News

PS5 X Project Scarlett: confira o comparativo com o que divulgado até agora

PS5 e Project Scarlett são dois novos consoles da Sony e Microsoft, respectivamente, com a possibilidade de serem os mais poderosos já prod...

PS5 e Project Scarlett são dois novos consoles da Sony e Microsoft, respectivamente, com a possibilidade de serem os mais poderosos já produzidos. As duas empresas prometem várias novidades aos jogadores, mas com um mesmo foco: velocidade. A próxima geração será sobre a velocidade de carregamento e de início dos games, então é possível que este ponto surpreenda. Saiba o que esperar em um comparativo com o que já foi divulgado até agora. Por enquanto, qual é o melhor? Siga:



Rapidez

Como dito, os dois consoles prometem ser rápidos. A Microsoft e a Sony devem passar a usar SSD como mídia para armazenar jogos digitais e sistema. Contra o HDD, atual tecnologia usada no PS4 e Xbox One, é possível que a velocidade realmente aumente consideravelmente. O no PS5, por exemplo, chega 10 vezes mais rápido. A Microsoft não deu um exemplo prático desta velocidade, mas o PS5 já teve uma demonstração interna realizada, com o jogo Spider-Man, onde o carregamento era 10 vezes mais rápido do que no PS4 Pro.


Novas tecnologias

A Microsoft promete que o Project Scarlett usará uma tecnologia chamada de Ray Tracing, que é um algoritmo gráfico para gerar imagens 3D. O método promete um realismo maior, simulando como a luz se comporta no mundo real de maneira extremamente realista – o que deve fornecer um incremento gráfico exponencial no novo console.

A Sony não detalhou que novas tecnologias devem ser usadas no PS5, por enquanto. Como a empresa não participou da E3 2019, é possível que estas novidades surjam apenas ao longo deste ano.

Poder gráfico

Os dois consoles prometem ser equiparáveis em poder gráfico, da mesma maneira que PS4 e Xbox One já foram bem próximos. Os dois querem garantir rodar games com, no mínimo, resolução 4K, a atual maior resolução para jogos, mas o Scarlett deve alcançar 8K em alguns casos.

A empresa também confirmou que o Scarlett usará memória GDDR6, que permite um poder de processamento muito grande em comparação ao Xbox One, mas caminho similar seguirá a Sony. Logo, neste quesito, os dois devem ser mesmo equiparáveis.

Lançamento

Aqui a Microsoft está com uma ligeira vantagem, já que concedeu a janela de lançamento para o Project Scarlett: final de 2020, durante o período de festas. Ainda não há data mais específica, mas os fãs já sabem quando esperar o aparelho.

Já a Sony, apesar de já ter mencionado o PS5, não deu uma data muito clara, nem aproximada, de quando ele chegará ao mercado. Mas, como a concorrência é sempre uma constante entre as duas empresas, é provável que os lançamentos sejam próximos.


Jogos

Não há jogos confirmados para o PS5. Acredita-se que alguns games de “fim de geração” do PS4, como Ghost of Tsushima, Death Stranding, The Last of Us 2 e Final Fantasy 7 Remake, sejam lançados também no PS5, como multiplataforma. Mas nada disso é confirmado.

á o Project Scarlett já tem, pelo menos, um jogo oficialmente anunciado: Halo Infinite, que continuará a série da Microsoft mas que também funcionará como “reboot”, um tipo de reinício, para abraçar novos fãs. Os dois consoles também devem ser retrocompatíveis em termos de jogos da geração passada.



Acessórios

A Sony já confirmou que o PS VR, os óculos de realidade virtual do PS4, funcionará no PS5. O mais provável é que o PS Move, controle com sensor de movimentos do aparelho, também siga o mesmo padrão, já que ele funciona com o visor.

O Xbox One, porém, não tem nenhum acessório tão famoso, a não ser por controles, que devem continuar compatíveis com o Scarlett. Vale lembrar que o aparelho foi lançado com o Kinect 2, sensor de movimentos, mas que já foi cancelado pela Microsoft.

Preço

Nenhum dos dois aparelhos possuem qualquer preço definido ou qualquer ideia de quanto custarão, por isso não há como comparar este ponto. Mas, para se ter uma base, hoje, o PS4 Pro custa US$ 400, enquanto o Xbox One X sai por US$ 500 – sem contar eventuais descontos.

