News

A Sony promete anúncios especiais para a PlayStation Experience

A Sony apresentará no próximo dia 8 de Dezembro a sua conferência durante a PlayStation Experience e promete alguns anúncios especiais para...

A Sony apresentará no próximo dia 8 de Dezembro a sua conferência durante a PlayStation Experience e promete alguns anúncios especiais para todos os seus fãs.

Apesar dos grandes anúncios e apresentações feitos durante a Paris Games Week, a Sony promete grandes novidades para a Experience, que decorrerá até ao dia 10 de Dezembro.
A companhia não confirmou se estes anúncios especiais representam novos jogos, novos projetos, novos conteúdos para jogos já lançados ou datas de lançamento, algo que os fãs querem muito ver.
Depois das conferências na E3 e Paris Games Week, muitos podem acreditar que a companhia não tem mais nada para apresentar, mas a Sony diz que não é bem assim e promete novidades.
Ficaremos à espera destas novidades e à espera da data para alguns dos jogos já anunciados.

0 comentários:

Nos deixe saber sua opinião...

Final Fantasy XV - Jogo permitirá troca entre os quatro companheiros na história; atualização para o multiplayer, detalhes do Episode Ignis e Episode Ardyn confirmado

A Square Enix realizou hoje um Active Time Report no aniversário de  Final Fantasy XV  e revelou diversas novidades que chegarão ao jogo....

A Square Enix realizou hoje um Active Time Report no aniversário de Final Fantasy XV e revelou diversas novidades que chegarão ao jogo.


Expansão Multiplayer Comrades


  • Atualização de versão 1.1.0 será lançada em 12 de dezembro;
  • Ela incluirá vários consertos, como o nível do jogador não subir em determinados momentos, e os inimigos não aparecerem - coisas que impediam o progresso foram arrumadas;
  • Menos loading entre Lestallum e Camp;
  • Menor tempo de geração para a I.A.;
  • Conteúdo adicional: quests disponíveis por tempo limitado e troque o item obtido na quest na Witch's Shop por um buff temporário;
  • Mais novidades para o multiplayer serão lançadas em 2018.

Jogo Base
  • Uma atualização de dezembro (provavelmente a do dia 12) adicionará a possibilidade de jogar com Gladiolus, Prompto e Ignis na história principal. No caso, você poderá trocar entre eles livremente.


Episode Ignis


  • O DLC dura entre 1 e 2 horas se você apenas seguir a história;
  • Após finalizá-la, rotas alternativas são destravadas com batalha contra chefe. Não segue a história principal. Mas o final dessa rota foi criado com o objetivo de agradar quem gostou do final do jogo base;
  • Há mais cutscenes que os outros DLC, assim como o nível de dificuldade é mais elevado;
  • Após completar a história, há um Extra Battle contra Noctis (assim como havia contra Aranea no DLC de Prompto);
  • Episode Ignis chegará no dia 13 de dezembro.




Futuro



  • Detalhes sobre o futuro serão revelados quando estiverem totalmente decididos e serão anunciados quando os DLCs forem finalizados. No entanto, haverá pelo menos três DLCs do tamanho dos Episódios lançados neste ano. O primeiro será Episode Ardyn

FONTE:GEMATSU

4 comentários:

Nos deixe saber sua opinião...

FINAL FANTASY 7 REMAKE: DATA DE LANÇAMENTO APARECE PARA 29/12 NA AMAZON

Um dos lançamentos mais aguardados de todos os tempos permanece em mistério absoluto. Final Fantasy 7 Remake foi anunciado há dois anos, ...

Um dos lançamentos mais aguardados de todos os tempos permanece em mistério absoluto. Final Fantasy 7 Remake foi anunciado há dois anos, segue no fervo do hype, teve equipe ampliada pela Square, mas, até agora...nada de data. Contudo, no que depender da Amazon americana, o jogo sai no dia 29 de dezembro deste ano.

Claro que a informação não pode ser escrita em pedra, uma vez que não temos a data oficial. Quando um jogo tem ano confirmado, mas sem data precisa, é comum que 31 de dezembro apareça como o "deadline" (isto é, o limite) em alguns sites de varejo, e a Amazon tem respaldo o suficiente para ser minimamente confiável.

O problema é que Final Fantasy 7 Remake não tem ano confirmado. E a outra questão é que a listagem não aponta 31 de dezembro, como corriqueiramente acontece; a data está precisamente marcada para 29 do mês. Por quê? Eis a curiosidade. Lembrando que temos PlayStation Experience nos dias 9 e 10 de dezembro, e não é impossível haver algum anúncio-bomba do primeiro episódio do remake a ser lançado ainda este ano - que, por acaso, marca os 30 anos da franquia. Uma ocasião providencial para uma bomba assim, eu diria.

O que você acha? Deixe seu palpite na seção destinada aos comentários, logo abaixo

Fonte

1 comentários:

Nos deixe saber sua opinião...

Top 10: Os jogos mais aguardados de 2018 - Segundo Eurogamer

O tempo passa muito rápido e já estamos no final de 2017! É mais um ano que passou, mas marcado por excelentes videojogos, tornando...





