do jogo.

O Active Time Report poderá ser seguindo no YouTube.


0 comentários:

Nos deixe saber sua opinião...

Ibuki apresenta-se em Street Fighter V

A Capcom apresentou o vídeo da estreia de Ibuki em Street Fighter V, personagem que apareceu pela primeira vez na série em Street Fight...



A Capcom apresentou o vídeo da estreia de Ibuki em Street Fighter V, personagem que apareceu pela primeira vez na série em Street Fighter III.

Ibuki é a próxima personagem a marcar presença em Street Fighter V e através do vídeo podemos ver algumas das suas características.

Ela é uma das personagens veteranas que a Capcom confirmou que chegariam ao jogo, mas até agora ainda não a tinham mostrado ao pormenor.


0 comentários:

Nos deixe saber sua opinião...

Phil Spencer sobre a E3: "Estamos a fazer coisas que nunca fizemos"

À medida que a E3 2016 vai-se aproximando a expectativa e ansiedade em torno das novidades que as grandes companhias têm preparadas para ...

À medida que a E3 2016 vai-se aproximando a expectativa e ansiedade em torno das novidades que as grandes companhias têm preparadas para o evento vai aumentando. E uma dessas companhias é a Microsoft que pela voz do patrão da divisão Xbox disse que estão a trabalhar em algo verdadeiramente inovador.

"Estamos a fazer coisas que nunca fizemos," escreveu Phil Spencer na sua conta do Twitter, em resposta ao comentário de um fã que lhe felicitava pelo seu trabalho à frente da divisão de jogos da Microsoft.

Spencer não revelou mais detalhes, mas disse estar surpreendido pelo grande esforço que a sua equipa está a fazer.

O que será que a Microsoft está a preparar? Para sabermos a resposta teremos que aguardar pelo dia 13 de Junho, onde a companhia fará a sua conferência de imprensa que terá uma duração de 90 minutos.

0 comentários:

Nos deixe saber sua opinião...

Vídeos de The Last Guardian mostram gameplay inédito

Renascido das cinzas após a conferência da Sony na E3 do ano passado, The Last Guardian parece ter agora lançamento agendado para este...


Renascido das cinzas após a conferência da Sony na E3 do ano passado, The Last Guardian parece ter agora lançamento agendado para este ano.

Depois de terem surgido novas informações de The Last Guardian e de ter sido mais uma vez confirmado que chegará em 2016, chegou a vez do IGN publicar dois vídeos com gameplay inédito comentados por Fumito Ueda, o director criativo do jogo.

Em baixo podem ver os dois vídeos.




0 comentários:

Nos deixe saber sua opinião...

Rumor: Primeiro jogo de realidade virtual para a Xbox One chega em 2017

Fontes indicam que se trata de um project de um estúdio europeu muito conhecido. Durante esta semana ouviu-se e leu-se muito sobre rumores ...

Fontes indicam que se trata de um project de um estúdio europeu muito conhecido.

Durante esta semana ouviu-se e leu-se muito sobre rumores de uma hipotética nova Xbox, mais potente que até a concorrência. Agora, e através do Ars Technica, surgem novos indícios de que haverá um jogo de realidade virtual com uma data de lançamento prevista para 2017.

De acordo com o site, um grande estúdio estaria a trabalhar num jogo preparado para a realidade virtual e com um lançamento previsto para a Xbox One em 2017. Este misterioso título será apresentado na próxima E3, no entanto não ficou esclarecido se será à porta fechada ou se aberto ao público.

Não deixa de ser curioso que a atual Xbox One não tenha qualquer tipo de dispositivo compatível com a realidade virtual, como por exemplo a sua concorrente PlayStation 4 tem com o PlayStation VR. No entanto os rumores dos últimos dias indicam que haverá uma nova Xbox para 2017, e falam sobre um hipotético acordo entre a Microsoft e a Óculus para dar suporte a esta tecnologia graças ao considerável aumento de potência.

Os responsáveis por este projeto são europeus, e segundo fontes próximas do Ars Technica, pertencem a um estúdio muito conhecido, sendo o jogo parte de uma franquia conhecida e já estabelecida na indústria. Para além das consolas Xbox, este jogo chegará também à PlayStation e PC.

Ao que tudo indica parece que a Sony não é a única companhia que está preocupada com a aceitação da realidade virtual, já que a Microsoft também poderá estar a planear algo semelhante ao tentar a compatibilidade com o Óculus Rift no Xbox.

0 comentários:

Nos deixe saber sua opinião...

Final Fantasy XV já conseguiu reservas impressionantes

No seu mais recente relatório financeiro, a Square Enix falou sobre a responsabilidade de lançar Final Fantasy XV no mesmo dia em tod...



No seu mais recente relatório financeiro, a Square Enix falou sobre a responsabilidade de lançar Final Fantasy XV no mesmo dia em todo o globo e revelou que os fãs estão entusiasmados com o jogo.

Segundo a Square Enix, Final Fantasy XV, que estará disponível nas lojas a partir do dia 30 de Setembro para Xbox One e PlayStation 4, já conseguiu um "volume impressionante de reservas em todo o mundo".

Apesar de não revelar o quão impressionantes são em termos de números, a Square Enix confessou que este é o primeiro jogo na icónica série Japonesa que será lançado em simultâneo em todo o mundo e esperam estar plenamente preparados para essa tarefa.

Final Fantasy XV foi ainda considerado como o lançamento mais importante do ano para a Square Enix.

0 comentários:

Nos deixe saber sua opinião...

Vê as novas imagens do filme Kingsglaive: Final Fantasy XV

Chega às salas de cinema nipônicas a 19 de Julho.

Chega às salas de cinema nipônicas a 19 de Julho.



0 comentários:

Nos deixe saber sua opinião...

Square Enix revela mais jogos que levará até à E3 2016

A Square Enix revelou mais três jogos que estarão presentes na E3 e dois eventos. Se bem se recordam a primeira parte da lista de j...

A Square Enix revelou mais três jogos que estarão presentes na E3 e dois eventos.


Se bem se recordam a primeira parte da lista de jogos presentes incluía Deus Ex: Mankind Divided, Hitman, a expansão de Just Cause 3, Star Ocean e I Am Setsuna. Mas sabe-se agora que os visitantes da E3 poderão jogar a uma demo de Final Fantasy XV. Estará também disponível para o público visitante uma demo do jogo mobile Final Fantasy: Brave Exvius, e a Square Enix revelou que estarão mais demos de jogos disponíveis e que serão anunciados brevemente.

Como parte de um acordo com a Milestone, o expositor da Square Enix vai oferecer uma demo de Valentino Rossi: The Game, jogo que será lançado no dia 26 de Julho.

Ficou também confirmado que a companhia vai comemorar os 20 anos de Tomb Raider com alguns presentes para os visitantes na E3. Estão prometidas também actividades ao longo do ano para que os fãs de todo o mundo possam participar em sorteios e concursos, e está programado um Square Enix Presents dedicado à saga de Lara Croft.

Por fim foi revelado que haverá uma sessão de perguntas e respostas sobre Final Fantasy XV que contará com a presença de Hajime Tabata. A partir de hoje e até ao dia que a E3 começa serão seleccionadas 15 perguntas que os fãs publiquem no Twitter com a hashtag #AskFFXV.