Os preços dos atuais consoles podem dar uma boa margem do que esperar para novos aparelhos. E, claro, vale lembrar que a previsão fica ainda mais distante quando falamos em “Brasil”, pois nenhum dos dois estão confirmados para território nacional, por enquanto.

0 comentários:

Nos deixe saber sua opinião...

Conferência do Xbox na E3 2019 bateu recorde de audiência

Com a E3 2019 terminada, Phil Spencer da divisão Xbox fez um balanço do evento no Twitter, destacando o desempenho que bateu recordes na ma...

Com a E3 2019 terminada, Phil Spencer da divisão Xbox fez um balanço do evento no Twitter, destacando o desempenho que bateu recordes na marca.

"Recorde no tráfico social durante a semana, visualizações recorde durante a conferência, o dobro dos fãs a assistirem ao Inside Xbox, 1000 pessoas no MS Theater para assistir à conferência e desfrutar dos jogos," disse Phil Spencer.
Durante a sua apresentação na E3 2019 a Microsot apresentou os primeiros detalhes da Xbox Scarlett e contou com um convidado especial: o ator Keanu Reeves, que será uma das personagens de Cyberpunk 2077.
Para a E3 2020 a Microsoft já prometeu mais detalhes de Halo Infinite.

0 comentários:

Nos deixe saber sua opinião...

Rumor - The Last of Us: Parte 2 sem multi-jogador

The Last of Us: Parte 2 é um dos jogos mais esperados desta geração e apesar do anúncio no final de 2016, ainda existe muito sobre ele que ...

The Last of Us: Parte 2 é um dos jogos mais esperados desta geração e apesar do anúncio no final de 2016, ainda existe muito sobre ele que ainda não sabemos.
Enquanto a Naughty Dog desenvolve a sua aguardada sequencia, vai mantendo em segredo a data de lançamento, detalhes sobre a campanha e sobre uma possível vertente multi-jogador.

No entanto, segundo informado pela Sony, ao contrário do que fez com o primeiro jogo, a Naughty Dog não apresentará modos multi-jogador em The Last of Us: Parte 2.
Na caixa da edição limitada Days of Play da PlayStation 4, via ResetEra, a Sony informa os jogadores que é necessária uma subscrição PlayStation Plus para aceder aos modos online dos jogos.
Mas no caso de "Marvel's Spider-Man, Days Gone, God of War e The Last of Us: Parte 2 não suportam multi-jogador online".
Esta informação sugere que The Last of Us: Parte 2 não terá multi-jogador competitivo como o primeiro, algo que a Naughty Dog ainda não tinha anunciado oficialmente.
The Last of Us: Parte 2 ainda não tem uma data de lançamento, mas os rumores dizem que chegará em Fevereiro de 2020.

0 comentários:

Nos deixe saber sua opinião...

Para executivo da Ubisoft - PS5 e Xbox Scarlett são um enorme salto

Em entrevista ao Telegraph, Alain Corre disse que está animado com a perspectiva de avanços tecnológicos que impulsionam experiências de jo...

Em entrevista ao Telegraph, Alain Corre disse que está animado com a perspectiva de avanços tecnológicos que impulsionam experiências de jogabilidade melhoradas em novos equipamentos.




"Os desenvolvedores querem surpreender o tempo todo, inovar - e a tecnologia nos permite entrar em territórios desconhecidos e trazer algo novo", disse ele. "Como em Watch Dogs por exemplo. Graças à IA que eles estão dominando agora somos capazes de trazer uma nova jogabilidade.

"E se os fabricantes deste mundo irão continuar inovando e ultrapassando as fronteiras das tecnologias, poderemos criar jogos melhores e convencer mais fãs, e a indústria continuará crescendo. Acho que o aspecto social do jogo é algo cada vez mais importante", continuou Corre. "As novas tecnologias fornecerão novas maneiras para os fãs trocarem dados.

"E há muitos outros novos elementos para melhorar a qualidade dos jogos. A Microsoft falou sobre o SSD [discos rígidos super rápidos] e o fato de que eles querem reduzir o tempo de carregamento ... É um tópico muito importante e é uma revolução, essa coisa.

"No lado gráfico, ainda está melhorando, porque você verá uma diferença entre 4k e 8k. Há coisas que eles estão propondo que tornarão essas máquinas super legal para os fãs. "


Não inesperadamente, a Microsoft está otimista sobre o potencial de novos consoles, com o chefe do Xbox Game Studios, Matt Booty, alegando que sua chegada poderia ser "uma transição tão grande quanto quando passamos de 2D para 3D".

