News

Recent Posts

Crescimento do Xbox Game Pass abaixo do desejado pela Microsoft

O número de subscritores que pagam assinatura ao Xbox Game Pass é inferior ao alvo estabelecido pela Microsoft, segundo descoberto em docume...

O número de subscritores que pagam assinatura ao Xbox Game Pass é inferior ao alvo estabelecido pela Microsoft, segundo descoberto em documentos internos criados pela companhia.



Avistados pelo Axios Gaming e partilhados pelo VGC, estes documentos indicam que o popular serviço da Microsoft atraiu menos subscritores pagos do que o número estabelecido pela Microsoft como meta anual.

Nestes documentos, a Microsoft revela que o número de subscritores Xbox Game Pass cresceu 37.48% entre 1 de julho de 2020 e 30 de junho de 2021, abaixo do alvo de 47.79% estabelecido pela companhia. No ano anterior, o crescimento foi de 85.75% e ultrapassou os 71% estabelecidos como alvo pela Microsoft.

A Microsoft diz que não revela o número de subscritores por razões competitivas e prefere focar-se em alvos ou resultados expressos em termos de crescimento anual.

0 comentários:

Nos deixe saber sua opinião...

Phil Spencer assegura que a Xbox vai comprar mais estúdios

 Phil Spencer, líder da divisão Xbox da Microsoft, afirmou que estão atentos à possível compra de mais estúdios. Numa conversa durante o eve...

 Phil Spencer, líder da divisão Xbox da Microsoft, afirmou que estão atentos à possível compra de mais estúdios.

Numa conversa durante o evento do Wall Street Journal, obrigado ao VGC, Spencer foi questionado se estão interessados em comprar mais estúdios e afirmou que continuam à procura de talento capaz de melhorar a companhia.

"Estou mesmo orgulhoso de alguns dos criadores que escolhemos para se tornarem parte da Xbox. Muitos destes criadores, têm escolha. Se olhares para algumas das pessoas que compramos e às quais nos associamos, são pessoas com as quais temos uma longa relação e entraram para a Xbox e vêm o nosso plano para a plataforma e serviço e quero que sejam capazes de fazer o seu mais espantoso trabalho criativo como parte desta equipa."

"Oferecemos-lhes estabilidade financeira. Não se trata apenas do sucesso do seu próximo jogo. Quero dar-lhes mais capacidade criativa, mais tempo necessário para conseguirem o seu melhor trabalho. Esse é o meu objetivo, somos grandes crentes no poder do conteúdo. Ouviste o Satya Nadella a falar disso e a Amy Hood a falar disso.

"Por isso, estamos sempre à procura de mais pessoas que pensamos ser um bom par e equipas que podem ser boas parcerias para a nossa estratégia. Definitivamente, ainda não terminamos."

Spencer diz que não existe uma quota a cumprir e nem sequer uma cronologia de aquisições, mas se encontrarem um bom estúdio, vão tentar descobrir o que podem fazer em conjunto e esse é um dos "privilégios de estar na Microsoft e ter a capacidade de escolher uma abordagem a longo prazo e adicionar espantosos criadores ao catálogo é uma parte importante disso."



O patrão da Xbox comentou ainda que os estúdios e equipes permanecem independentes para seguir os seus projetos e manter o seu ADN, não sendo manobrados pela Xbox para se tornarem em algo que não são.

0 comentários:

Nos deixe saber sua opinião...

Xbox anuncia transmissão especial de 20 anos

  A Xbox anunciou uma transmissão especial de 20 anos. Será a 15 de novembro de 2021, pelas 18h em Lisboa, que a Microsoft começará uma tran...

 A Xbox anunciou uma transmissão especial de 20 anos.

Será a 15 de novembro de 2021, pelas 18h em Lisboa, que a Microsoft começará uma transmissão especial para comemorar os 20 anos desde o lançamento da primeira console do Xbox.



Além de comemorar o lançamento do Xbox original, será comemorado o lançamento do primeiro Halo e está confirmada a presença de Matt Booty do Xbox Game Studios para os festejos.

A companhia esclarece desde já que não anunciará novos jogos pois este é um olhar especial aos 20 anos de vida da Xbox.

xbox_20_anos

0 comentários:

Nos deixe saber sua opinião...

Elden Ring é adiado para fevereiro

 Jogo receberá testes fechados com presença do público em novembro Elden Ring foi adiado em cerca de um mês, para 25 de fevereiro de 2022. A...

 Jogo receberá testes fechados com presença do público em novembro



Elden Ring foi adiado em cerca de um mês, para 25 de fevereiro de 2022. Além disso, o jogo receberá testes fechados com participação do público entre 12 e 14 de novembro, basta se registrar e torcer.