0 comentários:

Nos deixe saber sua opinião...

Conhece novos detalhes de The Last Guardian

O mais recente número da revista EDGE revelou mais algumas novidades sobre The Last Guardian, principalmente no que toca à jogabilidade e ...


O mais recente número da revista EDGE revelou mais algumas novidades sobre The Last Guardian, principalmente no que toca à jogabilidade e mais uma vez foi confirmado de que o jogo será lançado ainda este ano.

Na revista, Fumito Ueda, diretor do jogo, contou que, "Uma vez que o jogo será lançado este ano, estou um pouco preocupado, mas estou também muito entusiasmado".

No artigo é revelado uma nova mecânica de gameplay onde o personagem humano enverga um escudo espelhado. Se pulsarmos no botão de circulo do comando da PS4 isso fará com que o escudo reflita uma luz que brilhará em qualquer superfície em que o escudo for apontado, também é dito que Trico poderá disparar uma luz vermelha da sua cauda e que poderá direcionar esse seu poder para qualquer ponto onde o escudo apontar.

Na demo que foi mostrada à revista, este ataque foi usado para resolver puzzles, um envolveu a destruição de uma rocha em forma de cara e o outro desintegrou uma parede de madeira.

A estrela do jogo será Trico, o animal gigante que acompanha o rapaz humano. Ele é descrito na revista como uma criatura de espírito livre que por vezes não se mostra muito afoita a ser domesticada pelo rapaz, o que levou a que questionassem a Ueda se isso poderia ou não incomodar os jogadores.


"Estaria a mentir se dissesse que não estou preocupado," disse Ueda, "mas qualquer outro jogo onde podes controlar completamente uma criatura não seria tão divertido para mim, porque já existem muitos jogos onde podes fazer isso."


À medida que o jogo vai progredindo, a relação entre Trico e o rapaz humano vai-se fortalecendo, e Trico vai-se tornando cada vez mais obediente.

Trico é descrito como poderoso, mas com uma natureza tímida e nervosa. Na revista pode-se ler, "Numa área um pouco mais tarde na demo podemos ver-nos a emergir num cimo de uma enorme caverna que tem um lago subterrâneo. Nós aproveitamos imediatamente a oportunidade para dar um salto para a água, mergulhando debaixo da superfície para explorar o mundo subaquático por uns instantes. Quando voltamos a superfície, encontramos Trico numa das bordas do lago a recusar entrar dentro de água, no fim de contas ele em parte é um gato".

Sobre Trico, Ueda disse ainda à revista que, "Esta criatura não é como os animais de estimação bonitos que existem noutros jogos, ou um aliado que costuma dar bastante jeito. O papel da criatura aqui é ambíguo; isso foi algo que quisemos expressar no jogo, e nem sempre fará aquilo que pedires para ele fazer. Esse é um dos temas de The Last Guardian. É algo que é difícil e completamente diferente. Eu quero criar algo grande, uma experiência que as pessoas nunca tenham tido antes."

"A quantidade de código é muito grande quando comparada com a Inteligência Artificial dos jogos convencionais. Demos a esta criatura a sua própria vontade, por isso dependendo da ação que ela quiser fazer, isso irá afectar tudo, incluindo a sua animação. Não é como um personagem humano normal".

O artigo também referiu o longo tempo de desenvolvimento de mais de oito anos, onde Ueda explicou que, "Foi difícil para mim manter-me motivado. Mas os meus outros jogos também tiveram longos períodos, nesse sentido, acho que consegui manter o interesse muito alto."


0 comentários:

Nos deixe saber sua opinião...

CD Projekt RED poderá anunciar novo jogo na E3

Marcin Iwinski, um dos fundadores do estúdio CD Projekt RED, confessou aos nossos colegas do  Eurogamer em Inglaterra  que poderão apre...


Marcin Iwinski, um dos fundadores do estúdio CD Projekt RED, confessou aos nossos colegas do Eurogamer em Inglaterra que poderão apresentar um novo jogo na E3, já que Cyberpunk 2077 passará ao lado do evento.
Iwinski confirmou os rumores que Cyberpunk 2077 não estará presente no evento que decorre entre os dias 12 e 14 de Junho na E3, e deixou no ar a possibilidade de um anúncio relacionado com The Witcher.
"Iremos estar na E3 e iremos apresentar algo na E3, mas esclareço já que não será Cyberpunk. Ainda temos muito trabalho para fazer em Cyberpunk."
Recentemente, o estúdio revelou que está a preparar um novo formato de jogo que nunca antes foi explorado pelo estúdio e questionado se seria este jogo a revelação da E3, Iwinski deixou a possibilidade em aberto.
Apesar de ter revelado recentemente que The Witcher 4 dificilmente aconteceria, Iwinski não negou que o próximo projeto poderá estar relacionado com a série mas remete todas as respostas para a E3.

0 comentários:

Nos deixe saber sua opinião...

Rumor: Nova Xbox One chegará na Primavera de 2017

Os membros do site Thurrott, os mesmos que avançaram a apresentação do comando Xbox Elite para a Xbox One, dizem agora que será mesmo lanç...

Os membros do site Thurrott, os mesmos que avançaram a apresentação do comando Xbox Elite para a Xbox One, dizem agora que será mesmo lançada uma nova versão da consola na Primavera de 2017.

Segundo estas informações não oficiais, por enquanto meros rumores, a Microsoft está a preparar uma Xbox que será 40% mais pequena que a atual Xbox One, não referindo se será uma revisão do atual modelo ou uma nova consola.

A consola é referida como mais poderosa e fará parte dos planos da Microsoft em tornar a Xbox numa plataforma. É também dito que a interface Xbox chegará ao PC algures em 2017.

O rumor diz ainda que a Microsoft está a preparar uma pequena caixa multimídia ao estilo Apple TV para apresentar aplicações Windows na sala, mas nada ainda confirmado oficialmente.

Vindo de uma fonte que já provou ter razão anteriormente, ficamos a ponderar na possibilidade mas não se esqueçam que se trata apenas de um rumor por enquanto.

0 comentários:

Nos deixe saber sua opinião...

Novo diário de Final Fantasy XV é dedicado ao longo período de produção

O site IGN publicou um diário de produção de Final Fantasy XV dedicado ao longo período de desenvolvimento do jogo. Intitulado de &...



O site IGN publicou um diário de produção de Final Fantasy XV dedicado ao longo período de desenvolvimento do jogo.

Intitulado de "10 anos em Produção: A longa jornada para Final Fantasy XV", no vídeo podemos ver vários comentários da equipa de desenvolvimento à medida que vão falando da criação do jogo nos últimos 10 anos.

O lançamento de Final Fantasy XV está programado para o dia 30 de Setembro em todo o mundo na Xbox One e PlayStation 4.


0 comentários:

Nos deixe saber sua opinião...

Continua a ser complicado levar Yakuza para o Ocidente

A SEGA vai continuar a desenvolver jogos da série Yakuza pensados para um público japonês do sexo masculino, isto segundo Toshihiro Nag...


A SEGA vai continuar a desenvolver jogos da série Yakuza pensados para um público japonês do sexo masculino, isto segundo Toshihiro Nagoshi, criador da série.