O tempo passa muito rápido e já estamos no final de 2017! É mais um ano que passou, mas marcado por excelentes videojogos, tornando a escolha do melhor jogo do ano extremamente complicada. O final de um ano também significa que já podemos olhar realisticamente para o ano seguinte, e no que diz respeito a videojogos, há razões mais do que suficientes para ficar entusiasmado.
Estamos tão entusiasmados, que não poderíamos deixar de partilhar com os nossos leitores uma lista dos títulos que mais aguardamos em 2018, algo que já tínhamos feito para 2017. Importa desde já esclarecer, para evitar confusões, que apenas seleccionamos títulos com data de lançamento confirmada. Há muitos títulos promissores anunciados para o futuro, mas não sabemos se vão chegar em 2018 ou mais tarde.
Aqui está a nossa lista de títulos mais aguardados para 2018:

10. Sea of Thieves

  • Plataformas: Xbox One e Windows 10
  • Lançamento: 2018
Argh, piratas! Este é tema de Sea of Thieves, uma nova propriedade intelectual para as plataformas da Rare. A proposta deste novo jogo é atirar-te para uma aventura de piratas, mas com a vantagem de poderes jogar em modo cooperativo com os teus amigos. Pelo que vimos até agora, é um jogo com forte personalidade e humor, e capaz de oferecer muita diversão.
Vais poder viajar pelos mares com os teus amigos, aventurares-te em quests e, como não podia faltar num jogo de piratas, apanhar muito loot. A parte mais engraçada é que o mundo de Sea of Thieves será partilhada, o que significa que vais encontrar grupos de outros jogadores nas tuas aventuras. Até poderás lutar contra eles.
Não esquecer que a Rare é responsável por clássicos como 007 Goldeneye, Banjo-Kazooie e Killer Instinct. O estúdio tem andando meio perdido nos últimos anos e na geração anterior dedicou-se ao Kinect, que agora desapareceu. Será que Sea of Thieves vai marcar o regresso da Rare aos grandes jogos? Esperemos que sim. Está mais do que na altura.
 Publicidade 

9. Travis Strikes Again

  • Plataformas: Nintendo Switch
  • Lançamento: 2018
Dirigido por Suda51, conhecido por ser uma espécie de Quentin Tarantino dos videojogos, Travis Strikes Again promete ser um dos jogos mais estilosos e bizarros do próximo do ano.
O jogo está inserido no mesmo universo de No More Heroes, que gerou dois títulos para a Wii, e continua a história de Travis Touchdown, que terá de enfrentar Badman, o pai da Bad Girl, uma assassina morta por Travis.
Os detalhes são escassos, mas o primeiro trailer deixa-nos extremamente confiantes e ansiosos. Suda51 promete fazer magia e combinar humor, acção, banda sonora eletrizante e ideias geniais num só jogo.

8. Metro Exodus

  • Plataformas: PC, Xbox One e PS4
  • Lançamento: 2018
Mais uma prova que nem todos os jogos de tiros na primeira pessoa têm que se focar no multijogador. Metro Exodus é o novo jogo da 4A Games, um estúdio extremamente talentoso e que já demonstrou ser capaz de criar jogos marcantes e lindíssimos.
É uma continuação da série Metro, baseada nos livros de Dmitry Glukhovsky, e que promete misturar exploração, sobrevivência e terror num mundo altamente imersivo e não-linear. Se o trailer for representativo da qualidade final do jogo, temos aqui um sucesso.

7. Dragon Ball FighterZ

  • Plataformas: PC, Xbox One e PS4
  • Lançamento: 26 de Janeiro
Os jogos de Dragon Ball são mais do que muitos, mas este é especial. Finalmente a Bandai Namco decidiu entregar a licença a um estúdio que realmente percebe de jogos de luta. Estamos a falar claro da Arc System Works, responsável por Guilty Gear e Blazblue, duas séries de grande calibre no género.
O resultado é talvez o jogo mais impressionante de Dragon Ball que alguma vez já vimos. Tivemos a oportunidade de jogar tanto na E3 2017 como na beta e ficamos completamente rendidos. Não se trata apenas de um jogo visualmente explosivo, é uma delícia jogá-lo. É incrivelmente rápido, cheio de combos e com acção ofegante. Parece ser tudo aquilo que podíamos desejar de um jogo de luta de Dragon Ball.





6. Days Gone

  • Plataformas: PS4
  • Lançamento: 2018
Oh não, mais um jogo de zombies! Se calhar, esta foi a reacção de alguns à revelação de Days Gone, mas a combinação do Bend Studio, que foi buscar inspiração às séries The Walking Dead e Sons of Anarchy é, no mínimo peculiar.
Days Gone é descrito como um jogo de acção e aventura em mundo aberto que decorre no Noroeste do Pacífico após uma pandemia que transformou a maioria da população global em Freakers (a versão do jogo de zombies).
As hordas de Freakers são um dos elementos mais impressionantes do jogo. A dado momento podem aparecer dezenas de Freakers no ecrã para nos devorar. Apesar das comparações com The Last of Us, um dos artistas do jogo diz que Days Gone será o oposto.