Segundo o time de desenvolvedores do jogo, o atraso ocorreu pois "a profundidade e a liberdade estratégica do superaram as expectativas iniciais." Após a notícia, a equipe agradeceu aos fãs pela paciência.

Em contrapartida do adiamento, uma boa notícia foi divulgada para o game. Elden Ring terá um período de testes de conexão para julgar o quão bem os elementos online funcionam quando colocados sob o estresse de uma base de jogadores completa. Para ter acesso, basta se registrar no site oficial do jogo e torcer para ser escolhido. Importante mencionar que apenas será possível jogar nos consoles -- PS4, PS5, Xbox One, Series X|S. O cross-play entre aparelhos da mesma família estará liberado.

Serão cinco sessões de testes ao todo entre 12 e 14 de novembro. Confira os horários convertidos para Brasília:

12 de novembro

  • 7h às 10h
  • 23h às 2h

13 de novembro

  • 15h às 18h

14 de novembro

  • 7h às 10h
  • 23h às 2h


0 comentários:

Nos deixe saber sua opinião...

Gameplay de Project M, um RPG de fantasia negra com ação visceral

  Tradicionalmente, o Japão sempre foi o braço mais forte da Ásia no que toca ao desenvolvimento de videojogos, mas há cada vez projectos ma...

 Tradicionalmente, o Japão sempre foi o braço mais forte da Ásia no que toca ao desenvolvimento de videojogos, mas há cada vez projectos mais interessantes a surgir de países vizinhos como a China e Coreia do Sul. Project M, a ser desenvolvido pela Hound 13, é mais uma amostra do potencial que aí existe.

A Hound 13 é uma produtora da sul coreana, mais conhecida pelo jogo Hundred Soul, disponível para dispositivos iOS e Android. Atualmente está a desenvolver um novo jogo, de fantasia negra, para PC e consolas.


No vídeo gameplay em baixo podes ver uma amostra do Project M. É um RPG de ação com ataques viscerais e golpes rápidos. Ainda existe algum trabalho pela frente, principalmente na parte visual - é bastante confuso e a imagem não está nítida.


Mas é indiscutível que existe potencial.

0 comentários:

Nos deixe saber sua opinião...

Evento da PlayStation Acontecerá neste Sábado as 8h AM

 A PlayStation do Japão anunciou, nesta segunda-feira (11), que sediará uma livestream no sábado (16), na qual apresentará Elden Ring, Horiz...

 A PlayStation do Japão anunciou, nesta segunda-feira (11), que sediará uma livestream no sábado (16), na qual apresentará Elden Ring, Horizon Forbidden West e Dragon Quest X: Rise of the Five Tribes Offline. A transmissão ocorrerá às 8h — horário de Brasília — no YouTube.

Quem está ansioso pelo jogo da FromSoftware, no entanto, deve ficar com as expectativas baixas. Isso porque, o youtuber japonês Dennou Shojo Siro falará apenas sobre informações já reveladas do game.


Quanto a Horizon Forbidden West, Siro e o apresentador Hatsune Matsushima discutirão novos elementos de gameplay, com base em conteúdo já noticiado previamente. Portanto, não espere por grandes novidades.




Em relação a Dragon Quest X: Rise of the Five Tribes Offline, o produtor Takuma Shiraishi (Square Enix) e o youtuber Hajime Syacho apresentarão o primeiro gameplay do jogo.


Por fim, outros games como Mobile Suit Gundam: Battle Operation 2, Demon Slayer: The Hinokami Chronicles, Genshin Impact, Knives Out: EXTREME, Call of Duty: Vanguard e Earth Defense Force 6 também darão as caras.



Fonte: Gematsu

0 comentários:

Nos deixe saber sua opinião...

Remake de um grande jogo PlayStation será anunciado em dezembro, diz cantora

  A PlayStation está a preparar o anúncio do remake de um dos seus maiores lançamentos. Quem o diz é a cantora Eabha McMahon , conhecida com...

 A PlayStation está a preparar o anúncio do remake de um dos seus maiores lançamentos.

Quem o diz é a cantora Eabha McMahon, conhecida como AVA, que numa recente entrevista foi questionada sobre os seus atuais trabalhos e confessou, obrigado ao ResetEra, que trabalhou numa música que servirá para promover um remake que a PlayStation anunciará pela altura do Natal.



"Recentemente escrevi uma música para um jogo PlayStation com o Michael McGlynn," disse AVA.

"Sim, isso aconteceu há cerca de um ano e meio, foi mesmo antes da pandemia. McGlynn constatou-me e disse simplesmente, 'escuta, estamos a escrever música para o remake de um jogo PlayStation' e ele já fez muita, muita escrita para diferentes jogos que são bem conhecidos," disse AVA quando questionada por mais detalhes. "Mas na verdade eu não sou jogador."