Muitos dos jogos da série não são localizados, e os que são lançados no Ocidente são lançados muito mais tarde na Europa e Estados Unidos. Como Nagoshi contou em entrevista com a revista Famitsu (via Kotaku), a SEGA ainda está a tentar descobrir como fazer com que a série chegue aos jogadores ocidentais.

"Quanto à Europa e América, parece que o número de fãs tem vindo a crescer, mas não posso dizer que se tornou numa boa situação. Parece que precisamos de ter alguma espécie de plano para conseguirmos cativar os jogadores Europeus e Americanos," disse Nagoshi.

Quando lhe questionaram se a SEGA estaria empenhada em dar a conhecer a série ao mundo, Nagoshi respondeu, "Originalmente, porque Yakuza foi um jogo feito para os homens japoneses, deixamos de lado os mercados europeu e americano, tal como o resto da Ásia."

Nagoshi referiu que como Yakuza tem vindo a ter sucesso noutros países asiáticos, a série poderia ser bem sucedida no resto do mundo mas isso estaria dependente do tipo de abordagem que a SEGA tivesse.

"No entanto, não interessa quão bom o teu jogo é, se os jogadores não tiverem motivos para o comprar, ele não irá vender," acrescentou Nagoshi. "Penso que os jogadores de outras partes da Ásia estão a comprar Yakuza por razões diferentes das dos jogadores japoneses. Por isso, se analisarmos esses motivos, poderá haver a possibilidade da série ser bem sucedida no estrangeiro".

Apesar de Nagoshi querer encontrar uma forma de Yakuza ser bem recebido pelos jogadores ocidentais, ele fez questão de acrescentar que não fará grandes alterações para não danificar e desrespeitar a essência da série.

"Se apelarmos muito aos jogadores internacionais os jogadores japoneses vão dizer coisas como 'Este já não é o Yakuza que eu conheço e adoro', e isso eu quero evitar. Por isso, aquele sentimento de que os jogos são feitos para o público japonês masculino vai-se manter inalterado," concluiu.

0 comentários:

Nos deixe saber sua opinião...

Naughty Dog já começou a trabalhar num novo jogo

Emília Schatz, designer principal no Naughty Dog, confirmou que o estúdio está à procura de talento para ajudar no desenvolvimento do seu p...

Emília Schatz, designer principal no Naughty Dog, confirmou que o estúdio está à procura de talento para ajudar no desenvolvimento do seu próximo jogo.

Segundo as descrições nas ofertas de trabalho, o estúdio procura pessoas capazes de ajudar no desenvolvimento de um jogo de ação na terceira pessoa, com gameplay e níveis capazes de envolver o jogador a nível emocional.



De momento nada foi ainda confirmado e as especulações referem sistematicamente que The Last of Us 2 é uma realidade, algo que o Naughty Dog nunca confirmou oficialmente.

O estúdio quer pessoas focadas na criação de níveis mas também quer pessoas capazes de trabalhar num sistema de combate de qualidade, o que pode indicar algo ao estilo dos jogos que apresentou nos tempos recentes.

Ficaremos atentos a possíveis novidades no futuro.

0 comentários:

Nos deixe saber sua opinião...

Entusiasmo Pré-E3: Square Enix

Estamos a meras semanas da E3, o grande evento anual que se realiza em Los Angeles, e celebra com grande entusiasmo a indústria dos videojo...

Estamos a meras semanas da E3, o grande evento anual que se realiza em Los Angeles, e celebra com grande entusiasmo a indústria dos videojogos que tanto amamos. Para alguns é como o Natal em Junho e é sempre aquela altura em que imaginamos e especulamos sobre o que será revelado pelas principais companhias. Este ano será diferente, algumas editoras de peso ficam de fora, como a Activision, e outras optaram por eventos próprios, como a EA, mas existe tanto com que ficar empolgado que quase perdoamos estas ausências.



Claro que este ano será também diferente devido ao ritmo de jogos que chegam no próximo mês. Tradicionalmente mais calmo e focado em lançamentos indie, Junho começa com o novo Mirror's Edge e termina com No Man's Sky, sem esquecer a avalanche de título Japoneses que escolheram todos um momento mais calmo e em conjunto acabaram por criar um período agitado. É um ano deveras entusiasmante e repleto de potencialidades, em que os jogadores vão estar com um olho em Los Angeles e outro na loja à espera de receber a notificação para levantar a encomenda.

Por outro lado, as incógnitas perante as supostas novas consolas, referidas como mais do que meras actualizações às actuais, com capacidade para introduzir alterações inéditas na indústria, criam todo um conjunto de variáveis que nos deixam ainda mais inquietos com a expectativa. Todas as grandes companhias estão munidas com nomes de peso. A Microsoft terá Gears of War 4, um possível novo Forza, Sea of Thieves e outras surpresas para revelar. Quem sabe uma nova consola.

A Sony terá Gran Turismo Sport, The Last Guardian, Horizon: Zero Dawn, o PlayStation VR e ainda algumas novidades que prometem fazer eco perante a indústria. A Nintendo tem o novo jogo na série The Legend of Zelda para promover mas outros títulos como Dragon Quest VII e VIII ao lado de Yo-Kai Watch 2 devem deixar os fãs rendidos. Mas e quanto às outras companhias? As companhias que suportam praticamente todas as plataformas com videojogos? Companhias como a Square Enix, Ubisoft ou Electronic Arts, sem esquecer a Atlus e a SEGA com o muito desejado Persona 5?

É pela Square Enix que decidimos começar estes especiais dedicados à E3, focados nos jogos que as companhias terão presentes no evento, e também em potenciais novidades que possam ser apresentadas. A Square Enix tem muito para apresentar e tem jogos há muito aguardados, por isso será com elevado interesse que teremos os olhos na companhia Japonesa. Vamos então ver quais são os jogos anunciados:


  • Deus Ex: Mankind Divided
  • Hitman
  • Star Ocean 5
  • Just Cause 3: Land Mech Assault
  • I Am Setsuna
  • The Touring Test
  • Black The Fall


Não queria de forma alguma parecer negativo mas desde logo as ausências marcam mais do que as presenças. Enquanto Final Fantasy XV provavelmente fica de fora para dar espaço a outros jogos, títulos como Kingdom Hearts 3, Kingdom Hearts 2.8, e NieR Automata deixam alguma estranheza. Apesar da Square Enix ainda poder acrescentar mais títulos, como a versão PlayStation 4 de Rise of The Tomb Raider, está mais do que na hora de Kingdom Hearts 3 preparar o seu caminho para o lançamento. Talvez seja uma arma reservada para o Tokyo Game Show.

NieR: Automata é um jogo agendado para 2016 e a E3 seria um palco especial para o promover perante uma audiência mais ampla, aparentemente a Square Enix prefere deixar o jogo de fora. Foi revelado no evento de 2015 e tornou-se num dos pontos altos para muitos dos jogadores. Final Fantasy VII Remake é outro título que ficou de fora desta lista e qualquer fã adoraria sentir algo aproximado da emoção sentida quando o jogo foi revelado na conferência da Sony.

