News

NOVOS DETALHES DO SISTEMA DE BATALHA DE FINAL FANTASY VII REMAKE SÃO REVELADOS

Tetsuya Nomura, diretor de Final Fantasy VII Remake, deu uma entrevista para a última edição da Famitsu para dar alguns detalhes do sistema...

Tetsuya Nomura, diretor de Final Fantasy VII Remake, deu uma entrevista para a última edição da Famitsu para dar alguns detalhes do sistema de combate do jogo e também esclarecer um mal entendido que aconteceu no Monaco Anime Game International Conferences (MAGIC) 2017, quando uma nova imagem do game foi divulgada.

Na foto, vemos Cloud escondido atrás de uma caixa e um menu com comandos, além de um elemento de interface que é semelhante a uma barra de ATB. Muitas pessoas interpretaram a screenshot erroneamente, acreditando que o remake de Final Fantasy VII teria um sistema de batalha por turnos.

"Como teve uma má interpretação, eu vou explicar aqui", declarou Nomura à revista japonesa Famitsu (via Gematsu). "As batalhas não serão por turnos, e sim em ação. Sobre a possibilidade de se esconder, terão lugares que vão permitir isso, mas eles não serão obrigatórios."

"Tudo vai depender do que estiver ao seu redor, há ações em resposta aos cenários", completou o diretor .Ainda de acordo com ele, "a batalha contra o Guard Scorpion tem um mapa que será destrutível e novos ataques que não estavam no jogo original".

Final Fantasy VII Remake será lançado para para PlayStation 4 e ainda não tem previsão de lançamento.

Um comentário:

  1. Não sei porque a SE tem interesse em atrair aquelas criançinhas que jogam hack and slash e fps, moldando a série FF ao gosto destes gamers.
    O sistema de batalha por turnos não é antigo, é um sistema moderno que prioriza a estratégia. Não é um Tactics que parece mais um jogo de tabuleiro mas força o jogador a pensar antes de agir no próximo turno. RPGs de ação se tornaram hack and slash e é uma coisa ridicula, muito repetitiva que enjoa após algumas horas.

    ResponderExcluir

Nos deixe saber sua opinião...