"Por isso, ele diz, 'olha, é uma peça em Irlandês que queremos.' Por isso, estive envolvida na escrita da letra da língua Irlandesa e a sua filha canta na música e a sua mulher arranjou arte das peças com coro, tal como o Michael. Ele também trabalhou comigo na parte da língua, foi uma espécie de esforço em família."

"Durante muito tempo não podia, não sabias para o que escrevias, era tudo secreto pois não queriam que fosse revelado. Por isso será anunciado no Natal, o nome do jogo. Sei qual é e confirmei que é um grande jogo, o que é fantástico! O jogo terá uma música em Irlandês, o que é brilhante."

Michael McGlynn e o grupo ANUNA, ao qual AVA pertence, já trabalharam com Yasunori Mitsuda em "Shadow of the Lowlands" para Xenoblade Chronicles 2, além disso, McGlynn atuou com Mitsuda nas comemorações dos 20 anos de Xenogears.

Será que teremos o anúncio de um remake de um jogo relacionado com Mitsuda? A revelação será provavelmente feita a 9 de dezembro, nos Game Awards.


0 comentários:

Nos deixe saber sua opinião...

Santa Monica Studio revela os idiomas em que God of War Ragnarok vai dar suporte

  God of War Ragnarok   é a aguardada sequência do jogo de 2018 que promete finalizar a saga no universo nórdico com Kratos e seu filho Atre...

 God of War Ragnarok é a aguardada sequência do jogo de 2018 que promete finalizar a saga no universo nórdico com Kratos e seu filho Atreus. Desde sua versão de 2018, o jogo já contava com o total suporte para localização em nosso idioma, com menu, legendas e vozes em PT-BR.

O jogo também oferece um vasto acervo de idiomas e hoje a Santa Monica Studio foi ao Twitter divulgar oficialmente quais idiomas em que God of War Ragnarok vai dar suporte, detalhando exatamente se vai ter dublagem ou apenas legendas. A informação foi revela em seu site oficial; Veja:



Localização completa, incluindo vozes + texto:

  1. Arabic
  2. French
  3. German
  4. Greek
  5. Italian
  6. Japanese
  7. Polish
  8. Portuguese [European]
  9. Portuguese [Brazilian]
  10. Russian
  11. Spanish [European]
  12. Spanish [Latin American]

Localização com apenas textos e menus:

  1. Chinese [Simplified]
  2. Chinese [Traditional]
  3. Croatian
  4. Czech
  5. Dutch
  6. Hungarian
  7. Korean
  8. Thai
  9. Turkish

Por fim, a Santa Monica Studio deixa claro que dependendo da região em que você vai comprar sua cópia de God of War Ragnarok, o idioma pode não aparecer nas opções do jogo, então preste bastante atenção antes de adquirir sua cópia.

Na semana passada tivemos uma notícia curiosa envolvendo Christopher Judge, ator de Kratos, no qual o mesmo revelou que o motivo de God of War Ragnarok ser adiado foi dele. Em 2019 o ator passou por uma cirurgia nas costas, quadris e até mesmo nos joelhos e ficou sem andar por um tempo.

God of War Ragnarok é um jogo de ação e aventura desenvolvido pela Santa Monica Studio e publicado pela Sony. O jogo é o nono título da franquia God of War e sequência do jogo de 2018.

Baseado em lendas nórdicas, o jogo irá ser situado na Noruega e o protagonista novamente será Kratos que permanece como único personagem jogável e conta com o auxílio de seu filho Atreus. É esperado que o jogo conte os eventos de Ragnarok, um evento que traz o fim do mundo e retrata a morte dos deuses Nórdicos e sua mitologia.

God of War Ragnarok será lançado em 2022 para PS4 e PS5.

0 comentários:

Nos deixe saber sua opinião...

Desenvolvedor de Final Fantasy 16 confirma sistema de árvore de habilidades 'expansivo' para RPG PS5

  O  produtor de  Final Fantasy 16  , Naoki Yoshida, revelou durante uma entrevista no recente Tokyo Game Show 2021 que o JRPG altamente ant...

 O produtor de Final Fantasy 16 , Naoki Yoshida, revelou durante uma entrevista no recente Tokyo Game Show 2021 que o JRPG altamente antecipado terá uma árvore de skin expansiva.

Yoshida-san, a quem se juntou na entrevista o criador de Final Fantasy Hironobu Sakaguchi, disse que a decisão de incluir este sistema nasceu do desejo de fazer os jogadores sentirem que estão a “desenvolver” uma personagem de uma forma pessoal.