Deus Ex: Making Divided já impressionou na E3 de 2015, a apresentação à porta fechada permitiu ver um jogo de aspecto fabuloso, patrocinado por mecânicas que erguem a experiência acima do que foi visto no primeiro. Será importante jogar a demonstração para perceber de que formas o tempo extra de desenvolvimento ajudou o jogo. Foi um dos momentos mais felizes da anterior geração de consolas e é esperado que faça o mesmo nesta geração com a sequela.

Ao invés de Final Fantasy ou Kingdom Hearts, as equipas Japonesas da Square Enix vão apresentar I Am Setsuna e Star Ocean 5, dois jogos já agendados para Julho e que permitirão testar algumas semanas antes os jogos. Tendo em conta que já estão ambos disponíveis no Japão, especialmente I Am Setsuna, a curiosidade fica diluída. Star Ocean 5 estará disponível nas lojas duas semana depois do evento e quem o quiser comprar já deverá ter a sua decisão tomada. The Touring Test e Black The Fall pertencem à iniciativa da Square Enix em aliar-se a estúdios independentes para lançar títulos de menor envergadura. Sendo frequentemente responsáveis por ideias frescas e originais, serão pontos curiosos a verificar no quadro da Square Enix mas ainda assim, sentimos que falta força e vigor quando o catálogo de jogos na empresa é tão rico.

Land Mech Assault é um pacote com conteúdos extra para Just Cause 3, disponível desde Dezemro de 2015, e o terceiro episódio de Hitman são os restantes títulos da lista. A recente jornada do Agente 47 dividiu os fãs e o interesse pelo novo episódio será exclusivo de um grupo restrito de jogadores que não se importou com a exclusividade digital de um título lançado às fatias. Não são propriamente os nomes mais entusiasmastes da lista.

Serão as surpresas, ao nível de NieR Automata se for possível, e as possíveis presenças de títulos como Kingdom Hearts que poderão dar brilho a uma lista que dificilmente surpreenderá ou entusiasmará. Quem sabe o anúncio das novas consolas permite a apresentação de novidades incríveis ou talvez a confirmação de jogos como Dragon Quest Heroes II ou Dragon Quest Monsters Joker 3 para o Ocidente que sirvam para a Square Enix deixar os fãs a vibrar. Caso contrário, será um momento para deslumbrar com Deus Ex e pouco mais.

Quais as vossas expectativas para a Square Enix na E3? Alguém falou em Final Fantasy XII HD Remastered?

0 comentários:

Nos deixe saber sua opinião...

Tabata diz que a Square Enix foi infectada pela doença Final Fantasy

Numa entrevista com o site 4Gamer (via Kotaku), Hajime Tabata, diretor de Final Fantasy XV, explicou quais foram os motivos da longa dur...

Numa entrevista com o site 4Gamer (via Kotaku), Hajime Tabata, diretor de Final Fantasy XV, explicou quais foram os motivos da longa duração do desenvolvimento do décimo quinto jogo numerado da série. Segundo ele o que aconteceu é que muitos dentro do estúdio tinham aquilo a que ele chama de "a doença de Final Fantasy".

Depois de vários anos em desenvolvimento, Tabata finalmente tomou as rédeas do projeto em 2012, e depois de uma reestruturação começou-se a avançar de forma mais decidida no projeto. Para Tabata, o mal que afligia a companhia era que "havia pessoas dentro da companhia que não conseguiam imaginar nenhuma outra visão mais do que a sua em relação a Final Fantasy".

Esta "doença", não estava apenas dentro do estúdio, comentou Tabata, mas também se notava que fora do estúdio toda a gente tinha uma ideia de como deveria ser Final Fantasy e, entre outras coisas, era isso que não deixava o projecto avançar devidamente.

Finalmente o caminho que Tabata decidiu tomar foi o de "modernizar" a franquia, pois segundo ele se não fosse assim esta poderia desaparecer. "Neste ponto, se não modernizássemos a série, penso que ela teria acabado," contou ele.

0 comentários:

Nos deixe saber sua opinião...

Microsoft está quase pronta para a E3 2016

A equipe do Xbox continua a preparar a sua conferência para a E3 2016, e recentemente revelaram os planos de como será a sua apresentação n...

A equipe do Xbox continua a preparar a sua conferência para a E3 2016, e recentemente revelaram os planos de como será a sua apresentação no evento de videojogos mais importante do ano. Perante isso, Phil Spencer, patrão da divisão Xbox, contou no Twitter que está entusiasmado como aquilo que viu mas ainda têm muito trabalho pela frente.



O seu tweet veio como resposta a uma mensagem do produtor de Gears of War 4, Rod Fergusson, que há pouco tempo mostrou a Spencer e a Aaron Greenberg algumas das novas imagens do jogo exclusivo do Xbox One.

A conferência da Microsoft está agendada para o dia 13 de Junho, pelas 17:30 de Portugal Continental. Num comunicado de imprensa sobre a mesma, a companhia norte-americana revelou que na E3 mostrarão "mais jogos e experiências que chegarão em 2016 e mais além".


0 comentários:

Nos deixe saber sua opinião...

Phil Spencer felicita Naughty Dog pelas opções de acessibilidade de Uncharted 4

Phil Spencer continua a mostrar que não tem problemas em demonstrar a sua amabilidade e felicitar a concorrência. Desta vez o pat...



Phil Spencer continua a mostrar que não tem problemas em demonstrar a sua amabilidade e felicitar a concorrência.

Desta vez o patrão da divisão Xbox, mostrou o seu agrado quanto à atenção demonstrada pela Naughty Dog ao incluir opções que melhoram a acessibilidade de Uncharted 4 para pessoas incapacitadas.


0 comentários:

Nos deixe saber sua opinião...

Sony está ciente do interesse por um novo Crash Bandicoot

Mas neste momento não há nada para anunciar. Jim Ryan, executivo da Sony Computer Entertainment Europe, disse em entrevista com a R...

Mas neste momento não há nada para anunciar.


Jim Ryan, executivo da Sony Computer Entertainment Europe, disse em entrevista com aRevista Oficial PlayStation do Reino Unido, que a Sony está ciente do interesse dos fãs em verem um regresso de Crash Bandicoot.
"Claro que estamos cientes do grande carinho, até mesmo veneração, dos fãs pelo lendário Crash, mas ainda não temos nenhuma atualização," comentou Ryan.
Recentemente a Sony confirmou que os direitos de Crash Bandicoot ainda pertencem à Activision, companhia que há alguns anos comentou que estava a pensar numa forma de trazer de volta o personagem e a franquia.
Desde 2010, quando foi lançado Crash Bandicoot Nitro Kart 2 para dispositivos móveis, que não se sabe nada sobre aquela que foi uma das franquias mais lendárias da primeira PlayStation.

0 comentários:

Nos deixe saber sua opinião...

Final Fantasy XV: Ultimate Collector's Edition terá mais unidades

A Square Enix vai fabricar mais unidades da Ultimate Collector's Edition de Final Fantasy XV, que estou num instante. Devido à ...


A Square Enix vai fabricar mais unidades da Ultimate Collector's Edition de Final Fantasy XV, que estou num instante.

Devido à demanda dos fãs, a Square Enix anunciou que mais 10.000 unidades desta edição serão fabricadas. No caso da Europa, a edição será colocada à venda na loja digital da Square Enix às 10h00 de 23 de Maio (próxima Segunda-Feira).