5. Ghost of Tsushima

  • Plataformas: PS4
  • Lançamento: 2018
Se por um lado jogos como Yakuza nos mostram a realidade japonesa na modernidade, Ghost of Tsushima, o novo jogo da Sucker Punch, o estúdio que criou a série inFamous, promete mostrar-nos como era o Japão na época dos samurais.
Ghost of Tsushima não é o primeiro jogo de Samurais, já temos outros exemplos como Shogun Total War ou Onimusha, mas jogos tão focados na narrativa e inseridos neste contexto histórico são uma raridade. Ver a Sucker Punch a pegar neste tema e a desenvolver um jogo deste calibre é surpreendente.
Ainda não existem muitos detalhes, mas está confirmado que se trata de um jogo em mundo aberto e que acontece durante a invasão Mongol ao Japão. Se ainda não tiveste a oportunidade, confere o primeiro trailer.

4. Anthem

  • Plataformas: PC, PS4 e Xbox One
  • Lançamento: Outono 2018
É a grande aposta da Electronic Arts para "combater" títulos como Destiny. Desenvolvido pela Bioware, o estúdio de Mass Effect, deixou todos boquiabertos na E3 2017 quando foi revelado. É essencialmente um RPG de aventura futurista desenvolvido para ser jogado em modo cooperativo com quatro jogadores.
O mundo é lindíssimo, imersivo, e poderemos explorar tanto a voar como a nadar debaixo de água graças aos exosuits. Será possível personalizar os nossos fatos com armas e habilidades únicas, e usar o nosso arsenal para eliminarmos as ameaças deste mundo.
Já sabemos que a Bioware tem talento para criar jogos futuristas, basta olhar para Mass Effect, portanto, é natural ter expectativas positivas para Anthem. Será que vai conseguir corresponder às expectativas e superar outros jogos do mesmo estilo?

3. Spider-Man

  • Plataformas: PS4
  • Lançamento: 2018
Será que a Insomniac Games vai conseguir fazer o mesmo que a Rocksteady fez com Batman? É a pergunta que vai na cabeça de todos, e do que vimos até agora, temos boas razões para acreditar que sim.
Como todos sabemos, os videojogos de licenças são mais do que muitos, mas contam-se pelos dedos das mãos aqueles que realmente conseguem entregar uma experiência grandiosa. Spider-Man para a PlayStation 4 promete ser um desses jogos.
Ainda não sabemos como vai funcionar a exploração e navegação por Nova Iorque. Até agora os trailers mostraram momentos cinematográficos incríveis que deixaram os fãs da personagem completamente rendidos.
A Insomniac Games não tem desiludido nas suas entregas, e esta união com Spider-Man parece bombástica.

2. God of War

  • Plataformas: PS4
  • Lançamento: Início de 2018
Depois de matar tudo que havia para matar na mitologia greta, Kratos parece ter acalmado quando se mudou para o norte. É essa a faceta do novo God of War para a PlayStation 4. Kratos continua como o protagonista, e apesar dos momentos violentos e viscerais não estarem em falta, parece que a personagem ganhou uma faceta humana com o nascimento do seu filho, Atreus.
É um lado que nunca antes vimos de Kratos. Sabemos que já teve família no passado (com um destino trágico), mas os jogos nunca exploraram esta dimensão da personagem, focando-se na destruição e caos. É por isso que God of War para a PlayStation 4 está na nossa lista de jogos mais aguardados de 2018. Promete ser diferente dos restantes e oferecer algo novo.
Os combates estão mais lentos, mas em troca, mais pessoais e espetaculares. Grande parte da história continua a ser uma incógnita, mas estamos curiosos para ver que que desafios esperam Kratos neste novo mundo inspirado na mitologia nórdica.
 Publicidade 

1. Red Dead Redemption 2

  • Plataformas: PS4 e Xbox One
  • Lançamento: Primavera de 2018
Estão surpreendidos? Provavelmente não. Red Dead Redemption 2 é o jogo mais aguardado de 2018 para muitos, incluindo nós. Não é difícil perceber o porquê. Alia-se Rockstar Games a um jogo em mundo aberto e está feita a fórmula para o sucesso.
A Rockstar Games tem fama pelo tempo que demora a desenvolver os seus jogos e desde Grand Theft Auto V que não lançou nenhum outro jogo (a não ser as versões remasterizadas para PC, PS4 e Xbox One). Portanto, Red Dead Redemption 2 é especial. Não é apenas o lançamento de um novo jogo da Rockstar, o que é um acontecimento raro, é um lançamento de uma sequela de um dos jogos mais adorados e aclamados da geração anterior.

Esperemos é que desta vez a Rockstar não nos pregue outra rasteira. Red Dead Redemption 2 já figurava na nossa lista de jogos mais aguardados de 2017, estando previsto para o Outono. Infelizmente, acabou por ser adiado para a Primavera de 2018.
Não concordas com a nossa lista? Então partilha nos comentários o teu Top 10 de jogos mais aguardados para 2018. Fora da lista ficaram títulos como The Last of Us 2, Final Fantasy 7 Remake, Metroid 4 e o RPG de Pokémon para a Switch, visto que ainda não sabemos se chegarão em 2018 ou depois.

0 comentários:

Nos deixe saber sua opinião...

Tomonobu Itagaki vai abrir estúdio na Itália

Tomonobu Itagaki, o criador das séries Dead or Alive e Ninja Gaiden, anunciou planos para abrir um novo estúdio de videojogos em Itália. ...