No entanto, o diretor de estúdio da Platinum Games, Atsushi Inaba, não está convencido pelo que viu até agora dos planos da Microsoft e da Sony para a próxima geração, dizendo ao telegraph que está "difícil ficar animado" com o hardware que parece ser "mais do mesmo.
Fonte: Videogameschronicle

0 comentários:

Nos deixe saber sua opinião...

Rumor - Xbox Lockhart foi cancelado e surgirá apenas o Xbox Scarlett

A Microsoft anunciou oficialmente na E3 2019 que está a trabalhar em um novo console de próxima geração - chamado Xbox Project Scarlett, co...

A Microsoft anunciou oficialmente na E3 2019 que está a trabalhar em um novo console de próxima geração - chamado Xbox Project Scarlett, contrariando os rumores que apontavam o desenvolvimento de dois consoles.

Desde a E3 2018 que a especulação apontava para o desenvolvimento de dois consoles de próxima geração, com os nomes de código Scarlett para o modelo mais forte e Lockhart para um modelo mais barato e menos poderoso.
Ao longo dos últimos meses, surgiram vários rumores que falavam de dois consoles com discos SSD, tal como confirmado para a Scarlett, mas como disse Phil Spencer, patrão da divisão Xbox da Microsoft, existem planos apenas para um console - o Xbox Project Scarlett revelado nesta E3.
Brad Sams, que em Junho de 2018 avançou antecipadamente Halo Infinite e Xbox Scarlett como o nome de código do novo console - um ano antes da Microsoft o ter anunciado publicamente, e que também avançou a chegada de uma Xbox One S focada unicamente no formato digital, avança agora que a Microsoft mudou os planos para lançar dois consoles de próxima geração, ou dois modelos do mesmo console.
PUBLICIDADE
Sams foi o primeiro a avançar o desenvolvimento do Xbox Anaconda e do Xbox Lockhart, após consultar as suas fontes e obter acesso a documentos da Microsoft e agora diz ter sido informado sobre o cancelamento da Lockhart.
Segundo as suas fontes, a Microsoft passou a dedicar-se exclusivamente ao Anaconda, conhecido como Xbox Project Scarlett, porque os estúdios estavam a sentir dificuldades em criar jogos de nova geração a pensar em dois modelos com especificações diferentes.
Os estúdios estavam criando jogos para correrem bem no console menos poderoso, que depois eram ajustados para tirar proveito do console mais poderoso, o Anaconda.
Sams diz que o Digital Foundry também foi informado disto na E3 e que esta necessidade de ajustar os jogos poderia deixar a Microsoft em desvantagem na performance e gráficos, algo que não deseja. Além disto, Sams refere que a Lockhart pode ter perdido o seu propósito com o progresso feito com a tecnologia de streaming no Project xCloud.
O início de uma nova geração significa menores margens de lucro e ao focar num só console, a Microsoft simplifica a entrada na nova geração, a promoção do novo dispositivo e o foco dos estúdios.

0 comentários:

Nos deixe saber sua opinião...

Samurai Shodown receberá nova demo PS4 no Japão

A SNK anunciou a chegada de uma nova demo de Samurai Shodown. Será já a 21 de Junho que a PlayStation Store Japonesa receberá uma nova ...

A SNK anunciou a chegada de uma nova demo de Samurai Shodown.

Será já a 21 de Junho que a PlayStation Store Japonesa receberá uma nova demo de Samurai Shodown, que estará disponível até 7 de Julho e não exigirá uma subscrição PS Plus.
A companhia anunciou ainda que a demo também chegará à Xbox One, mas numa data ainda por anunciar.
Esta demo permitirá jogar com Genjuro Kibagami, Ukyo Tachibana e Charlotte nos modos Training Mode, VS Mode e Tutorial Mode.
Samurai Shodown chegará a 25 de Junho para a PS4 e Xbox One. As versões PC e Switch chegam no final do ano.

0 comentários:

Nos deixe saber sua opinião...

Final Fantasy 7 Remake terá suporte para o PS5

Final Fantasy 7 Remake é um dos jogos mais aguardados para 2020, um ano em que as consolas de próxima geração vão chegar ás lojas. O novo...