As unidades serão vendidas a quem as comprar primeiro, mas para impedir esquemas, cada pessoa apenas poderá comprar uma unidade da edição. Cada unidade custa 269.99 euros e inclui vários bônus como uma figura de 26 cm da Play Arts de Noctis.

A Square Enix não garante que conseguirá fabricar estas unidades extra a tempo do lançamento (devido ao tempo envolvido no fabrico da figura de Noctis), que está marcado para 30 de Setembro, mas assegura que está a fazer todos os possíveis.

Se querem esta edição, aproveitem esta oportunidade. Depois destas unidades extra a edição ficará esgotada para sempre.

0 comentários:

Nos deixe saber sua opinião...

Final Fantasy XV mostra o seu belo mundo

No evento Uncovered: Final Fantasy XV, no qual foi revelada a data de lançamento do jogo, a Square Enix revelou um trailer focado no mundo...



No evento Uncovered: Final Fantasy XV, no qual foi revelada a data de lançamento do jogo, a Square Enix revelou um trailer focado no mundo do jogo e hoje temos a versão em alta qualidade do mesmo.

Final Fantasy XV estará nas lojas a 30 de Setembro, para PlayStation 4 e Xbox One, e este vídeo é uma fantástica oportunidade para olhar o mundo que nos irá ser apresentado em Setembro. Do qual tivemos uma pequena amostra em duas demonstrações.

Se quiserem ficar espantados, e ainda ouvir uma fantástica música do jogo, não percam este vídeo de Final Fantasy XV.

 

1 comentários:

Nos deixe saber sua opinião...

Gameplay de Final Fantasy XV mostra técnicas avançadas de combate

A Square Enix partilhou um novo vídeo de gameplay de Final Fantasy XV. Este vídeo, que não é muito longo, mostra as técnicas avançada...

A Square Enix partilhou um novo vídeo de gameplay de Final Fantasy XV.


Este vídeo, que não é muito longo, mostra as técnicas avançadas de combate e feitiços poderosos que poderão executar neste RPG de acção. Se estão com receio de ver devido a spoilers, não se preocupem. O vídeo apenas mostra as áreas já conhecidas.
Na E3 2016 a Square Enix provavelmente mostrará novas sequências de gameplay. Resta aguardar por Junho.

3 comentários:

Nos deixe saber sua opinião...

Rumor: Resident Evil 7 voltará às raízes

Serkan Toto, CEO da consultora Kantan Games cuja sede está localizada em Tóquio, já avançou várias informações antecipadamente que prova...



Serkan Toto, CEO da consultora Kantan Games cuja sede está localizada em Tóquio, já avançou várias informações antecipadamente que provaram ser verdadeiras e agora regressa com um rumor de Resident Evil 7.

Segundo Toto, Resident Evil 7 está mesmo em desenvolvimento e o jogo será tal como os fãs pedem, um regresso às origens, com um forte foco no terror. Será quase como um novo começo para a série.

Apesar da Capcom nada ter comentado oficialmente, o consultor afirma que o jogo será apresentado na E3 e que a equipa conta com a participação de Jordan Amaro, designer que trabalhou em MGS V e P. T. no Kojima Productions.

Serkan Toto é uma fonte bastante credível na indústria mas mesmo assim, nada foi anunciado oficialmente, logo estamos perante um rumor.

0 comentários:

Nos deixe saber sua opinião...

SONY REVELA DATA E HORA DE SUA CONFERÊNCIA DA E3 2016

A Sony Interactive Entertainment America anunciou oficialmente que a sua conferência na E3 2016, que decorre entre os dias 14 e 16 de Jun...

A Sony Interactive Entertainment America anunciou oficialmente que a sua conferência na E3 2016, que decorre entre os dias 14 e 16 de Junho, irá decorrer, tal como habitualmente, no dia anterior ao evento, ou seja, a 13 de Junho.
No entanto, para quem está no Brasil, isto significa mesmo que teremos que estar acordados às 22h na noite de 13 de Junho para poder assistir à conferência da SIE em Los Angeles, que decorrerá no Shrine Auditorium.
Para os interessados, fica aqui uma lista com todas as conferências relacionadas com a E3 que vão decorrer:
  • Electronic Arts (EA Play) - 12 Junho às 21 horas
  • Bethesda Softworks - 13 Junho às 3 horas
  • Microsoft - 13 Junho às 17:30
  • Ubisoft - 13 Junho às 21 horas
  • Sony - 13 Junho às 22 horas
Será que a Sony começará logo com a PlayStation 4 Neo? Será que o PlayStation VR vai ocupar muito tempo da conferência e Horizon será adiado para 2017? Quais as novidades mais desejadas além de Crash Brandicoot?

0 comentários:

Nos deixe saber sua opinião...

Microsoft está a preparar a E3 desde Dezembro

A E3, que irá decorrer entre os dias 14 e 16 de Junho em Los Angeles, será um dos grandes momentos do ano para a Microsoft, e há muito ...


A E3, que irá decorrer entre os dias 14 e 16 de Junho em Los Angeles, será um dos grandes momentos do ano para a Microsoft, e há muito que se estão a preparar para isso.

Larry Hryb, conhecido como Major Nelson, e Jeff Rubenstein, revelaram que a primeira reunião na Microsoft para planear a E3 ocorreu em Dezembro de 2015, revelando que a companhia leva muito a sério o evento.

Hryb confirmou que está a preparar algo relacionado com Overwatch, que estará nas lojas no dia 24 de Maio, antes do evento, e tal como afirmados como Phil Spencer anteriormente, teremos algo pensado nos fãs e com novidades.

A Microsoft quer que seja uma semana incrível para os fãs da consola Xbox e ainda terá várias surpresas preparadas, assim como tempo para falar sobre os videojogos no Windows 10.

0 comentários:

Nos deixe saber sua opinião...

Rumor: Nintendo NX será equiparável à PS4 e Xbox One

Enquanto a Nintendo não apresentar oficialmente a Nintendo NX, tudo o que temos em termos de possíveis informações são rumores, apres...



Enquanto a Nintendo não apresentar oficialmente a Nintendo NX, tudo o que temos em termos de possíveis informações são rumores, apresentados por insiders que anteriormente revelaram informações antecipadamente, que mais tarde foram confirmadas.

Emily Rogers, tem um bom registo no que diz respeito à apresentação de informações antes do tempo, e agora, após alguns contactos, afirma que a Nintendo NX não será muito mais poderosa que a PlayStation 4 ou a Xbox One. Ao contrário dos rumores que dizem que a nova consola da Nintendo será superior as que estão nas lojas, Rogers diz que será equiparável.

Rogers diz que a NX não usará uma arquitetura x86 como a PS4 e a Xbox One. Usará chips especiais, feitos a preceito para o seu design que é muito moderno. Uma vez que o design da consola será altamente moderno, os chips serão dos melhores mas isso não significa que teremos a consola mais poderosa do mercado.

Várias fontes disseram a Rogers que a NX estará muito perto do poder da Xbox One e PlayStation 4 e que mesmo isso já poderá ser na melhor das hipóteses. "Os que dizem que a NX terá o dobro do poder da GPU da PS4 está a ser enganado. Baseado no que ouvi, não acredito que a NX vá competir diretamente com a PS4 Neo /4K em termos de poder em bruto."