Tomonobu Itagaki, o criador das séries Dead or Alive e Ninja Gaiden, anunciou planos para abrir um novo estúdio de videojogos em Itália.

O anúncio foi feito no evento GameRome 2017 e a notícia foi avançada pela Vigamus Magazine, mas entretanto já confirmamos a veracidade da informação com os nossos colegas da Eurogamer Itália.

Itagaki referiu que tem intenções de abrir um estúdio no país capaz de rivalizar com as grandes produções mundiais. As plataformas alvo do estúdio serão o PC, PlayStation 4, Xbox One e dispositivos móveis.

Vale a pena recordar que Itagaki já não é o diretor da Valhalla Game Studios, sendo agora apenas um conselheiro. O último videojogo de Itagaki foi Devil's Third para a Wii U.

0 comentários:

Nos deixe saber sua opinião...

A Sony está empenhada em criar mais propriedades intelectuais

Depois de The Last of Us e Horizon Zero Dawn, a Sony Interactive Entertainment trabalha em novas propriedades intelectuais como Days Gone e...

Depois de The Last of Us e Horizon Zero Dawn, a Sony Interactive Entertainment trabalha em novas propriedades intelectuais como Days Gone e Ghost of Tsushima, um exemplo da postura da companhia que continuará a procurar criar novos jogos.

Quem o diz é Michael Denny, vice presidente sénior da SIE Worldwide Studios e responsável pela divisão Europeia da companhia, afirmando que a postura é mesmo essa, encorajar os estúdios a arriscar e a sair da zona de conforto.
"Queremos oferecer tanta escolha quanto diversidade, o máximo possível de diferentes estilos de jogo, à comunidade PlayStation. Nos Worldwide Studios, investimos e acreditamos a sério nas pessoas com quem trabalhamos," disse Denny.
"Gostamos que concebam ideias criativas e decidam o que querem fazer, acreditamos que quando os estúdios estão apaixonados pelo o que querem criar, vão criar os melhores jogos."










Michael Denny explica que os estúdios são encorajados a criar novas ideias, a perseguir os seus sonhos e a apresentar as suas ideias à companhia, não ao contrário.
"Penso que a Worldwide Stuidos operou sempre dessa forma. Queremos encorajar os estúdios a criar ideias entusiasmantes, inovadoras, fantásticas e de alta qualidade."
"Um bom exemplo seria a Guerrilla Games. Tiveram um grande sucesso com Killzone no género dos shooters, mas tomaram a decisão de querer experimentar algo diferente. Não foi apenas uma nova propriedade intelectual - foi passar para um novo género para eles, um RPG de acção em mundo aberto. Os resultados têm sido fantásticos - não podíamos estar mais contentes com Horizon Zero Dawn.

1 comentários:

Nos deixe saber sua opinião...

A Square Enix promete um grande ano para Final Fantasy

Shinji Hashimoto, gestor pela série Final Fantasy da Square Enix, partilhou que o próximo ano será altamente especial para a aclamada s...

Shinji Hashimoto, gestor pela série Final Fantasy da Square Enix, partilhou que o próximo ano será altamente especial para a aclamada série Japonesa, sugerindo o anúncio de novos jogos.


Hashimoto agradeceu os 30 anos de apoio que os fãs deram à série e diz que em 2018, quando a série celebra 31 anos, receberemos novos e entusiasmantes jogos Final Fantasy.
As equipas de desenvolvimento estão a trabalhar em novos jogos e a preparar o anúncio de alguns deles, além disso, a Square está-se a preparar para revelar a data de jogos muito aguardados.










Além da chegada de Dissidia: Final Fantasy NT em Janeiro, terás as atualizações regulares para Final Fantasy 14 e os novos conteúdos de história de Final Fantasy 15.
No entanto, os fãs esperam pela chegada de Final Fantasy VII Remake, cuja data de lançamento poderá ser anunciada na E3 2018.

6 comentários:

Nos deixe saber sua opinião...

Star Ocean: The Last Hope Remaster chega amanhã

Star Ocean: The Last Hope Remaster chegará já amanhã e a Square Enix decidiu celebrar o momento com um trailer de lançamento para todos f...

Star Ocean: The Last Hope Remaster chegará já amanhã e a Square Enix decidiu celebrar o momento com um trailer de lançamento para todos ficarem a saber que está a chegar.

Seja a 4K no PC ou PS4 Pro ou 1080p no PlayStation 4, Star Ocean: The Last Hope Remaster permite-te explorar uma imensa galáxia num JRPG da Square Enix que foi lançado originalmente na Xbox 360 em 2009.










Star Ocean: The Last Hope permitirá jogar com resoluções superiores às do original e outras melhorias que a Square Enix preparou para este seu jogo, 'kay!

2 comentários:

Nos deixe saber sua opinião...

Estúdio de The Last Guardian trabalha em novo projeto

O estúdio genDesign, liderado por Fumito Ueda e que te apresentou The Last Guardian para o PlayStation 4 em 2016, está neste momento a trab...

O estúdio genDesign, liderado por Fumito Ueda e que te apresentou The Last Guardian para o PlayStation 4 em 2016, está neste momento a trabalhar num novo projeto.