Sakaguchi-san mencionou brevemente o Fantasian, onde disse que “uma das melhores sensações” durante um RPG foi quando você desbloqueou uma nova árvore de habilidades. Yoshida se expandiu, ecoando os sentimentos de Sakaguchi:

Geralmente há duas maneiras de interpretar um personagem. Você pode se colocar na pele de um protagonista predefinido ou, como em [ Final Fantasy] 14 , pode se tornar seu próprio protagonista. Mas mesmo no caso em que você 'joga' com um herói predefinido, é melhor ter algum senso de personalização na progressão do personagem, pois isso dá opções de jogo mais amplas.

Conteúdo relacionado - Guia completo do Sony PS5 - Um recurso total no PlayStation 5

Final Fantasy 16 está atualmente em desenvolvimento para o PS5, embora uma data de lançamento ainda não tenha sido definida. Anteriormente, a equipe revelou que o jogo seria 'voltado para a ação ' e que muito trabalho estava sendo colocado na história.

[Fonte - Siliconera ]

0 comentários:

Nos deixe saber sua opinião...

Final Fantasy 16 está quase pronto

  Final Fantasy 16 está quase pronto e a equipe está neste momento a finalizar as missões secundárias e a melhorar a qualidade geral. Naoki ...

 Final Fantasy 16 está quase pronto e a equipe está neste momento a finalizar as missões secundárias e a melhorar a qualidade geral.

Naoki Yoshida, produtor, confirmou no TGS que já terminaram o principal design e que a narrativa central do jogo está terminada, o que permite à equipe concentrar-se em terminar as missões opcionais.




Ainda sem data de lançamento, Final Fantasy 16 é um dos jogos mais aguardados entre os adeptos das produções japonesas e desta forma, Yoshida sugere que o desenvolvimento está numa fase muito adiantada.

Em outubro de 2020, a Square Enix comentou que estava a trabalhar nos recursos de larga escala e na construção das batalhas contra bosses, mas agora ficamos a saber que estão muito mais perto de o concluir.

0 comentários:

Nos deixe saber sua opinião...

Jogo muito amado pode ter Remake pelas mãos da Blue Point

 Segundo a analista Millie Amand, Bluepoint aumentará seu catálogo de remakes A  Bluepoint Games foi anunciada como parte da família PlaySta...

 Segundo a analista Millie Amand, Bluepoint aumentará seu catálogo de remakes

Bluepoint Games foi anunciada como parte da família PlayStation na última quinta-feira (30) e, pelo jeito, já chegou colocando seus devs para trabalhar. Uma insider afirma que o estúdio possui dois projetos em andamento — um deles, um “remake de um jogo amado”.



A companhia é reconhecida pela ótima qualidade ao refazer games antigos, como Demon’s Souls e Shadow of the Colossus. De acordo com a analista de dados Millie Amand, dois games estão a caminho:

A Bluepoint Games, que se tornou oficialmente um estúdio da PlayStation ontem, conta com dois projetos em desenvolvimento

1- Um jogo original de tamanho similar a Marvel’s Spider-Man: Miles Morales da Insomniac;
2- Um remake de um jogo muito amado;

Desculpa, mas, com certeza não se trata de Metal Gear Solid.

Quanto ao tal “conteúdo original”, este foi revelado pelo presidente da produtora, Marco Thrush (mas não existem detalhes). Apesar disso, há quem entenda como algo nem tão inédito assim para se chamar de nova IP. Nibellion, outro insider conhecido na indústria, acredita na possibilidade de ser uma franquia já existente.

Vale ressaltar: até o momento, a Bluepoint e a Sony não citaram o número de títulos em desenvolvimento, então trate as informações dos insiders como um rumor.

0 comentários:

Nos deixe saber sua opinião...

Rumor: Novo Castlevania e Remake de Metal Gear Solid 3 em desenvolvimento

  A Konami está a preparar o regresso das séries Castlevania, Metal Gear Solid e Silent Hill. De acordo com as fontes do  VGC , que preferir...

 A Konami está a preparar o regresso das séries Castlevania, Metal Gear Solid e Silent Hill.



De acordo com as fontes do VGC, que preferiram manter o anonimato, a Konami já colabora com estúdios externos em diversos projetos para ressuscitar as suas séries que outrora a ajudaram a figurar como uma das mais acarinhadas editoras na indústria.

Um novo Castlevania será o primeiro destes novos projetos, em desenvolvimento internamente com a ajuda de estúdios externos japoneses. Será o primeiro jogo original da série desde 2014, quando a sequencia de Lords of Shadow foi lançada.