Final Fantasy 7 Remake é um dos jogos mais aguardados para 2020, um ano em que as consolas de próxima geração vão chegar ás lojas.
O novo jogo da Square Enix chegará a 3 de Março de 2020 para o PlayStation 4, meses antes da chegada do PS5, algo que está a gerar questões em torno da compatibilidade do jogo com a próxima geração.
Em conversa com o GameInformer, Yosuke Matsuda, presidente e CEO da Square Enix, foi questionado se a primeira parte de Final Fantasy 7 Remake teria direito a versão para a nova geração ou se existiria compatibilidade com a nova consola da Sony.
"É o grande assunto do momento e pensamentos que nos iam perguntar por isso. Acredito que as nossas equipas fizeram com que o jogo tenha suporte para a próxima geração e atual geração de consolas."
"Acredito que está a ser desenvolvido para ser jogável nas duas, por isso não estou preocupado com isso e acredito que os fãs serão capazes de desfrutar dele em ambas, incluindo as consolas de nova geração."
A Sony já tinha confirmado que a PS5 seria compatível com os jogos da PS4, o que significa que poderás jogar Final Fantasy 7 Remake na PS5, mas não sabemos o tipo de melhorias que poderás ter na próxima consola.

0 comentários:

Nos deixe saber sua opinião...

PS5 e Xbox Scarlett são mais do mesmo, diz líder da Platinum Games

A chegada das consolas de próxima geração está a gerar imenso entusiasmo, mas nem todos estão tão optimistas quanto ao potencial que poderá...

A chegada das consolas de próxima geração está a gerar imenso entusiasmo, mas nem todos estão tão optimistas quanto ao potencial que poderá surgir com a chegada do PlayStation 5 e Xbox Project Scarlett.

Atsushi Inaba, diretor da Platinum Games, é uma das pessoas que não consegue ficar entusiasmado com a chegada dos novos consoles e nem sequer espera grande inovação delas pois, segundo diz, são feitas com componentes já existentes e já sabe o que esperar.
Em conversa com o VGC, Inaba diz que o PS5 e o Xbox Project Scarlett são mais do mesmo e que a passagem para o uso de componentes sem qualquer personalização ou inovação não lhe permitem gerar entusiasmo.
"É OK. Com isto quero dizer que tenho a certeza que as coisas se moverão mais rapidamente, os gráficos serão melhores e será, talvez, mais fácil com menos tempos de espera...é bom para o consumidor," disse Inaba dos planos da Sony e Microsoft para as suas futuros consoles.
PUBLICIDADE
"Muito francamente, comparado com anteriores gerações, é mais do mesmo. Não há nada de diferente ou super inovador, digo eu."
"O hardware de videojogos era sobre chips personalizados que não podias ter no PC. Agora, olhas para isto e estão simplesmente a pegar em coisas que já existem."
Inaba dá ainda o exemplo da Nintendo Switch, "é um Tegra que já existia é as outras consoles usam chips e gráficas muito similares ao que vês nos PCs, talvez ligeiramente atualizadas. Nada disto parece único a esse hardware."
Para Inaba, a inovação na indústria poderá chegar através dos serviços de streaming, como o Stadia da Google.
"É difícil ficar entusiasmado com algo que já existe, mas foi readaptado de certa forma."
"É por isso que para mim, coisas como as plataformas na nuvem representam inovação e algo muito, muito diferente - são plataformas que me entusiasmam e onde sinto que está a decorrer muito mais inovação."
Partilhas a opinião de Inaba, as transições entre gerações não apresentam o mesmo diferencial entusiasmante de outrora ou sentes que a evolução gráfica e o grande foco na redução dos loadings é um bom presságio para a próxima geração?

0 comentários:

Nos deixe saber sua opinião...

PlayStation – Rumor – Documento afirma que a Kojima Productions faz parte da Sony, Ghost of Tsushima pode ser lançado ainda em 2019

Hoje foi um dia de bastante novidades por parte da  Sony , depois de uma reunião com investidores, onde o mesmo apresentavam uma documentaç...

Hoje foi um dia de bastante novidades por parte da Sony, depois de uma reunião com investidores, onde o mesmo apresentavam uma documentação dos investimentos, jogos por estúdios e o outras informações bastante interessante.