Através do site oficial do estúdio, soubemos que a genDesign está a recrutar talento para trabalhar num novo título que ainda não foi anunciado oficialmente.

Depois de The Last Guardian, que demorou cerca de 10 anos a chegar às lojas, Fumito Ueda confessou que gostaria de voltar aos mundos abertos, algo no qual trabalhou em Shadow of the Colossus, mas de momento, nada mais sabemos sobre o seu próximo trabalho.

Teremos de aguardar pelo desenrolar do desenvolvimento para descobrirmos no que trabalha Fumito Ueda. Que comecem as piadas "até 2027".

0 comentários:

Nos deixe saber sua opinião...

O PlayStation 4 bateu recordes na Black Friday

De manhã, a Chart-Track avançou que a PlayStation 4 teve a sua segunda melhor Black Friday no Reino Unido, mas agora tivemos informações ad...

De manhã, a Chart-Track avançou que a PlayStation 4 teve a sua segunda melhor Black Friday no Reino Unido, mas agora tivemos informações adicionais da Sony Interactive Entertainment que falam em resultados ainda melhores.


Eric Lempel, Vice Presidente Sénior da Sony Interactive Entertainment, disse que esta Black Friday foi "a melhor de sempre na história da PlayStation", falando dos resultados obtidos em todo o globo.

Em declarações à CNBC, Lempel disse que a Sony vendeu mais consolas na Black Friday de 2017 do que qualquer outra Black Friday nos 22 anos da marca PlayStation. Além da prestação da consola PS4, Lempel elogiou ainda o PlayStation Plus, dizendo que é algo que os jogadores procuram adquirir com a sua consola.

Lempel diz que a PlayStation 4 está num bom momento e que a Sony registou um aumento de 346% nos lucros, em grande parte devido à divisão PlayStation, dizendo que isto é uma prova que contraria os que diziam que a indústria estava a morrer.

Sobre o PlayStation VR, Lempel diz que não é visto como um acessório pela Sony, é algo que considera como totalmente novo e que os consumidores adoram. No entanto, diz que a Sony ainda está a arranhar a superfície do seu potencial.

Tal como em 2016, a PlayStation 4 Pro também esteve nas lojas durante a Black Friday, mas Lempel não especificou um número de unidades vendidas para qualquer um dos modelos. Apenas disse que após a chegada da Pro, a venda de consolas está a correr muito bem.

0 comentários:

Nos deixe saber sua opinião...

Horizon: The Frozen Wilds é uma amostra tecnológica imperdível

Horizon Zero Dawn: The Frozen Wilds é a expansão de um dos melhores jogos do ano em todos os sentidos da palavra. Não é apenas mais do mesm...

Horizon Zero Dawn: The Frozen Wilds é a expansão de um dos melhores jogos do ano em todos os sentidos da palavra. Não é apenas mais do mesmo - em termos da tecnologia, é um esforço genuíno para a levar mais além e uma impressionante evolução do Decima Engine da Guerrilla Games. The Frozen Wilds vai além das florestas e planícies do original, convida-te a entrar na região mais a norte para explorar campos e montanhas cobertos de neve. Foram adicionadas novas funcionalidades ao motor para dar ênfase aos cenários e sistemas climatéricos, mas os aspectos centrais da tecnologia permanecem fortes: desde a deslumbrante iluminação à implementação HDR de topo e a performance suave, não há dúvida que Horizon é um jogo lindo.
Onde é que Frozen Wilds inova? Comecemos pela nova tecnologia de deformação da neve. Ao passar por áreas repletas de neve, Aloy e outras entidades deixam marcas na paisagem de uma forma realista. Estes rastos permanecem por algum tempo após passares pelos locais. Isto significa que, após um confronto, podes até seguir o rasto de deformação em torno do campo de batalha e relembrar a luta. Além disto, a neve deforma-se à tua passagem, as texturas da relva ficam visíveis criando a ilusão que a neve está em cima da relva.

Melhor ainda, ao passar pela neve, a animação de Aloy é ajustada. Os seus pés pontapeiam neve de forma realista, enquanto as texturas de neve se colam ao seu modelo. O resultado é uma sensação convincente de uma paisagem repleta de neve que estava ausente em áreas similares do original. Isto fica ainda melhor com os chuveiros de neve. Frequentemente espessa, o uso de partículas de neve iluminadas consegue criar a atmosfera correta para cada cena.
Tudo isto complementado por uma bela palete de cor. Os artistas escolheram cuidadosamente a combinação certa de cores para cada cena - desde o brilho rosa do nascer do sol aos topos gelados das montanhas, a recriação dramática da luz e cor é de topo. Outra bela adição ao jogo pode ser vista nas piscinas de água. Apesar da implementação dos reflexos screen-space ficar aquém das expectativas, estas piscinas e rios congelados apresentam uma camada de gelo interativa. Ao passar pela água, Aloy deixa um rasto, também ele persistente - desde que permaneças dento da área.