Este jogo é descrito como um novo olhar à série Castlevania, através do qual a Konami pretende recuperar os principais valores da essência de Castlevania, mas capaz de apelar às audiências atuais.

Sobre Metal Gear Solid, a série regressará num remake em desenvolvimento na Virtuos, estúdio conhecido por converter diversos jogos para novas plataformas, chamado a colaborar com a Konami neste projeto. O adorado MGS3 é o jogo que terá direito a remake, de acordo com as fontes do site.

Quanto a Silent Hill, o VGC reforça o que já tinha sido comentado em fevereiro, estão vários jogos em desenvolvimento em estúdios externos de todo o mundo.

0 comentários:

Nos deixe saber sua opinião...

Stranger of Paradise: Final Fantasy Origin recebe data de lançamento, trailer e nova demo no PS5 e Xbox Series

  A Square Enix revelou várias novidades de Stranger of Paradise: Final Fantasy Origin. Desde já confirmado para 18 de março de 2022, este a...

 A Square Enix revelou várias novidades de Stranger of Paradise: Final Fantasy Origin.

Desde já confirmado para 18 de março de 2022, este action RPG da equipa de NiOh está de novo ao teu alcance, através de uma nova demo que inclui os conteúdos da primeira e ainda uma nova área.

Esta segunda demo, disponível para a PS5 e Xbox Series já pode ser descarregada e jogada, com a possibilidade de desfrutar das funcionalidades para vários jogadores.

A Square Enix confirmou ainda a existência de uma versão Deluxe que custará perto de 90 euros e inclui o acesso ao passe de temporada, que inclui diversas missões extra.

0 comentários:

Nos deixe saber sua opinião...

Ator que dá vida a Kratos diz que God of War Ragnarok foi adiado por sua causa

  Cristopher Judge, ator que dá vida a Kratos na série God of War, recorreu ao Twitter para partilhar uma confusão com os fãs, segundo diz, ...

 Cristopher Judge, ator que dá vida a Kratos na série God of War, recorreu ao Twitter para partilhar uma confusão com os fãs, segundo diz, o adiamento de God of War Ragnarok está relacionado consigo.

Judge comentou com os seus seguidores que sente a necessidade de ser totalmente verdadeiro e assumir que foi a causa do adiamento do jogo, algo que deu tanto que falar entre a comunidade.



"A 100 por cento nos meus sentimentos agora. Tenho de ser verdadeiro. Ninguém aprovou isto. Para os adorados fãs, Ragnarok foi adiado por minha causa. Em agosto de 2019 não conseguia caminhar. Tive de ser operado às costas, substituir as ancas e fui operado ao joelho. Eles esperaram pela minha reabilitação."

"Não recebi ameaças, nada de 'quem pensas que és?' Nada a não ser carinho e apoio. E a Sony Santa Monica nunca disse nada do adiamento, da sua causa. Os estúdios são idiotas, mas esta companhia do topo ao fundo, deve dar-nos esperança. O que fizeram pelo pessoal foi muito mais."

Judge diz ainda que todos na Sony Santa Monica trabalhar com grande coração e respeito, deixando o seu agradecimento a todos os envolvidos com o jogo.

0 comentários:

Nos deixe saber sua opinião...

Bayonetta 3 tem nova mecânica chamada Demon Slave

  Yusuke Miyata, o diretor de Bayonetta 3, explicou no site da Platinum Games uma das novas mecânicas que apareceu no trailer de ontem, reve...

 Yusuke Miyata, o diretor de Bayonetta 3, explicou no site da Platinum Games uma das novas mecânicas que apareceu no trailer de ontem, revelado no final do Nintendo Direct.



A nova mecânica chama-se Demon Slave e funciona de forma diferente das invocações Climax dos jogos anteriores. Previamente, as invocações Climax derrotavam automaticamente os adversários. Com a mecânica Demon Slave, os jogadores vão poder controlar as ações dos demónios.

"As habilidades de cada demónio variam e existem vantagens em certas situações que podem mudar. Quantos existem? O que mais podem fazer? Bem, há muitas mais coisas que gostaria de contar, mas por enquanto tenho que parar por aqui," escreveu Yusuke Miyata.

O diretor do terceiro jogo adianta que há muita informação escondida no trailer, encorajando os jogadores a verem-no novamente. Bayonetta 3 está previsto para 2022 na Nintendo Switch.

0 comentários:

Nos deixe saber sua opinião...

Death Stranding Director's Cut review - Obra-prima

  Em 2019 tivemos o   primeiro trabalho de Hideo Kojima   após a sua separação da Konami, quebrando um longo período de incertezas sobre que...