A primeira é que está listada na documentação que a Kojima Productions faz parte da Sony, não sabemos se é de maneira temporária (enquanto lança Death Stranding) ou de maneira comprada. Seguindo isso, é algo que totalmente possível, já que o próprio Kojima prefere a PlayStation e sempre quis trabalhar com o estúdio. No entanto anteriormente o estúdio antes de anuncia o novo exclusivo do PlayStation 4, se declarou de forma dependente. Portanto não podemos confirmar a veracidade sem um aval das duas partes.
Abaixo podem vê a documentação mostrada na reunião de investidores:
Alem disso vemos outro ponto interessante, que é o lançamento de jogo por estúdio, onde detalha valores investidos e lançamentos dos exclusivos do PlayStation 4, dentro dessa documentação podemos ver algo interessante.
A lista mostra alem dos lançamentos passados, novos jogos que chegarão dentro de 2019, dentre eles está Ghost of Tsushima. Vale lembrar que a documentação pode se referir ao lançamento financeiro, que pode acontecer até Março de 2020. Por enquanto a Sony ainda não confirmou nada, nem falou sobre o assunto, portanto fiquem atentos para qualquer novidade.

0 comentários:

Nos deixe saber sua opinião...

'PLAYSTATION 5' E PROJECT SCARLETT PODEM CUSTAR MAIS DE R$ 1500, INDICA ANALISTA

As primeiras especificações do PlayStation 5 e do Project Scarlett foram divulgadas recentemente. Ao que tudo indica, os consoles serão con...

As primeiras especificações do PlayStation 5 e do Project Scarlett foram divulgadas recentemente. Ao que tudo indica, os consoles serão consideravelmente mais poderosos do que os da geração atual.
De acordo com o site Gamingbolt, que entrevistou o analista Michael Pachter, apesar do salto de qualidade entre as duas gerações, os novos consoles da Sony e da Microsoft não devem ser lançados por um preço tão superior aos da atual geração.

"As especificações indicam que os consoles serão lançados por algo em torno de US$ 500", afirmou Pachter. "Mas minha aposta é de que a Microsoft vai anunciar o console por US$ 399 e a Sony vai seguir este preço".

Se isto for verdade e os dois consoles, de fato, chegarem ao mercado custando US$ 399, pode-se esperar que o jogador brasileiro tenha de pagar pelo menos R$ 1552,11 no console que escolher, levando em consideração a cotação atual do dólar (R$ 3,89).
Este preço, evidentemente, não leva em consideração todos os impostos que serão agregados ao valor final dos consoles quando este for definido.

1 comentários:

Nos deixe saber sua opinião...

CD PROJEKT RED COMENTA POSSIBILIDADE DE UM NOVO GAME THE WITCHER

Durante a E3 Coliseum, a produtora CD Projekt Red discutiu a possibilidade de um novo game The Witcher. O fundador, Marcin Iwinski, conta q...

Durante a E3 Coliseum, a produtora CD Projekt Red discutiu a possibilidade de um novo game The Witcher. O fundador, Marcin Iwinski, conta que o estúdio decidiu não fazê-lo e experimentar outros horizontes por que "não é uma fábrica de games. Tratamos games como arte".

Ele ainda explica que "queremos elevar o nível de qualidade com cada lançamento. Não é sobre lançar The Witcher 3.5, o que seria fácil [...] Usar o mesmo motor gráfico, contar as mesmas histórias; a tecnologia está pronta. E conseguir dinheiro rápido. Mas não é assim que fazemos" (via Gamespot).
No entanto, a esperança por outros games da franquia não morre. "Adoraríamos, em certo momento, contar mais histórias sobre The Witcher, mas não posso dizer quando e como", fala Iwinski.

Recentemente, foi revelado que The Witcher 3: Wild Hunt vendeu mais de 20 milhões de unidades, levando a franquia de games ao marco de 40 milhões de cópias distribuídas. Agora, a CD Projekt Red está focada no desenvolvimento de Cyberpunk 2077, para que o game seja lançado no dia 16 de abril de 2020 para PS4, Xbox One e PC. 

0 comentários:

Nos deixe saber sua opinião...

Voz de Ellie quase revela a data de lançamento de The Last of Us: Parte 2

The Last of Us: Parte 2 é um dos jogos mais aguardados entre os jogadores com uma PlayStation 4, mas o mistério em torno da data de lançame...