As paisagens de Horizon estão construídas sobre regras processuais, que afectam as condições climatéricas. Perante um inimigo que cospe fogo, as camadas de gelo nas superfícies de água parecem derreter - um detalhe impressionante. Cada uma destas novas funcionalidades ajuda a melhorar a experiência Horizon, criando um mundo mais interactivo e coeso.
Os habitantes robóticos são uma parte importante do aspecto e tom de Horizon Zero Dawn, a forma como interagem com o jogador é muito importante para manter essa sensação. Cada criatura está desenhada para interagir com Aloy de acordo com um conjunto de regras pré-definidas. Se uma criatura à distância visualizar o jogador, vai-se aproximando para determinar se és uma ameaça. Podes esconder-te desta ameaça e evitar o conflito.
Então como procura pelo jogador e o que determina o seu comportamento? O vídeo nesta página mostra o processo, mas resumidamente, o inimigo tem um cone de visão de duas fases - na primeira, o cone amarelo maior representa o seu estado de alerta, enquanto a barreira vermelha ativa uma reação imediata. Se o jogador se esconder na relva, o inimigo é forçado a procurar, se for contra o jogador ou o visualizar dentro da esfera de proximidade, passa para modo de ataque. Esta lógica é aplicada a diferentes inimigos, com ajustes de acordo com o tipo de inimigo.
O que torna isto mais impressionante é a lógica - os inimigos podem navegar pelo terreno e evitar obstáculos, mas estes obstáculos podem ser ajustados em tempo real. Se um ajuste foi feito ao terreno, a IA reage de forma dinâmica e evita isto de uma forma realista, completa com animações e som de reação.
Temos então um pequeno vislumbre de como os personagens e missões podem funcionar, mas e quanto ao aspecto visual? Horizon apresenta modelos de personagens incrivelmente detalhados com grandes números de triângulos e sistemas de cabelo e roupa complexos, que lhes permitem reagir naturalmente ao movimento físico.
Quando reduzes o modelo à sua versão mais básica, o puro nível de detalhe evidencia-se. Todos os personagens em Horizon são modelados perante um padrão excepcionalmente elevado, de forma a dar aos programadores a liberdade para usar os personagens que querem com a frequência que quiserem. A expansão introduz novos personagens, mas também existem variantes de modelos anteriores.
Depois temos a iluminação e o mundo em si. Começa com os céus fenomenais. A Guerrilla colocou um funcionário a estudar o comportamento das nuvens e a sua renderização para descobrir a solução ideal. As formações e movimento das nuvens são gerados com fidelidade, ao ponto do custo por fotograma ser relativamente elevado - especialmente quando as nuvens estão totalmente visíveis. No entanto, este custo foi cuidadosamente incluído no orçamento geral de renderização.
A iluminação no mundo também é interessante. Horizon usa uma iluminação global pré-calculada, mas para que isto funcione com o seu sistema dinâmico de hora do dia, o motor alterna entre seis diferentes iluminações consoante o dia decorre. Isto é combinado com outras passagens de iluminação para dar a sensação de iluminação indirecta real a partir da luz solar em movimento. Horizon também usa uma multitude de passagens de iluminação para construir cada cena, começando com luzes brilhantes tais como o céu acompanhado por luzes locais directas, como tochas. Isto é depois acompanhado por iluminação estática indirecta e passagens solares reflectidas antes do sol e céu serem renderizados. Depois existem reflexos de luz espalhados pelo cenário, antes da última camada de textura ser apresentada.
Naturalmente, todos estes sistemas são usados no original e na expansão, uma vez que partilham o mesmo mundo e a mesma tecnologia. Mas o que impressiona é o quão bem corre. Na Pro, em modo de alta resolução a 4K, a expansão corre com a mesma suavidade do original (que foi melhorado com optimizações adicionais desde o lançamento). O jogo corre muito bem. Horizon foi construído com um motor pensado para 30Hz, mas o excelente motion blur ajuda a criar uma experiência fluída e consistente.


Mas não é perfeito. Testamos a expansão na Pro e descobrimos que no modo high-res sofre ocasionais quedas. Também tens o modo performance. Foi adicionado pouco depois do lançamento e desce a resolução de 2160p checkerboard para 1368p nativa para assegurar 30fps mais firmes (o campo de profundidade e passagens volumétricas também ficam melhores). Este modo foi desenhado para adicionar 10% de margem de manobra ao jogo, enquanto tenta elevar ao máximo possível a resolução nativa. A sensação geral é que isto resolve este tipo de quedas. Tendo em conta que a maioria do jogo corre a 30fps fixos, recomendamos o modo 2160p - mas quem joga num ecrã 1080p deverá testar os dois modos e ver qual prefer.
The Frozen Wilds relembra-nos tudo o que é bom no original e segue em novas direções. Existe a sensação que os artistas e designers criaram um dos mundos abertos mais espantosos que podes conhecer. Tudo desde a densidade por cena, a escolha de cor, fluidez da animação e volume dos assets é realmente impressionante. Já vimos muitos jogos abertos de grande tamanho, mas a Guerrilla Games está no topo da indústria. Mesmo com a crescente fatiga de mundos abertos, descobrimos que o mundo e lore eram interessantes o suficiente para continuarmos a jogar, enquanto a qualidade dos visuais e solidez da apresentação não têm rivais. Horizon Zero Dawn é um jogo essencial - a expansão reforça a experiência.

0 comentários:

Nos deixe saber sua opinião...