No futuro, não será fácil comparar as especificações da NX porque não usará uma arquitetura x86 e segundo o que a insider ouviu, a NX não vai ultrapassar a PS4 ou a Xbox One.

0 comentários:

Nos deixe saber sua opinião...

PlayStation 4 Neo chegará em 2016

Segundo a Innelec Multimedia, distribuidora Francesa de videojogos, a PlayStation 4 Neo da Sony será lançada algures em Outubro de 20...



Segundo a Innelec Multimedia, distribuidora Francesa de videojogos, a PlayStation 4 Neo da Sony será lançada algures em Outubro de 2016, juntamente com o PlayStation VR.

No seu mais recente relatório financeiro, a Innelec refere que os resultados financeiros do próximo ano fiscal devem ser impulsionados com a chegada da nova consola e do capacete de realidade virtual da Sony.

"A previsão para o ano fiscal 2016/2017 deve ser reforçada pela indústria dos videojogos, durante os primeiros seis meses, com a chegada da PS4 Neo 4K, uma evolução da consola PS4 da Sony com novas funcionalidades e o lançamento em Outubro de 2016 do capacete de realidade virtual da Sony."

Cada vez parece mais certo que a PS4 Neo é real e cada vez parece mais certo que será lançada em 2016. Será uma E3 muito interessante para a Sony, não concordam?

0 comentários:

Nos deixe saber sua opinião...

Square Enix confiante em Final Fantasy XV

Se no final de Outubro, início de Novembro, teremos um grande confronto com Battlefield 1 e Call of Duty: Infinite Warfare a chegar às loja...

Se no final de Outubro, início de Novembro, teremos um grande confronto com Battlefield 1 e Call of Duty: Infinite Warfare a chegar às lojas, no mês de Setembro teremos um confronto entre Persona 5 e Final Fantasy 15, mas a Square Enix não parece preocupada com a concorrência.



Agendado para 30 de Setembro em todo o mundo, Final Fantasy 15 é um dos mais aguardados e desejados títulos para a PlayStation 4 e Xbox One, e a Square Enix está tão confiante na sua prestação que aumentou as previsões de lucro para o actual ano fiscal em que entrou.

A Square Enix prevê um aumento entre 16.8% e 26.1% nas receitas, e acredita que os lucros podem ascender até 30.3% acima das suas previsões, especialmente em relação ao ano anterior.

A companhia Japonesa acredita que o jogo a irá ajudar a manter-se crescentemente competitiva e que os mercados Ocidentais vão contribuir imenso para uma melhor prestação.

Depois de 10 anos, o jogo que começou como Final Fantasy Versus XIII vai finalmente chegar às lojas.

0 comentários:

Nos deixe saber sua opinião...

Trailer de King of Fighters XIV mostra Kyo, Goro e Benimaru

A SNK partilhou um novo vídeo de King of Fighters XIV com Kyo Kusanagi, Benimaru Nikaido e Goro Daimon. Este trio de lutadores fazem pa...



A SNK partilhou um novo vídeo de King of Fighters XIV com Kyo Kusanagi, Benimaru Nikaido e Goro Daimon. Este trio de lutadores fazem parte da equipa japonesa.

Em próximos trailers a SNK revelará os lutadores de outros países.


0 comentários:

Nos deixe saber sua opinião...

The Witcher poderá ter um quarto jogo

Depois do lançamento de Blood and Wine, a nova expansão de The Witcher 3: Wild Hunt, a CD Projekt vai dedicar-se em força ao desenvolvim...



Depois do lançamento de Blood and Wine, a nova expansão de The Witcher 3: Wild Hunt, a CD Projekt vai dedicar-se em força ao desenvolvimento de Cyberpunk 2077. No entanto o director Konrad Tomaszkiewicz espera regressar à franquia no futuro e lançar um quarto jogo.

Em entrevista com o Eurogamer.net, Tomaszkiewicz comentou que, "Pessoalmente espero que um dia façamos mais alguma coisa porque eu adoro a série e trabalho nos jogos de The Witcher já há 12 anos". Ele acrescentou de seguida que, "Mas não sei o que vamos decidir. Em breve partilharão o plano de estratégia connosco. Logo veremos".

Há uns meses a CD Projekt RED tiha dito que The Witcher 3: Wild Hunt seria o último jogo da série protagonizado por Geralt. Isso não significa que, se tal acontecer, The Witcher 4 precisaria de um novo herói principal.

O lançamento de Cyberpunk 2077 tem uma vasta janela de 2017 a 2021, mas ainda antes disso a CD Projekt RED planear lançar outro RPG que terá um formato que ainda não foi explorado pelo estúdio polaco. Por seu lado, Blood and Wine será lançado no dia 31 de Maio no PC, Xbox One e PlayStation 4.

0 comentários:

Nos deixe saber sua opinião...

Blood and Wine: o grande final de Witcher 3: Wild Hunt - Antevisão

Há um ano e quatro meses visitamos pela primeira vez os estúdios da CD Projekt Red, em Varsóvia, no leste da Europa, para experimentar a pr...

Há um ano e quatro meses visitamos pela primeira vez os estúdios da CD Projekt Red, em Varsóvia, no leste da Europa, para experimentar a primeira grande aventura de Geralt of Rivia nas consolas e computadores da corrente geração: Witcher 3. Alguns adiamentos e a necessidade de polir o jogo levaram o estúdio a redobrar os esforços no sentido de concretizar plenamente uma das melhores experiências dentro da fantasia medieval. Wild Hunt é incrível, um sucesso a todos os níveis e ao mesmo tempo ilustra a elevação do estúdio polaco à categoria dos melhores, motivado por um padrão de qualidade exigente, visando boas histórias, fascinantes quests, áreas e personagens inesquecíveis.

Depois de uma tentadora primeira expansão - Hearts of Stone - a CD Projekt Red opera nesta altura os últimos retoques no derradeiro capítulo de Geralt of Rivia, a expansão Blood and Wine, assente na mesma estrutura de role-play que é marca da série. Não é difícil vislumbrar um misto de sentimentos nos comentários dos programadores e em todos os que trabalharam nesta aventura derradeira, que mais uma vez acontecerá em pleno mundo aberto. Entre a alegria e a certeza de que é tão isto (depois dos desafios por que passaram em Wild Hunt sentem-se agora absolutamente capazes de ir mais longe, sem constrangimentos), detectamos uma certa melancolia neste cerrar de cortina sobre o magnífico périplo de Geralt of Rivia, o "grande final" de Wild Hunt, como alguns se referem a Blood and Wine.

Toussaint é uma terra remota - situada no sul da Europa, em ligação com o mediterrâneo -, quase saída de um conto de fadas, abrigada de conflitos e guerras

De facto, superados os desafios e obstáculos na produção de Wild Hunt, o estúdio ganhou a tranquilidade, o conhecimento e um motor de jogo, pelo que Blood and Wine é uma espécie de corolário disso mesmo. Pela valiosa dimensão da expansão, quantidade de quests, a novidade do território (Toussaint é uma terra remota - situada no sul da Europa, em ligação com o mediterrâneo -, quase saída de um conto de fadas, abrigada de conflitos e guerras), não estamos só perante uma expansão que nos mostra uma espécie de Wild Hunt maior e melhor mas um novo Witcher, envolto em todas as surpresas e mistérios que desenrolamos com o mesmo fascínio com que começamos a jogar um novo episódio da série.