The Last of Us: Parte 2 é um dos jogos mais aguardados entre os jogadores com uma PlayStation 4, mas o mistério em torno da data de lançamento continua a testar a paciência dos jogadores.
O título da Naughty Dog ainda não recebeu uma data de lançamento e apesar dos rumores apontarem o jogo para o Outono de 2019, recentes informações sugerem que decidiram lançar The Last of Us: Parte 2 no início de 2020.
No entanto, isto é apenas especulação e apesar dos rumores sugerirem que chegará antes de Abril de 2020, a Sony não confirmou qualquer data de lançamento oficial.
Ashley Johnson, a voz de Ellie, protagonista em The Last of Us: Parte 2, é uma das principais figuras associadas à série e frequentemente é questionada sobre a data de lançamento.
Na mais recente entrevista, que podes ver no vídeo em baixo, a partir da marca de uma hora e sete minutos, Johnson é questionada sobre a data de lançamento de The Last of Us: Parte 2 e parecia pronta para responder.
Johnson começa por dizer o que claramente soa a "Fevereiro", mas corta a sua própria resposta antes de terminar a frase e deixa-nos em suspenso, à espera de algo mais concreto.
Este aparente descuido da atriz vai ao encontro da mais recente especulação, apresentada por Jason Schreier que avançava um lançamento em Fevereiro.
The Last of Us: Parte 2 é a aguardada sequencia do aclamado jogo da Naughty Dog e apesar de não termos uma data concreta, Fevereiro começa a ganhar força.

0 comentários:

Nos deixe saber sua opinião...

Preço do Xbox Scarlett será revelado assim que a Microsoft puder

A Microsoft revelou finalmente os primeiros detalhes sobre o seu novo console de nova geração, mas ficaram ainda muitas perguntas por respo...

A Microsoft revelou finalmente os primeiros detalhes sobre o seu novo console de nova geração, mas ficaram ainda muitas perguntas por responder.

Durante a conferência E3 2019 da Xbox, Phil Spencer, patrão da Xbox, confirmou o nome de código Xbox Project Scarlett, o console de próxima geração da Microsoft que chegará às lojas no final de 2020, acompanhada por Halo Infinite.
No entanto, ainda não sabemos o preço e o design do console, algo que a Microsoft sabe ser altamente importante e por isso mesmo, revelará assim que tiver essas informações.
Phil Spencer falou durante a E3 sobre o próximo console e diz que os consumidores merecem saber estas informações o mais rápido possível, mas apenas o farão quando estiveram completamente seguros que o podem fazer.
Sobre o design do console, Spencer disse que, "Eu sei como será o aspecto dela. Penso que será uma coisa 'nova' com aspecto fixe, será interessante, mas ainda não temos o design industrial final pronto, por isso não vamos revelar um design inacabado e dizer 'vai ser parecida com isto'."
"Vamos esperar em relação a isto, porque não é isso que realmente vai determinar a decisão de compra. Até o nome. Espero que ninguém esteja a tentar decidir se compra este produto baseado no nome."
Sobre o preço da consola, Spencer sabe que é muito mais importante e fundamental para a decisão de compra, reconhecendo que terá de ser revelado o mais cedo possível.
"O preço será importante. O preço é claramente uma das coisas que as pessoas querem saber e estamos atentos ao preço dos componentes que estão a chegar, coisas como esquemáticas e outras coisas, a tentar descobrir qual será o preço no próximo ano. Temos um preço em mente e penso que conseguiremos chegar lá, mas queremos ter a certeza que tudo é bem feito, para ser o preço que conseguimos."
"Assim sendo, revelaremos o preço assim que conseguirmos, para que as pessoas possam tomar essas decisões."
O Xbox Project Scarlett chegará no final de 2020 e será uma console que "come monstros ao pequeno almoço", sendo desde já posicionada como um poderoso console de próxima geração.
PUBLICIDADE

0 comentários:

Nos deixe saber sua opinião...

Morreu Patrick Munnik, produtor na Guerrilla Games

A Guerrilla Games comunicou que Patrick Munnik, lead producer no estúdio, faleceu inesperadamente. "É com enorme choque e triste...

A Guerrilla Games comunicou que Patrick Munnik, lead producer no estúdio, faleceu inesperadamente.

"É com enorme choque e tristeza que informamos que o nosso lead producer Patrick Munnik já não está entre nós. Estamos para sempre gratos por termos tido o grande e adorado Patrick na nossa equipe".
O motivo da morte de Patrick Munnik não foi revelado, mas a declaração da Guerreilla Games deixa subentendido que foi repentino e inesperado. Patrick Munnik tinha 44 anos.
Patrick Munnik juntou-se à Guerrilla Games em 2011 e desempenhou um papel central em Killzone: Shadow Fall e Horizon: Zero Dawn.
A indústria está a reagir em peso à morte do produtor, enviando as condescendências através do Twitter.

It is with great shock and sadness we inform you that our lead producer Patrick Munnik is no longer with us. We are eternally grateful to have had our greatly valued and much loved Patrick on our team.
2.962 pessoas estão falando sobre isso

0 comentários:

Nos deixe saber sua opinião...