 Em 2019 tivemos o primeiro trabalho de Hideo Kojima após a sua separação da Konami, quebrando um longo período de incertezas sobre que rumo o mestre japonês iria tomar e, principalmente, sobre qual seria próximo projeto. Singular como sempre, parte para uma nova proposta de onde nasce a ideia original de um simulador de caminhadas, ou melhor, cria um trabalho em redor de um sistema de entregas com fortes ligações sociais. Alia-se mais uma vez à Sony para dessa forma conseguir concretizar uma obra marcante e impactante com traços de genialidade, mas também rodeada de alguma polémica, como sempre nos seus trabalhos.



É impossível agradar a todos e Death Stranding está nesse leque, onde ou se ama ou se odeia com todas as forças. Um jogo com uma jogabilidade peculiar, sustentada numa narrativa que tende a ser ambígua, mas completamente idealizada para uma abordagem vídeo jogável díspar e sem precedentes nesta indústria. Ninguém estava à espera duma aposta desta natureza e com estas características, o que mais uma vez surpreendeu tudo e todos, obviamente. Kojima raramente nos defrauda, mesmo que não sejamos admiradores dos seus trabalhos, não há que negar as suas audazes investidas para quebrar tabus e ideais com conceitos predefinidos e amarrados a formatos desgastados e presos ao passado.

O surgimento de Death Stranding Director's Cut é encarado como um processo natural e esperado. Com a chegada das consolas mais poderosas muitas produtoras têm aproveitado para atualizar, melhorar, e até acrescentar conteúdos aos títulos lançados nas máquinas da anterior geração. Lançado há quase dois anos no PlayStation 4, cedo se notou que Death Stranding necessitava de mais poder bruto para esticar as pernas. Nem mesmo a PS4 Pro com o seu poder superior era capaz de levar este ambicioso projeto até à visão derradeira originalmente idealizada. A Director's Cut faz renascer este conceito em todo o seu fulgor graças às capacidades superiores da PlayStation 5, colando-se em pé de igualdade à deslumbrante versão lançada em julho de 2020 para PC.

"Director's Cut faz renascer este conceito em todo o seu fulgor com as capacidades superiores da PlayStation 5"

DEATH_STRANDING_DIRECTOR_S_CUT_20210915112628

Mas vamos ao que realmente interessa, as adições e melhorias nesta edição definitiva de Death Stranding. A visão da narrativa original é um tremendo labirinto de acontecimentos que nos deixa com mais perguntas que respostas. Na Director's Cut temos a expansão de uma das ramificações, com uma nova área a explorar para onde somos conduzidos através de novas missões. Não é muito longa, mas confere novidade no seu ponto narrativo e volta a despertar aquele bichinho explorador que temos cá dentro de nós. Confesso que senti uma sensação de ser curto, ou então a minha fome por novidades era tanta que devorei todo o conteúdo expandido da narrativa sem devidamente o saborear.

Obviamente que tendo jogado a versão PC, o impacto inicial não foi tão surpreendente, mas quem não o jogou nessa plataforma sentirá todas as diferenças. Tive que fazer um reset ao meu cérebro, voltando a jogar o original para me inteirar do seu estado na plataforma da anterior geração. Após um tempo considerável, era o momento de verificar Director's Cut no PlayStation 5, para dessa forma constatar que o salto de uma máquina para a outra é mesmo gigantesco. Francamente, já não consigo jogar a 30 fotogramas por segundo e novamente reforço essa posição. Temos jogos que são completamente transformados com a duplicação da fluidez, seja na sua jogabilidade mais responsiva ou simplesmente através da aceitação física dos nossos olhos a uma apresentação menos prejudicial e sem compromissos que quebrem a imersão.

"É notória a intensão da Kojima Productions, tenta desmistificar a complexidade com "ajudas" que tornam a progressão inicial mais célere e menos penosa. "

Este pacote vem recheado de melhorias que considero cirúrgicas, desde os visuais e respetiva performance passando por outras relacionadas com as novas ferramentas que impulsionam a jogabilidade. As mecânicas tornam-se mais eficazes e sobretudo melhoram a experiência global com uma jogabilidade expandida e elevada para níveis mais aprimorados e refinados, dando ao jogador um sentimento de maior recompensa pelo tempo que dedica ao jogo. É notória a intensão da Kojima Productions, tenta desmistificar a complexidade com "ajudas" que tornam a progressão inicial mais célere e menos penosa. Quem jogou o original e faz agora a transição vai sentir esse impacto, que apesar de evidente não é intrusivo e em nada desmonta a estrutura do jogo. Há que enaltecer o que é concebido, é sublime o polimento em pontos fulcrais quando comparado ao original.