Teremos novidades de Final Fantasy 15 em breve

Final Fantasy 15 continuará a receber novos conteúdos ao longo de 2018, isso já foi garantido por Hajime Tabata, o director do jogo, mas ag...

Final Fantasy 15 continuará a receber novos conteúdos ao longo de 2018, isso já foi garantido por Hajime Tabata, o director do jogo, mas agora falta saber quais são esses conteúdos.
Talvez a pensar em revelar alguns deles, a Square Enix anunciou que no dia 29 de Novembro, o primeiro aniversário de Final Fantasy 15 será celebrado com um Active Time Report.  Às 14 horas  de Portugal continental, 12 horas em Brasília, do dia 29, a transmissão em direto começará e poderás descobrir mais novidades sobre o jogo.
A Square Enix falará sobre estes meses após o lançamento, sobre os resultados do questionário da Expansão Multi-jogador, sobre o Episódio Ignis e ainda sobre as novidades de Dezembro.
A editora promete mais informações sobre o que está a ser preparado para o jogo, mas guardas-as como surpresas.
Enquanto promove o primeiro aniversário das versões Xbox One e PlayStation 4 de Final Fantasy 15, a Square Enix prepara a versão Windows e ainda a Pocket Edition.
Será que teremos datas para estas duas novas versões? Episódio: Ardyn? Episódio Luna? Episódio Umbra?

1 comentários:

Nos deixe saber sua opinião...

Confirmado: criadores de Forza Horizon lançarão um RPG em mundo aberto, pode ser Scalebound?

Playground Games, estúdio conhecido por seu excelente trabalho com a Microsoft na série Forza Horizon, anunciou hoje no twitter a aquisição...

Playground Games, estúdio conhecido por seu excelente trabalho com a Microsoft na série Forza Horizon, anunciou hoje no twitter a aquisição do prédio e escritórios, que até agora ocupava apenas o primeiro andar. No mesmo tweet tomaram para anunciar que eles preparam um novo mundo aberto RPG, que não deu mais dados por enquanto. Parece que os caras do Playground vão empreender uma forte expansão do pessoal, precisando ocupar um prédio de escritórios inteiro.



Nós sabemos que a Playground Games, apesar de ser independente, está fortemente ligada à Microsoft e à marca Xbox. Não podemos garantir que seu novo jogo seja um futuro exclusivo para a marca, embora depois dos rumores que surgiram sobre um novo Forza Horizon, a necessidade de expandir espaço e pessoal faz sentido.

Podemos também relacionar este anúncio, com uma oferta de trabalho que transcendeu há alguns meses atrás, o que buscava trabalhadores para um RPG estilo Horizont Zero Down, mas para o Xbox One. Talvez o capital necessário para essa expansão venha da Microsoft ao decidir comprar parte da empresa, que concordaria com a intenção de Phil Spencer em adquirir novos estúdios.

0 comentários:

Nos deixe saber sua opinião...

O Brasil e o mercado Cinza dos Games

Drew Scanlon decidiu combinar a sua paixão por viagens com a paixão pelos videojogos, criando o ClothMap que se dedica à criação de docum...

Drew Scanlon decidiu combinar a sua paixão por viagens com a paixão pelos videojogos, criando o ClothMap que se dedica à criação de documentários sobre os dois temas.

No seu mais recente documentário, que podes ver em baixo, Scanlon viajou para o Brasil e apresenta-nos uma perspectiva sobre o mercado da tecnologia e dos videojogos no país.
Conhecido pelos elevados preços aplicados aos produtos eletrônicos, o mercado Brasileiro forçou os consumidores a criar alternativas mais acessíveis, algo que é explicado neste documentário.










Ao longo de conversas com fãs Brasileiros que se dedicaram aos videojogos, Scanlon apresenta-nos o panorama no país e as formas que os jogadores encontraram para contornar as dificuldades.
É um documentário que nenhum fã de videojogos pode perder e que poderá revelar imenso sobre como as coisas funcionam no Brasil.

4 comentários:

Nos deixe saber sua opinião...

Rumores sugerem Devil May Cry 5 e Soul Calibur VI na PlayStation Experience

Duas queridas séries de pancadaria deve ganhar novas versões em breve. Um usuário do fórum Reddit vazou na internet que Devil May...

Duas queridas séries de pancadaria deve ganhar novas versões em breve.



Um usuário do fórum Reddit vazou na internet que Devil May Cry 5 e Soul Calibur VI estão em produção e serão revelados durante a PlayStation Experience, evento da Sony que acontece entre os dias 9 e 11 de dezembro.

De acordo com o rumor, o novo Devil May Cry terá Dante, Vergil e Nero como personagens jogáveis e vai retomar a cronologia clássica da série, deixando de lado o reboot DmC: Devil May Cry. Nada foi dito sobre outras plataformas que devem receber o jogo além do PS4.

Por sua vez, há pouco detalhes especulados sobre o próximo Soul Calibur, mas os boatos dão conta de que o game terá versões para PlayStation 4, PC e Nintendo Switch.

Ghost of Tsushima é o novo jogo do estúdio de inFamous

Para tentar dar alguma credibilidade aos rumores, o usuário que falou sobre os novos jogos apontou que, algumas semanas atrás, já havia revelado que as Tartarugas Ninja chegariam a Injustice 2.