3 horas passadas a jogar Blood and Wine na CD Projekt Red

Neste regresso aos estúdios da CD Projekt Red de modo a jogarmos uma porção inicial da expansão Blood and Wine, foi evidente uma certa familiaridade, um ambiente quente e acolhedor que não nos é mais estranho, de certa maneira até enlevado, fruto dos recentes sucessos e da aclamação mundial de Wild Hunt. No entanto, o objectivo estava definido, apontado ao relógio e a uma ampla sala anexa à cafetaria/restaurante, onde descontraídos e de comando na mão rapidamente se tornaram mais dispersos e vagos esses pensamentos à medida que penetramos a fundo na primeira quest, reencontrando o nosso velho amigo Geralt em mais uma altercação antes de montar Roach e partir para a longínqua Toussaint.



A série Witcher assenta em três sólidas fundações: a história, o território e a jogabilidade (o típico role-play e acção), todas em relação entre si numa sintonia inspirada a partir dos livros de Sapkowski mas ao mesmo tempo o produto da imaginação dos guionistas, quest designers e de todos aqueles que trabalharam no sentido de garantir consistência narrativa. Sem entrar por grandes detalhes alusivos à história para não ferir surpresas, talvez o ponto mais saliente na ligação de Toussaint com Geralt of Rivia seja uma espécie de imprevisibilidade, embora saibamos de antemão que estamos envolvidos numa trama com novos contornos misteriosos e uma nova ameaça conforme o nome da expansão deixa antever.

Toussaint é uma terra oposta à composição sombria e aterradora de Novigrad e No Man's Land. Veio dos livros de Sapkowski. No jogo encontramos uma paisagem campestre, banhada por gloriosos raios de sol e nuvens dispersas. É terra fértil em vinhas regadas por água que escorrega dos picos montanhosos, não muito distantes, a lembrar os Alpes, com as sobras do Inverno nos cumes, alimentando os campos cultivados e ribeiros tranquilos coexistindo pacificamente com pontes de arquitectura tipicamente romana. Onde a densidade urbana é maior e se juntam mais pessoas, cruzando-se com a nossa personagem, são-nos oferecidos mitos e peculiaridades da região, como a qualidade do vinho, uma das maiores atracções de Toussaint, impressionante região vinícola.

A distância do horizonte é assinalável, especialmente quando alcançamos pontos elevados e contemplamos os edifícios mais emblemáticos, assim como toda a deliciosa construção urbana adjacente ao palácio real, disposta por diferentes camadas de telhados. À margem de conflitos e guerras, parece ser o retiro perfeito para Geralt of Rivia, mas depois de atravessar as fronteiras, depressa é posto à prova diante de criaturas agressivas e uma nova ameaça, envolvendo-se mais uma vez num minucioso trabalho de investigação, inquirição, escolhas e consequências.

Mais de 30 horas de jogo

Três horas chegaram para nos dar uma ideia muito firme da magnitude de Toussaint. A abertura do mapa é suficiente para nos lembrar os imensos pontos de interesse e novas side quests. Constantemente somos solicitados para nos desviarmos do trilho principal da campanha, com pedidos para quests que facilmente podemos aceitar. Em termos de área e dimensão pensamos em No Man's Land e Novigrad, territórios igualmente vastos, repletos de missões secundárias e pontos de interesse.

Pese embora a autonomia da expansão, haverá ligações com personagens apresentadas em Wild Hunt, provenientes de outros territórios. Geralt está longe de casa, num território desconhecido mas não levará muito tempo até conquistar o seu espaço e a atribuição da sua "vineyard". A sua quinta é talvez uma das maiores novidades apresentadas ainda na primeira dezena de horas de jogo. É também o ambiente perfeito para degustar um vinho proveniente das suas vinhas, refastelado numa cadeira do pátio. Nada como relaxar na sua casa, mesmo estando longe de casa. Levará tempo até fazer de Corvo Bianco uma propriedade irresistível. Reparar o estábulo para Roach, reconstruir os muros, decorar os interiores, é quase infindável a lista de tarefas a realizar até transformarmos por completo a propriedade. Ao nosso serviço está o mordomo Barnabas Basil (ou B.B.), sempre muito diligente na programação e realização tempestiva das tarefas.


A abertura do mapa é suficiente para nos lembrar os imensos pontos de interesse e novas side quests
Os serviços de reparação e remodelação acarretam despesas, pelo que terão que ter em conta os vossos recursos caso optem por uma transformação completa. Expandir Corvo Bianco até ao limite é custoso e neste primeiro contacto com o jogo só o fizemos porque nos facultaram recursos quase ilimitados. A maioria das receitas provém das missões principais, side quests e outros serviços. Por outro lado, a transformação e realização do serviço não acontece imediatamente. B.B. dá a indicação e só ao fim de alguns dias, consoante a complexidade do serviço, é que o mesmo estará pronto (claro que podem sempre acelerar o tempo).

O resultado é especialmente animador quando temos Corvo Bianco pintado e reparado de fresco. Não é só um local aprazível e belíssimo onde o serão ao fim do dia pode ser especialmente agradável. Podemos guardar as nossas armaduras e exibi-las num local especialmente criado para o efeito, como o nosso quarto, onde juntamente com os livros e outros objectos guardamos o espólio e recordações da nossa viagem.

Se formos mesmo longe neste processo de transformação acabamos por descobrir, por força do acaso e alguma investigação, uma área especialmente vedada e reservada às mentes curiosas. Um anterior proprietário da quinta, intrigado pela alquimia, desenvolveu um complexo sistema de transmutações. Numa mesa repleta de objectos e acessórios típicos de um laboratório, encontramos o esforço que alguém que se dedicou durante tanto tempo, com dedicação e amor, ao sistema científico que permite a transformação de mutações tiradas dos monstros em mutações comuns. Existem riscos no tratamento disto, todavia os seus efeitos, quando explorados com sucesso, podem revelar grandes efeitos em combate, basta pensar nestes exemplos: um "sign" pode causar vários golpes, podendo os inimigos atingidos com um "critical hit" de um "sign" explodir. Noutras situações, em vez de morrer, a personagem pode ser curada e ganhar imunidade a determinado tipo de golpes. Os oponentes derrubados pelo AARD podem congelar e morrer imediatamente, se não forem derrubados permanecem congelados.

Globalmente, o sistema de mutações oferece 12 novas habilidades modificadas e a selecção depende da pesquisa levada a cabo pelo jogador. Levará tempo até desbloquearem o sistema e colherem o seu máximo efeito. Isso será mais evidente no NG+, a partir do momento que puderem aceder a ele na sua plenitude.
Uma nova ameaça

Neste primeiro contacto com a expansão enfrentamos três diferentes inimigos. O primeiro é um monstro gigante (Cyclops) capaz de atormentar qualquer um e nos forçar aos melhores golpes de espada, evasões e magias. Num espaço aberto, a batalha oferece alguns elementos típicos em Witcher e serve quase de prelúdio para a investigação que se adivinha assim que entramos em Corvo Bianco e encontramos um cenário dantesco que nos guia até às catacumbas onde aguarda por nós uma temível bruxa nua, capaz de desaparecer por instantes. Curiosamente, esta batalha obedece a um formato próximo dos "puzzles". É possível vencê-la recorrendo ao método mais simples, mas usando a poção certa podemos quebrar o seu poder especial que a torna temporariamente invisível (quando nos causa mais danos) e assim atingi-la com mais eficácia. Não é uma batalha simples e requer uma boa conjugação de equipamento, habilidades e items.