As novas formas de executar tarefas facilitam grandemente a nossa jornada, não quero com isto afirmar que é um passeio no parque. Continua exigente, mas agora temos meios que aperfeiçoam todo o processo e deixa de pairar no ar um prolongamento excessivo e de certo modo artificial. Estes novos mecanismos permitidos pelas novas estruturas são empolgantes e algumas até muito divertidas, como o caso da Catapulta de Carga e a Rampa Quiral. Certo que já existiam fundações a nível de construção que permitiam acelerar a nossa deslocação pelo mapa, eu até criei uma rede gigantesca de Tirolesas em redor do mapa e que atravessava as altas montanhas cobertas de neve (sinto-me orgulhoso), eram usadas por muitos jogadores de todo o mundo e uma fonte de imensos Likes. Agora com estas novas formas temos uma perfeita simbiose entre o originalmente existente e as novidades.

A Catapulta de Carga lançam mercadoria a longas distâncias. O processo de lançamento e voo da mercadoria é controlado pelo jogador, havendo um momento que temos de ativar o paraquedas para a mercadoria não ficar danificada. É uma execução muito satisfatório e permite lançar mercadorias a longas distâncias, permitindo poupar tempo quando queremos construir algo no local de aterragem dos recursos. A Rampa Quiral é pura diversão, para além de servir para ultrapassar obstáculos, esta também permite executar acrobacias aéreas para receber Likes e até tirar belas fotos. Podemos saltar de veículo e até a correr, dando fantásticos mortais à retaguarda.

DEATH_STRANDING_DIRECTOR_S_CUT_20210915113443

"Adição de competições, como uma Pista de Corrida ou o Campo de Treino, tornam toda a nossa experiência ainda mais recompensadora"

Mas as novidades não se ficam por aqui. As ajudas são agora disponibilizadas mais cedo, com o fornecimento de uma nova arma, a Maser. Dispara cargas elétricas que deixam os humanos incapacitados e inconscientes. Fundamental é também a introdução do novo Esqueleto de Apoio, este permite maior velocidade de deslocação e capacidade de carga, e vem com um sistema de carregamento de energia através do sol, mesmo em dias de chuva. Também é de mencionar as pequenas e simples Pontes Quirais para obstáculos de menor dimensão e um Robot Amigo que tanto nos ajuda no transporte de mercadorias como nos dá aquela boleia relaxante.

Para além da nova narrativa referida acima, temos agora dois novos pontos de interesse, um deles acedido através do nosso quarto privado, Campo de Treino, e outro que temos de construir, a Pista de Corrida. No Campo de Treino existe uma área de tiro onde podemos testar as armas e até entrar em competição através de desafios propostos. Na Pista de Corrida também existem desafios, que consistem em fazer corridas, com os veículos do jogo, contra o cronometro para alcançar o melhor tempo possível. É ainda no quarto privado que temos agora acesso a todas as batalhas contra os Pesadelos já desbloqueados. Anteriormente apenas tínhamos acesso às lutas contra Higgs. São igualmente introduzidas missões e desafios classificados, onde podemos competir diretamente contra jogadores de todo o mundo.

Estes desafios / competições, muitos deles disponíveis por tempo limitado, dão acesso a recompensas conforme a nossa prestação, para nos gratificar com recursos e até imagens únicas. É desta forma reforçada a interação entre jogadores de Death Stranding, que sempre foi um dos seus focos. Esta adição de competições, como a Pista de Corrida ou o Campo de Treino, tornam toda a nossa experiência ainda mais recompensadora e prolonga bastante a sua longevidade. Tudo isto aliado a melhorias subtis, como por exemplo a possibilidade de criar rotas detalhadas no mapa, passando pela revisão do Fragile Jump que é agora mais fácil de visualizar para onde estamos a dar o salto. Estas novas ferramentas / funcionalidades tornam Sam Porter Bridges num transportador mais polivalente e eficaz.

death_1
Sam e o caixote. A maravilhosa alfinetada de Kojima.

"Inclusão das funcionalidades hápticas do DualSense e do áudio 3D da PS5 dão aquele acabamento final de qualidade requintada"

O PlayStation 5 permite que Death Stranding se liberte das amarras e constrangimentos presentes no hardware do passado. A inclusão das funcionalidades hápticas do DualSense e do áudio 3D da PS5 dão aquele acabamento final de qualidade requintada. É impressionante o que o comando da PS5 consegue transmitir, quase que sentimos o relevo do terreno nas nossas mãos, com os diferentes níveis de vibração em zonas díspares do comando, seja quando corre, salta e até quando tropeça e cai. Os motores vibratórios permitem uma assimilação e transposição para as nossas mãos de todas as reções do corpo de Sam. Os gatilhos adaptativos também são utilizados para deferentes pressões e até o áudio do comando volta a ser utilizado para se ouvir as reações do nosso adorado BB, ou Lou como Sam carinhosamente lhe chama. A sonoplastia 3D confere ainda mais imersão, com a tridimensionalidade sonora da PlayStation 5 evidenciada nos pormenores sonoros, como os pingos da chuva a cair no nosso fato. A diferença entre jogar com áudio 3D ligado ou desligado é daquelas experiências que só testando para se ter a verdadeira noção.