Por ora, o jeito é esperar a conferência da Sony que abre o evento PlayStation Experience para conferir as novidades. O evento acontece na madrugada de sexta (8) para sábado (9), às 2h da manhã (horário de Brasília) e você pode acompanhar na íntegra e com tradução para português nos canais do The Enemy.

Entre os jogos que devemos ver na apresentação estão Ghost of Tsushima, o recém-anunciado título da Sucker Punch (inFamous) e Dreams, o novo jogo desenvolvido pela Media Molecule (LittleBigPlanet).

1 comentários:

Nos deixe saber sua opinião...

Criador de Bayonetta e Dante gostaria de fazer um jogo com os dois heróis

Em entrevista à revista japonesa Dengeki PlayStation, o designer de jogos Hideki Kamiya disse que gostaria de unir em um game duas de suas ...

Em entrevista à revista japonesa Dengeki PlayStation, o designer de jogos Hideki Kamiya disse que gostaria de unir em um game duas de suas mais famosas criações: Bayonetta e Dante.



"Eu quero trabalhar em um Devil May Cry e um remake de Viewtiful Joe. Ou uma continuação verdadeira de Okami", comentou ele. Uma colaboração entre Dante e Bayonetta também pode ser divertida", comentou ele.

"Querida, Capcom, caso seja ok para alguém como eu, eu posso ajudar a qualquer momento", completou Kamiya.

Na realidade, porém, não há nada confirmado nesse sentido.

O primeiro Okami vai ganhar mais uma remasterização em alta definição no final do ano e rumores indicam que um novo Devil May Cry será anunciado na PlayStation Experience.

Já as outras franquias seguem sem qualquer tipo de novidade revelada.

1 comentários:

Nos deixe saber sua opinião...

Square Enix apresentará datas para os seus jogos na E3

Na mais recente conferência com os investidores, onde elogiou Final Fantasy 14, a Square Enix falou sobre o futuro e como estão a preparar ...

Na mais recente conferência com os investidores, onde elogiou Final Fantasy 14, a Square Enix falou sobre o futuro e como estão a preparar o anúncio de várias datas para alguns dos jogos mais aguardados.

Yosuke Matsuda, diretor executivo da Square Enix, compartilhou que a companhia está a trabalhar nos principais títulos já anunciados e serão feitos anúncios sobre as datas de lançamento entre 31 de Março de 2018 e a E3, que decorre em meados de Junho.
Matsuda não mencionou nenhum título em específico, mas diz que são os grandes títulos da companhia e títulos que estão a ser desenvolvidos pelos seus estúdios estrangeiros e domésticos.










A Square Enix diz ainda que tomou precauções para baixar o risco de recomeçar o desenvolvimento dos seus projetos e que o desenvolvimento dos jogos que serão lançados depois de Abril de 2018 estão a correr dentro do previsto.
Matsuda diz que as equipes estão a abordar os projetos com mais precisão, evitando remodelações a meio ou quaisquer complicações que possam colocar em causa o projeto e forçar um adiamento.
Kingdom Hearts III, Final Fantasy VII Remake e Left Alive são alguns dos jogos de maior perfil da Square Enix, anunciados sem uma data.

2 comentários:

Nos deixe saber sua opinião...

A Microsoft está a preparar exclusivos Xbox

Com a chegada da poderosa Xbox One X e a implementação de serviços como o Xbox Game Pass, a Microsoft está cada vez mais forte no que diz r...

Com a chegada da poderosa Xbox One X e a implementação de serviços como o Xbox Game Pass, a Microsoft está cada vez mais forte no que diz respeito ao hardware e serviços, o que motiva os jogadores a virarem-se para uma outra questão, os exclusivos.

Frequentemente, Phil Spencer passa algum tempo a responder aos fãs que o seguem no Twitter e voltou a confirmar que a Microsoft já começou a trabalhar numa nova vaga de exclusivos Windows 10 e Xbox One.
Tal como Spencer revelou, a Microsoft vai reforçar os estúdios internos e vai adquirir novos, para criar exclusivos e para expandir o seu leque de ofertas. Spencer diz mesmo que adoraria ter um jogo de acção e aventura na terceira pessoa, focado na narrativa.
Agora, Spencer volta a confirmar que estão a preparar o futuro da companhia, com novos projectos exclusivos, mas sugere que ainda será preciso esperar algum tempo até vermos os frutos desses trabalhos.
@XboxP3 Recently on @business You were quoting as looking into building 1st party with possible acquisitions. Now that hardware seemingly set with entry level S and Premium X, would you say game creation is a core focus for @Xbox moving forward ?
I now feel good about HW, XBL/srvc and OS. Work on 1P has started, games take time but I know all 4 areas have to be strong
Spencer sabe que os jogos são muito importantes, mas também sabe que é preciso tempo para as coisas serem bem feitas e também sabe que é preciso gerir melhor o calendário de lançamentos.

Os tempos em que os grandes lançamentos se concentravam nas semanas antes do Natal já passou e o patrão da divisão Microsoft sabe que a companhia precisa alongar os seus lançamentos pelo ano todo.

0 comentários:

Nos deixe saber sua opinião...