News

Vendas de Final Fantasy XV salvaram a série

Durante a Game Developers Conference 2017, Hajime Tabata, diretor de Final Fantasy XV, integrou um painel  onde explicou  a difícil situaçã...

Durante a Game Developers Conference 2017, Hajime Tabata, diretor de Final Fantasy XV, integrou um painel onde explicou a difícil situação pela qual passou o jogo e a série ao sentirem-se pressionados para oferecer um produto que cumprisse com as metas de vendas, pois o futuro da série Final Fantasy esteve em risco.

Segundo ele tanto a equipe de trabalho como a Square Enix estão satisfeitos com o desempenho de vendas que o jogo teve, pois já vendeu 6 milhões de unidades e conseguiram atingir a meta proposta inicialmente.
"No final, Final Fantasy XV foi terminado e está nas mãos de toda a gente. Em pouco mais de um mês vendemos 6 milhões de exemplares. Como disse no início, se desta vez falhássemos, provavelmente não haveria outra oportunidade, o que significa que este não é o nosso último Final Fantasy. A série continuará viva," explicou.
 Publicidade 










Tabata contou a história sobre o início do seu trabalho em Final Fantasy XV e as metas que planearam quando foi nomeado diretor do jogo. Em primeiro lugar, destacou a conversa que teve com Hironobu Sakaguchi, criador da série, e a forma como em o motivou avisando-lhe que o destino de Final Fantasy estava nas suas mãos e caso falhasse não havia mais nada a fazer. Depois, já quando era diretor do jogo, Tabata sentou-se com o departamento de vendas da Square Enix que informaram que esperavam vender 5 milhões de unidades, ao que ele respondeu que subissem a fasquia para os 6 milhões, pois isso faria com que a equipe de trabalho se unisse mais e pudesse lidar com os obstáculos da forma mais adequada.
Por fim, Hajime Tabata mostrou-se satisfeito com o desempenho de Final Fantasy XV, ficando comprovado que para se conseguir grandes resultados há que tomar grandes riscos e isso é algo que continuarão a fazer no jogo e nos seus próximos projetos.

4 comentários:

  1. FFVII venderá muito mais! Se acha que salvou a Serie o XV, deixem o Remake chegar completinho dai vocês vão ver o que é vender!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O remake será lançado em partes...e já não gostei disto.
      Não acho que este remake possa salvar de vez a série pois considero remakes e remasterizações barreiras que atrasam o desenvolvimento dos próximos games da série.
      Tenho esperança que o FFXVI será superior a experiência que tivemos com o FFXV, apesar de não me agradar a série ter migrado totalmente para o gênero de ação com elementos de rpg.

      Excluir
  2. Espero que não voltem a fazer uma nojeira como o XIII

    ResponderExcluir
  3. Respeito as pessoas que gostaram do XV, comparado ao XIII ele foi até melhor.
    Mas no gênero RPG, ao menos no Ocidente que é onde existe a maior concentração de gamers do mundo, as rivais e mais modestas Bethesda, Blizzard e CD Projekt roubaram a cena desde a 7ª gen. E The Elder Scrolls Online vendeu mais de 8,5 milhões de unidades no mundo contra os pouco mais de 6 milhões de unidades do FFXIV, Skyrim desde a 7ª geração até hoje vendeu mais de 30 milhões de unidades.

    Infelizmente o XV tem muitos pontos fracos que não me agradaram, parei de jogar após 2 meses porque cansei do jeitão Hack'n'slash, mas completei o modo história. Não é o jogo que irá realmente salvar série, mas foi capaz de alertar os cabeças da SE que a série possui uma legião de fãs no mundo e que independente do XV ser bom ou mal os fãs irão comprar o game por amor a série.

    O FFXIV continua sendo o carro-chefe da SE e o MMO tem sido uma das responsáveis pelo lucro que a empresa obtêm anualmente.

    A SE precisa avaliar os RPGs de mundo aberto no mercado e buscar meios para adequar a série a este estilo de jogo, isto se for realmente intenção da empresa tornar os futuros em jrpgs de mundo aberto.

    ResponderExcluir

Nos deixe saber sua opinião...