Tecnicamente falando, Death Stranding Director's Cut é fenomenal, com a fluidez dos 60 fotogramas por segundo, os visuais com uma definição e nitidez nunca vista nas consolas e até a inclusão de um modo ultra panorâmico 21:9 com barras pretas em cima e em baixo, mas com um campo de visão muito superior, semelhante ao que se consegue no PC e ideal para ecrãs de grande dimensão. Também é dado uso da fantástica velocidade do SSD, que permite tempos de carregamento quase instantâneos para que a imersão nunca seja interrompida. Este é o renascer de uma pérola saída da mente de Hideo Kojima, que passa a ser a versão definitiva e uma obra de arte que fica para sempre na história desta indústria.

Com isto temos acesso a uma narrativa emocionante que agora se expande, uma jogabilidade refinada onde as arestas foram limadas, uma melhoria significativa em toda a interação com o meio ambiente e, acima de tudo, que consegue suplantar o original e tornar-se na verdadeira referência. São 49,99€ pela versão completa e apenas 10€ para a atualização do PS4 para a PS5. É obrigatório jogar Death Stranding Director's Cut, este é o momento certo para se mergulhar pela primeira vez neste magnífico universo criado pelo mestre japonês, ou revisitar para novas descobertas e matar saudades dos bons momentos lá passados. Estas oportunidades não podem ser deixadas de lado, não deixem escapar esta obra que atinge o estado definitivo numa versão irrepreensível.

Prós:Contras:
  • Novas descobertas com uma narrativa expandida
  • Fantásticas novas ferramentas
  • Componente social ainda mais vincada
  • Nitidez e qualidade de imagem melhoradas
  • 60 fotogramas por segundo são fenomenais
  • Formato ultra panorâmico 21:9 com campo de visão alargado
  • Funcionalidades DualSense que fazem sentir cada passo dado
  • Áudio 3D para uma imersão a um nível superior
  • Preço da atualização para PS5 é de apenas 10€
  • Banda sonora ainda melhor com a inclusão de novas músicas
  • Alguns combates estranhos
  • Problemáticas na condução das viaturas
  • Narrativa podia ser mais longa

0 comentários:

Nos deixe saber sua opinião...

Edição especial de Horizon Forbidden West começou a pré-venda no Brasil

Se a edição especial com steelbook de Horizon Forbidden West estava na sua mira, tenho uma notícia boa e uma ruim. A boa: a pré-venda já com...




Se a edição especial com steelbook de Horizon Forbidden West estava na sua mira, tenho uma notícia boa e uma ruim.


A boa: a pré-venda já começou e você pode reservar a sua AGORA.


O lado Ruim é que as quantidades são muito limitadas, como de praxe em edições especiais. Elas esgotam rapidamente. Garanta já a sua ou vai ficar sem! 



[Compre Aqui] Edição especial Steelbook Horizon Forbidden West PS4

[Compre Aqui] Edição especial Steelbook Horizon Forbidden West PS5


Já Garanti a Minha! 

0 comentários:

Nos deixe saber sua opinião...

Ator sugere que voltará a participar num novo Resident Evil

  Neil Newbon, ator que deu vida a Nicholai Ginovaef em Resident Evil 3 remake e Karl Heisenberg e Village sugeriu que voltará a participar ...

 Neil Newbon, ator que deu vida a Nicholai Ginovaef em Resident Evil 3 remake e Karl Heisenberg e Village sugeriu que voltará a participar num jogo Resident Evil que está em desenvolvimento.

Em conversa com o Awfully Irish Podcast, obrigado ao VGC, Newbon sugeriu que voltará a participar num RE, tal como Nicole Tompkins, atriz que deu voz a Jill Valentine RE3 remake e Daniela Dimitrescu em Village.

"Sabes, para mim e para a Nicole, não posso falar de algumas coisas, mas isto não é o nosso primeiro rodeo e poderá nem ser o último. Poderemos ter outras coisas," disse Newbon.

Agora poderemos especular se Newbon regressará numa possível sequela para Village ou em RE4 remake que tem sido alvo de imensos rumores e que poderá ser o próximo grande jogo da série.

0 comentários:

Nos deixe saber sua opinião...