A terceira e última batalha ocorre numa espécie de coliseu, onde um glorioso monstro, atado a umas pesadas grilhetas se solta, provoca o caos e arrasta Geralt para o combate. Estes inimigos e bosses perfazem os 20 novos monstros desenhados para a expansão. No entanto, há uma ameaça maior e grave, vampírica, relacionada com lendas e histórias transformadas em receios e medos populares. Muitas das missões só poderão ser concretizadas à noite, quando os monstros aparecem, mas para não estragar a surpresa, reservamos muitos desses detalhes para mais tarde.

Mais de 90 novas quests

Entre as novidades destaque para a mecânica "dye". Basicamente este sistema torna possível que cada peça do equipamento da vossa personagem apresente determinada cor, através de uma substância concreta que tinge os objetos. Estas substâncias podem ser adquiridas através de mercadores ou então criadas por intermédio de uma receita. Alternativamente, podem obtê-las a partir do espólio de algum adversário tombado. Certo é que são exclusivas da região de Toussaint, por isso façam delas a melhor utilização a fim de tornarem a vossa personagem única.

Terão ainda à vossa disposição 100 peças de armaduras e 30 novas armas, numa ampliação significativa do arsenal à disposição de Geralt. Em muitas batalhas torna-se decisivo combater de forma cooperativa com as personagens comandadas pelo computador, como alternativa a vencer mais facilmente os adversários, mas para isso terão que ser rápidos e adoptar a melhor estratégia, que nem sempre se descobre facilmente.

Para Blood and Wine os guionistas e quest designers criaram 90 novas quests, as melhores, como nos contou Phillip Weber, "quest designer" da CD Projekt Red. De uma lista de centenas, apenas ficaram as 90 melhores, em conformidade com os parâmetros de qualidade determinados pelo estúdio. Entre mais de 40 pontos de interesse, facilmente temos uma aventura onde os diálogos abundam (14 mil linhas de diálogo por oposição às 6 mil linhas de Hearts of Stone) e as escolhas reflectem o final do jogo.

Outra novidade a sublinhar é o novo sistema dinâmico dos pontos de interesse, que significa que se interagirem num determinado ponto, por exemplo, atacando um esconderijo de inimigos, isso terá reflexo no número de reforços disponíveis nos campos adjacentes. No que toca ao sistema "Gwent", haverá um novo baralho, chamado "Skellige" que poderá ser utilizado em torneios e competições e que será incluído numa versão física da expansão, que para além de conter o baralho de cartas, inclui o código do jogo.

Com novos diálogos, um apurado sentido estético, um grafismo impecável, uma sincronização labial e movimentos corporais bem trabalhados, Blood and Wine assemelha-se a um polimento daquilo que vimos em Wild Hunt e Hearts of Stone. Há um misto de alegria e nostalgia nesta derradeira expansão, aparentemente a última aventura de Geralt of Rivia. Mas não é uma despedida feita com pouco ou criada só para acrescentar mais horas de jogo. É uma expansão que promete realmente saciar os fãs pela nova história e território, ao mesmo tempo que deliciará os devotos por jogos de aventura com ênfase na fantasia medieval. Onde o vinho, sangue e a música se conjugam, Toussaint é o grande palco da derradeira aventura. No estúdio impera a confiança e a certeza da construção de um final à altura das maiores expectativas.

0 comentários:

Nos deixe saber sua opinião...

STEAM VAZA POSSÍVEL DATA DE LANÇAMENTO DE BLOOD AND WINE, EXPANSÃO DE THE WITCHER 3

Um erro acidental no Steam pode ter indicado que Blood and Wine, segunda e última expansão de The Witcher 3: Wild Hunt, será lançada em 30 ...

Um erro acidental no Steam pode ter indicado que Blood and Wine, segunda e última expansão de The Witcher 3: Wild Hunt, será lançada em 30 de maio. A data, que saiu do ar pouco depois que apareceu, foi flagrada pelo usuário do Twitter Wario64.

"Nossa, eles já tiraram a página do ar. De qualquer forma, aqui está a minha captura de tela", lê-se no tweet.



0 comentários:

Nos deixe saber sua opinião...

Suposto Xbox NeXt pode ser destruidor e ofuscar o PS4K, segundo fonte

Está aberta a temporada de rumores, vazamentos e conspirações sobre as novidades que a indústria está para receber com a chegada da E3 20...

Está aberta a temporada de rumores, vazamentos e conspirações sobre as novidades que a indústria está para receber com a chegada da E3 2016, o maior evento de games do mundo. A possível aparição de versões melhoradas dos dois principais consoles da atual geração, PS4 e Xbox One, é a aposta mais alta. Agora, uma nova fonte, cuja veracidade requer cuidado, diz que o suposto Xbox NeXt, codinome do novo hardware da Microsoft, vai ser um produto de altíssima configuração, e não uma mera atualização.

A informação vem de um insider da Itália, de acordo com o site TweakTown. Segundo a fonte, a Microsoft estaria preparando um verdadeiro salto à próxima geração com um console muitíssimo mais robusto do que o Xbox One. O hardware seria “extremamente poderoso” e iria ofuscar o ainda não anunciado PlayStation 4 Neo, também conhecido como PS4K. O aparelho da Microsoft teria cinco ou seis vezes mais performance do que o sistema da Sony.

Anúncio pode não ocorrer na E3

As palavras da fonte italiana, em tradução feita para o inglês (portanto, com margem de erro), revela informações à vontade. “Tive acesso a alguns slides da Microsoft e da AMD sobre o novo Xbox. É um novo modelo, não uma revisitação do antigo. Eles devem anunciar este ano num evento separado da E3 2016. (...) O anúncio será feito este ano, mas o lançamento do Xbox NeXt é esperado para a próxima primavera [norte-americana, primeiro semestre de 2017]. [O console] Será aberto para mudança de hardware, não entendi se via upgrade (...). Já será extremamente poderoso no começo, acho que 5-6 vezes mais que o PS4 Neo, estamos falando em 10 TFLOPS ou algo assim”, escreveu a fonte.

A tendência é que o controle Elite seja padrão em todos os futuros consoles Xbox

“Posso garantir que o novo Xbox One está em pré-produção, a AMD assinou três novos acordos para este ano e um ano passado. (...) Há quatro acordos, três apenas para 2016”, revelou a fonte, sugerindo que modelos diferentes do novo Xbox podem circular no mercado e que o console seja uma plataforma atualizável, algo com que Phil Spencer, chefão da divisão Xbox, já disse ter simpatia.
Desnecessário dizer que todas essas informações devem ser encaradas com extremo rigor de desconfiança, visto que não há qualquer informação oficial a respeito, seja do lado da Sony ou da Microsoft, e que o assunto está em alta, ou seja, qualquer pronunciamento pode ser sensível. Aguardemos.

1 comentários:

Nos deixe saber sua opinião...